conecte-se conosco


POLICIAL

Delegada da Mulher de Cuiabá ministra palestra no 2º Encontro de Bombeiras Militares

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Cuiabá, participou do 2º Encontro Estadual de Bombeiras Militares de Mato Grosso, com palestra ministrada pela delegada Jozirlethe Magalhães Criveletto com o tema “A importância do acolhimento e a experiência da Delegacia da Mulher de Cuiabá”.

O encontro debateu diversos temas relevantes relacionados aos direitos das mulheres e da profissional Bombeiro Militar. Na palestra, Jozirlethe compartilhou a história da criação da unidade e as mudanças das legislações de lá pra cá, que contribuíram para as mudanças no formato de atendimento.

A delegada também falou sobre as demais atividades da Delegacia consoante aos projetos de prevenção que são desenvolvidas pela especializada, como: Projeto Ainda Posso Sonhar, Projeto DEDM Solidária, Projeto Delegacia Móvel, Projeto Cestas de Esperança e o Projeto do Anuário, que se encontra na sua quarta edição.

Para Jozirlethe, o encontro foi uma oportunidade, de compartilhar com outras profissionais de segurança pública, a trajetória de conquistas em relação aos direitos humanos das mulheres em Cuiabá, ressaltando que a Delegacia da Mulher, criada por lei em 1985, foi a primeira política pública  para Mulheres em Mato Grosso.

“Como tal, as mulheres sempre buscaram na delegacia, muito mais que simples porta de entrada para o sistema de justiça, buscaram o acolhimento, e esse tem sido, atualmente, o objetivo da unidade, ou seja, para além da investigação criminal, ofertar à mulher vítima de violência um ambiente estruturado, com profissionais capacitados e com perfil para o atendimento de violência de gênero, que garantam a eficácia do pronto atendimento e, por conseguinte a eficácia do trabalho investigativo, sua missão precípua como Polícia Judiciária Civil”, destacou a delegada.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil e parceiros promovem 1ª Caminhada de Prevenção à Violência Doméstica, Violência Infantil e ao Uso de Drogas
publicidade

POLICIAL

Três suspeitos de tráfico e porte ilegal de arma de fogo são presos em Pontes e Lacerda

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Três suspeitos de tráfico de drogas e posse e porte ilegal de arma de fogo, em Pontes e Lacerda foram presos na última semana pela Polícia Civil. Os suspeitos são investigados pela Delegacia do município na Operação Progressão, realizada em outubro deste ano, para desarticular a atuação suspeitos envolvidos com tráfico doméstico e crimes contra o patrimônio.

 

Em dois endereços alvos de mandados de busca e apreensão, os policiais civis apreenderam pacotes e porções de drogas, duas armas de fogo, 79 munições de calibres 900 e 38 e quase R$ 6 mil.

Dois suspeitos, de 27 e 32 anos tiveram as prisões em flagrante convertidas em preventiva. O outro, de 18 anos, recebeu liberdade provisória da Justiça. Um deles, de 32 anos, responde por tráfico e o outro, tem passagem por homicídio, ambos na Comarca de Nova Mutum.

Com o suspeito de 18 anos foram apreendidas deenas de porções de entorpecentes, uma arma e munições.

Ao chegar em um dos endereços, no bairro Morada da Serra, os policiais notaram os suspeitos fugindo, mas logo foram detidos em uma casa na vizinhança. Um deles portava uma arma de fogo, que tentou esconder dos investigadores. Os entorpecentes, dinheiro e munições foram localizados em diferentes cômodos da casa.

 

Foram apreendidos também objetos de procedência duvidosa, televisor, caixa de som, caixa térmica, receptor de sinal de TV, chinelos novos e uma motocicleta honda.

Um dos suspeitos apresentou um documento de identificação com a foto dele, mas nome de outra pessoa. Ele responderá também pelo crime de uso de documento falso. O investigado de 27 anos saiu recentemente da prisão, em outubro.

Leia mais:  Polícia Civil prende um dos envolvidos em roubo a motorista de caminhão em Sinop

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Foragido por integrar organização criminosa é preso em Campo Novo do Parecis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem de 36 anos foi preso no fim de semana pela Polícia Civil, em Campo Novo do Parecis, por integrar organização criminosa.

O mandado de prisão é oriundo da Comarca de Primavera do Leste , onde ele responde ao processo judicial.

Conforme o delegado Honório Gonçalves Neto, a polícia estava monitorando o suspeito desde o início deste mês, quando ele ameaçou a ex-companheira.

A vítima procurou a delegacia informando que foi ameaçada pelo suspeito com uma faca, quando ela pediu informações para onde ele iria levar o filho.

Após o cumprimento da prisão, o foragido foi encaminhado para uma unidade prisional da região.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil abre investigação para apurar crime de maus tratos e lesão contra bebê de 10 meses
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana