conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Conselho de Ética da Câmara arquiva processo contra Ricardo Barros

Publicado


source
Líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR)
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR)

Nesta terça-feira (23), o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovou, por 13 votos a 6, o arquivamento do processo contra o deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Casa .

O relator do processo, deputado Cezinha de Madureira (PSD-SP), pediu para adiar a entrega do relatório ao menos quatro vezes e apresentou o parecer pelo arquivamento da representação no último dia 3. Deputados pediram vista e a análise foi adiada para hoje.

Na ocasião, em sua defesa, Barros apresentou um vídeo com depoentes negando ligação com ele durante a CPI da Covid no Senado. “A investigação confirmou que eu não tinha o envolvimento. Por isso, processei o senador Renan Calheiros por denunciação caluniosa e abuso de autoridade. Eles fizeram todo o tipo de investigação e não encontraram nenhum indício de materialidade e mesmo assim fizeram a denúncia no relatório [da CPI]”, disse Barros.

O relator afirmou que, para a decisão, também se baseou no fato de ele ser base do governo. “Havia um direcionamento para atingir o presidente da República. Eu busquei olhar a vida do ministro e do deputado Ricardo Barros, hoje líder do governo na Casa. Cheguei à conclusão do relatório [pelo arquivamento]. Entendemos aqueles colegas que, por suas convicções, não poderão seguir o voto que eu relatei”, acrescentou Madureira.

Leia Também

Em relatório entregue no início do mês, Madureira havia destacado as conexões feitas pela CPI em relação a Barros, como o caso da Covaxin — vacina indiana contra a Covid-19 —, a emenda que proporcionou a compra do imunizante pelo Ministério da Saúde, a indicação da servidora Regina Célia (que era fiscal do contrato) e as supostas ligações com o empresário  Francisco Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos.

Leia mais:  Polícia Federal exonerou um delegado de postos-chave por mês; saiba quem

No entanto, o relator disse que a Comissão não conseguiu comprovar essas possíveis ligações, com base na defesa do líder do acusado.

A Precisa intermediou a compra da vacina indiana Covaxin junto ao Ministério da Saúde. O contrato foi cancelado em julho após a CPI denunciar suspeitas de irregularidades.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Enquanto aguarda Alckmin, Lula conversa com PSD e estuda aliança com Pacheco

Publicado


source
Ex-presidente Lula em entrevista ao podcast Podpah
PrintScreen/ Youtube Podpah

Ex-presidente Lula em entrevista ao podcast Podpah

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu com o Adalclever Lopes, coordenador da campanha do prefeito de BH, Alexandre Kalil, na sexta-feira (4). O encontro faz parte dos diálogos que o petista mantém com o partido de Kassab em busca de apoio à sua candidatura . Uma das possibilidades da aliança é que Lula apoie Kalil enquanto o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), entraria como vice da chapa presidencial.

Por enquanto, a única garantia do petista é o apoio do PSD em um eventual segundo turno contra Bolsonaro (PL).

Pacheco seria o plano B de Lula. O petista aguarda a decisão de Alckmin, o favorito para compor a chapa presidencial . O ainda tucano, no entanto, ainda não se decidiu se vai para o PSB para ser vice de Lula ou se disputa o governo de São Paulo pelo PSD.

Parte da cúpula do PT acredita que uma aliança com Pacheco produziria o mesmo efeito que Alckmin como vice, isto é, representaria um aceno ao centro e ao mercado.

Comentários Facebook
Leia mais:  Enquanto aguarda Alckmin, Lula conversa com PSD e estuda aliança com Pacheco
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Moro e Leite se reúnem uma semana após tucano ser derrotado por Doria em prévias

Publicado


source
Sergio moro e Eduardo Leite
Reprodução/redes sociais

Sergio moro e Eduardo Leite

pré-candidato à presidência Sergio Moro (Podemos) e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) se encontraram na manhã deste sábado (4). A reunião foi divulgada pelos dois políticos em suas redes sociais. 

“O combate às desigualdades, a retomada da economia e a importância da construção de convergências políticas para trazer o país de volta ao equilíbrio e ao bom senso estiveram na pauta”, disse o governador.

O encontro acontece uma semana após Leite perder as prévias do PSDB que escolheram o atual governador de São Paulo, João Doria, como representante do partido na disputa pela presidência da República em 2022 .

Moro, que recentemente se filiou ao Podemos, já aparece na terceira colocação nas pesquisas de intenção de voto. Na publicação em que divulga o encontro, o ex-juíz diz que é “fundamental criarmos pontes para que possamos construir o País que merecemos: longe do passado de corrupção e sem autoritarismo, inflação, pobreza e desemprego”.

Leia Também

Leia mais:  Moro e Leite se reúnem uma semana após tucano ser derrotado por Doria em prévias



Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana