conecte-se conosco


DIAMANTINO

Prefeitura de Diamantino encampará atendimentos no Hospital São João Batista

Publicado


O prefeito Dr. Manoel Loureiro Neto (MDB) encaminhou e a Câmara aprovou o PLC 009/2021 que autoriza o Poder Executivo encampar os serviços hospitalares e administrativos do Hospital São João Batista de Diamantino. A propositura foi aprovada na noite desta quarta-feira (20) em Sessão Extraordinaria realizada na Câmara Municipal.

A propositura consiste na autorização ao Poder Executivo em emcampar os serviços hospitalares no Hospital São João Batista, anteriormente de responsabilidade da Associação Santa Madre Paulina em decorrência do descumprimento da celebração do contrato 113/2021 firmado entre as partes, tendo os valores destinados no contrato passando para a responsabilidade do município de Diamantino.

Em justificativa para a solicitação de encampamento da unidade hospitalar, deve-se, de acordo com o PLC 09/2021, a recusa do cumprimento contratual por parte da Assossiação Santa Madre Paulina, admibnistradora do Hospital São João Batista em realizar procedimentos de internação e atendimento de urgência à pacientes traumatológicos e de cirurgia geral, narrando inclusive a recusa de atendimento ao paciente HANM, de 15 anos de idade diagnosticado com apendicite no Pronto Atendimento Municipal, sendo constatada a violação do contrato 113/2021, firmado entre a prefeitura e a associação e também ao artigo 11 do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA , onde é assegurado o acesso integral às linhas de cuidado voltadas a saúde da criança e do adolescente.

Segundo relatam documentos anexos a propositura, outros pacientes tiveram seu atendimento recusado, sob as jsutificativas da ausência de profissionais e até mesmo a ausência de medicamentos na unidade hospitalar ou até mesmo a ausência de vaga para atendimento, culminando então na regulação de pacientes para atendimento em outras unidade hospitalares, da capital e até mesmo no município de Nortelândia.

Reiterando os fatos narrados, o diretor da Assossicação Santa Madre Paulina, por meio de ofício interno 092/2021, comunica no últimodia 18 de outubro a interrupção total das internações de pacientes considerados de urgência para atendimento traumatologico e de cirurgia geral na unidade em média e alta complexidade, recomendando o encaminhamento destes pacientes a rede SUS credenciada.

Na Câmara Municipal, oito, dos nove vereadores votaram a favor da intervenção do Poder Executivo Municipal na unidade hospitalar, sendo eles, os membros da Mesa Diretora, Ranielli Patrick (PDT), Arnildo Gerhadt Neto (PODEMOS), Diocélio Pruciano (PDT) e os vereadores, Michelle Cristina Carrasco (DEM), Edson da Silva Giripoca (PSD), José Carlos (PDT), Eraldes Catarino de Campos (MDB), Professor Adriano (PSB), tendo um único voto contrário, do vereador Edmilson Freitas Almeida (PSDB), que justificou não crer que o município tenha capacidade técnica e recursos humanos suficientes para encampar a administração da unidade.

Na justiça, o juiz de direito, Dr. José Mauro Nagib, deferiu o pedido de liminar com tutela de urgência em desfavor da Assossiação Santa Madre Paulina, para que mantenham ativos os atendimentos médicos e internações de urgência por meio do Sistema Único de Saúde – SUS, conforme estipula o contrato 113/2021, bem como proíbe a unidade hospitalar de recusar pacientes de qualquer espécie, sob pena de multa diária de R$ 25 mil (vinte e cinco mil Reais).

Leia mais:  Prefeitura vai investir R$ 200 mil na produção de polpas de frutas e derivados da mandioca

Comentários Facebook
publicidade

DIAMANTINO

Ônibus do MT Hemocentro retorna à Diamantino para coleta de sangue

Publicado


Apelidado de “Hemobús”, o ônibus do MT-hemocentro retorna à Diamantino na próxima terça-feira (30), após 90 dias de sua última passagem pelo município quando realizaram mais de 160 atendimentos. O veículo ficará estacionado em frente ao ESF Central, localizado na Rua São Benedito S/N entre os dias 30 de novembro e 01 de dezembro, com os funcionários do banco de sangue realizando as coletas entre 07 e 11 da manhã e entre ás 13 e 16:30 horas. Para evitar filas e aglomerações, os atendimentos devem ser agendados através do telefone 065 9.9625-9513.

A expectativa é a de que sejam realizados ao menos 160 atendimentos, entre os quatro períodos de coleta e de acordo com a secretária municipal de saúde, Marinêze de Araújo Meira, todas as pessoas com idade entre 16 e 69 anos, que pesem mais do que 51 quilos, podem doar e faz recomendações sobre alimentação e cuidados aos voluntários.

“Todas as pessoas com idade a partir de 16 anos, desde que acompanhados pelos pais podem doar, mas é necessário que se atentem a cuidados como os de evitar o consumo de comidas gordurosas, bebidas alcóolicas pelo período de 12 horas antes da doação e de cigarros por ao menos 2 horas”, disse.

“Após a doação não é recomendado ao doador voluntário que sejam operadas máquinas ou veículos de grande porte, ou que exerça atividades em locais que ofereçam algum risco de queda”, acrescenta Marinêze.

A gestora da saúde municipal também explica sobre os procedimentos que os recuperados e aos imunizados contra a covid-19 devem tomar antes da doação de sangue.

“Quem pegou covid-19 ou que tomou a vacina contra a covid-19, também podem doar, porém desde que tenham se recuperado da doença há mais de 30 dias e estejam bem de saúde e no caso dos vacinados, que observem os prazos mínimos entre imunização e doação, que são de 7 dias para quem tomou a vacina da Pfizer, Jansen e AstraZeneca e de 48 horas para quem tomou a vacina CoronaVac”, destaca.

Benefícios a saúde

Há muitos benefícios da doação de sangue para a saúde, que vão desde a redução de doenças do coração à satisfação em promover uma boa ação, já que não existe outra forma de salvar a vida de quem precisa de doação se não for doando.

Diferente do que dizem, a doação de sangue não afina nem engrossa o sangue. Muitas pessoas deixam de doar por acharem que a doação faz afinar ou engrossar o sangue, mas é um mito. Após a doação, existe a reposição do volume e componentes do sangue pelo próprio organismo até atingir um equilíbrio existente antes da doação. Por isso, não é necessário ter receio.

Doar sangue pode reduzir riscos de doenças cardíacas

Há muitos estudos que comprovam que a doação de sangue reduz a viscosidade do sangue, assim, quem doa se torna menos propensos a desenvolver doenças do coração. Isso ocorre porque, durante esse processo, há uma espécie de limpeza sanguínea, pois o nosso sangue é produzido na medula e é renovado a cada três ou quatro meses.

Neste período, o sangue é descartado, ou seja, a doação se torna bastante eficaz para quem precisa. Sendo assim, com a doação há uma renovação das células e, com isso, as células velhas são renovadas, colaborando com a redução de certos tipos de câncer pela redução de oxidativos.

Leia mais:  Prefeitura vai investir R$ 200 mil na produção de polpas de frutas e derivados da mandioca

Comentários Facebook
Continue lendo

DIAMANTINO

Prefeitura vai investir R$ 200 mil na produção de polpas de frutas e derivados da mandioca

Publicado


A Prefeitura de Diamantino por meio de ação da Secretaria de Agricultura, Meio Ambiente, Indústria e Comércio, vai investir R$ 200 mil na aquisição de máquinas e implementos para a produção de derivados da mandioca e de polpas de frutas. Os recursos foram assegurados pelo prefeito municipal durante reunião realizada com lideranças da Coopercaeté na manhã desta nesta terça-feira (23).

A operacionalização dos equipamentos, ficará por conta da Coopercaeté, que receberá uma máquina farinheira para a produção de farinha da mandioca e derivados, e uma máquina despolpadora para industrialização do processo de fabricação de polpas de frutas, o que deverá, segundo o prefeito Dr. Manoel Loureiro Neto (MDB), fomentar a economia rural e servir de estímulo para a permanência do homem do campo.

“Nosso intuito é o de promover a industrialização das mais variadas cadeias produtivas da nossa cidade, estamos investindo no homem do campo no sentido de tornar a Agricultura familiar economicamente viável e sustentável”, disse o gestor.

O secretário de agricultura destaca que a viabilidade econômica será possível com a implantação do Serviço de Inspeção Municipal – SIM, sendo possível ao pequeno produtor e cooperativas de trabalho dos projetos de assentamentos, comercializar sua produção no município e para a prefeitura.

“Estamos há poucos passos da implantação do serviço de inspeção municipal que proporcionará ao pequeno produtor e cooperativas de trabalho a comercialização no município, os produtos feitos na Caeté, na Bojuí e em toda a zona rural, farão parte do cardápio da merenda escolar e também estarão disponíveis em todo o comércio de Diamantino, com qualidade e segurança”, destaca o secretário.

Estiveram presentes na reunião, o vereador Ranielli Patrick (presidente da Câmara de vereadores) o assessor do deputado estadual Dilmar Dal´Bosco, cooperados da Coopercaeté e alunos do curso de agronomia do Instituto Federal de Mato Grosso – IFMT.

Leia mais:  Prefeitura vai investir R$ 200 mil na produção de polpas de frutas e derivados da mandioca

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana