conecte-se conosco


VÁRZEA GRANDE

Várzea Grande implanta o Sextou Vacina VG em busca de imunizar mais pessoas

Publicado


Várzea Grande inova mais uma vez e cria o ‘Sextou Vacina VG’, uma nova modalidade de atendimento para a população que ainda não se vacinou contra a COVID-19 ou que recebeu apenas uma das duas doses necessárias para ficar imunizado em definitivo, lembrando a existência de pessoas que receberam dose única da vacina Janssen.

“Vamos acelerar a vacinação e abrir cada vez mais até que todos estejam vacinados e imunizados, lembrando que a medicina e a ciência ainda não dispõe de todos os estudos necessários para avaliar quantas doses são necessárias e se elas tornam as pessoas imunes de forma definitiva ou exigem que hajam constantes campanhas de vacinação, igual nos casos da Gripe Influenza (H1N1)”, disse o prefeito Kalil Baracat voltando a defender a priorização na terceira dose de vacinas para profissionais da Saúde que se encontram na linha de frente e que são juntamente com os profissionais da segurança pública aqueles que diariamente se relacionam com as pessoas”, explicou Kalil Baracat.

Previsto no planejamento da Secretaria de Saúde de Várzea Grande, o ‘Sextou Vacina VG’ foi concebido dentro das avaliações colhidas desde janeiro deste ano, quando começou a chegada das vacinas e diante da realidade local e da necessidade de adequação para os diversos públicos que buscam a imunização com uma, duas ou mais doses dependendo da decisão do Plano Nacional de Imunização – PNI, do Ministério da Saúde que adota as medidas de acordo com a dinâmica exigida.

“Temos realidades diferentes dentro de um país do tamanho de um continente como o Brasil”, disse o secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros, apontando a estiagem como um dos principais motivos para as mudanças implementadas pela Saúde Municipal.

Leia mais:  Processo seletivo para contratação temporária ofertará 955 vagas na rede pública de Várzea Grande

“Além de fatores inerentes a cada uma das pessoas como trabalho, família, enfermidades, adotamos regras mais favoráveis tanto para os que precisam ser vacinados, como para o exército de bravos profissionais da Saúde que diuturnamente tem trabalhado de forma redobrada, com dedicação e esmero para que a vacina alcance a todos indistintamente, pois o ato da vacinação contra a COVID-19 não vê cor, credo, condição financeira, enfim, todos que precisam tem que entrar na mesma fila e terão acesso aos mesmos imunizantes disponibilizados pelo Ministério da Saúde”, explicou Gonçalo Barros.

Kalil Baracat por sua vez assinalou que a mão do Poder Público de Várzea Grande que atende as pessoas são os servidores públicos de todas as áreas e principalmente da Saúde neste momento de pandemia. “Temos reforçado nossos esforços no sentido de disponibilizar para todas as pessoas as vacinas, para que neste novo normal da vida de todos, possamos retomar, com cuidado, o trabalho, o ensino nas unidades escolares, os atendimentos sociais, as obras, enfim tudo que a população precisa para ver seus anseios atendidos”, frisou o prefeito de Várzea Grande que também defendeu uma terceira dose para os profissionais da Saúde, da Segurança Pública entre outros.

O ‘Sextou Vacina VG’, vai funcionar no Ginásio de Esportes Júlio Domingos de Campos (Fiotão) amanhã, 10 de setembro, com público estimado de até 8 mil pessoas, superando a marca de 5,2 mil vacinados em um único dia na segunda maior cidade de Mato Grosso.

Gonçalo Barros frisou que o foco é voltado para aqueles que não receberam a segunda dose, mas que as equipes da Saúde Municipal estão prontas para atender a todos os casos.

Leia mais:  Várzea Grande realiza neste sábado dia "D" da 2ª Multivacinação e Influenza

“Foi pensado um dia inteiro para oportunizar a todos já contemplados, que por algum motivo ainda não se vacinou. As pessoas acima de 18 anos, mesmo sem cadastro podem comparecer de forma espontânea, que as equipes, vão cadastrar e a vacina será aplicada. Já as pessoas que perderam prazos da segunda dose também poderão se dirigir amanhã ao Fiotão, porém observados os intervalos, para quem tomou a primeira dose da AstraZeneca/Oxford há 70 dias ou mais; para quem recebeu a primeira dose de CoronaVac/Butantan há 28 dias ou mais; e para quem tiver tomado a primeira dose do imunizante Pfizer/BioNTech há 70 dias ou mais. Quem tem mais de 18 anos e ainda não iniciaram o ciclo vacinal, também poderão ser vacinados com a primeira dose, além das pessoas cadastradas e confirmadas. Será um dia inteiro, que as equipes estarão à disposição destes públicos-alvo, vacinando e cadastrando. Foi uma forma encontrada para a desburocratização e oportunizar o acesso à vacina aos várzea-grandenses”, explicou o secretário.

“O Mutirão ‘Sextou Vacina VG’, cumpre mais uma etapa da nossa campanha. Vamos vacinar o máximo de pessoas possível neste dia dos grupos e faixas etárias contempladas, daí então estaremos preparados, para iniciarmos a partir do dia 15 de setembro as novas etapas, que são vacinar adolescentes de 12 a 17, anos, cujos cadastros já estão prontos, e iniciarmos as confirmações e ainda vacinar com a terceira dose, idosos acima de 70 anos. Tanto estes adolescentes, quanto os idosos serão imunizados com a vacina da Pfizer/BioNTech, seguindo orientações do Ministério da Saúde. Para esta nova etapa as vacinas ainda serão distribuídas pelos órgãos competentes aos municípios”, explicou Gonçalo de Barros.

Leia mais:  Processo seletivo para contratação temporária ofertará 955 vagas na rede pública de Várzea Grande

É necessário que as pessoas consultem o site oficial de Várzea Grande pelo endereço www.varzeagrande.mt.gov.br na aba IMUNIZAÇÃO VÁRZEA GRANDE e consulte sua situação, lembrando que o Sextou Vacina VG’ abrange os cadastrados, o Plantão da Segunda Dose e o Resgate Cidadão.

Documentos necessários para o mutirão ‘Sextou Vacina VG’:

– Para receber a primeira dose, é necessário apresentar um documento de identidade original, com foto, CPF, e comprovante de residência.

– Para receber a segunda dose basta levar a carteira de vacinação com o registro da primeira dose. Em caso de perda ou extravio, se dirigir às equipes do cadastro, que estarão disponíveis para solucionar o caso e dar acesso à vacina. Levar documento original com foto e CPF.

– As pessoas com 18 anos e mais devem apresentar o documento de identidade, CPF e comprovante de residência, com cópia.

Comentários Facebook
publicidade

VÁRZEA GRANDE

Famílias carentes da região do grande Cristo Rei recebem doações de roupas

Publicado


Para muitas famílias carentes a alimentação é mais que uma necessidade básica, o salário muitas vezes não dá para comprar o essencial, e o vestuário acaba se tornando um item de luxo. Pensando nisso, a direção do Centro de Referência em Assistência Social – CRAS – do bairro Cristo Rei, resolveu instalar na sede do órgão o ‘Guarda Roupa Solidário’, dando àqueles que precisam a oportunidade de levar para casa, peças de roupas (usadas, porém em boas condições).

Como explica a gerente do CRAS – Luciene da Silva Amaral, o ‘Guarda Roupa Solidário’ é um projeto que visa auxiliar famílias em extrema vulnerabilidade, que precisam de roupas e não tem condições de comprar se quer uma peça de vestuário. “Cada pessoa tem direito a cinco peças, e havendo a necessidade, podem levar um número maior. As roupas são doadas pela comunidade em geral, e a partir da entrega são colocadas em araras e varais e já podem ser retiradas sem que haja necessidade de cadastro ou inscrição”.

Luciene Amaral disse ainda que todos os dias o CRAS recebe essas doações, mas que os vestuários não ficam lá por muito tempo porque todos os dias tem uma família de um bairro do Cristo Rei, e de outras regiões à procura das peças de roupas. “As roupas infantis são as que mais têm saída, uma vez que as crianças crescem rápido e acabam perdendo as roupas com mais facilidade. Bermudas também saem bastante, aliás, tem aumentado muito a procura por roupas masculinas e eles próprios têm vindo ao CRAS para fazer a seleção da peça. Antes, a presença no local era de mulheres e crianças. Agora o público masculino tem sido percebido por vários dias da semana”.

Leia mais:  Famílias carentes da região do grande Cristo Rei recebem doações de roupas

A Secretária de Assistência Social, Ana Cristina Vieira, destaca a importância do projeto, que além de alcance social, pois beneficia aqueles que realmente necessitam, é um ato de solidariedade, que foi ampliada, principalmente, neste período de pandemia, onde muitas famílias que já eram consideradas carentes foram afetadas ainda mais, tendo as suas necessidades aumentadas, ao ponto de não terem o que comer e vestir.

“Temos oferecido cestas básicas e agora estamos também com esse projeto de distribuições de roupas, que à princípio está sendo realizado na CRAS do bairro Cristo Rei, mas a nossa intenção é levar para outras unidades, por isso é essencial que a população que tenha condições de doar, que faça a sua doação na unidade ou quem não puder levar que ligue informando a sua localização, que a nossa equipe irá buscar”, explicou a secretária destacando que ajudar quem precisa nunca sai de moda.

Moradora do bairro da Manga, a aposentada Valdeci Pereira Matias, é usuária do CRAS – do Cristo Rei – e recebe mensalmente uma cesta básica que atende as necessidades de sua família. Sem condições de comprar roupas novas, ainda que a preços acessíveis, ela é uma que se dispõe desse benefício, e sempre vai à unidade à procura de peças para ela e seus netos. “Já levei para casa diversas roupas para mim e meus netos. São peças semi novas e que nos ajudam uma vez que não temos dinheiro para comprar. É importante que programas como esse existam, porque o que não serve mais para uns, serem para outros”.

A dona de casa, Georgina Maria Damaceno também já levou para casa várias peças e sempre volta para ver o que pode ser usado por ela, e pela família. “Para o pobre a prioridade é ter comida no prato, mas também não podemos sair sem roupas por aí, daí a importância desse projeto que beneficia aqueles que mais precisam. É necessário que quem tem mais possa ajudar a quem nada tem, por isso eu peço que se você tem roupas sem uso em seu guarda roupa, que faça a sua doação a este posto de atendimento que com certeza fará a felicidade de quem mais precisa”, pontuou.

Leia mais:  Várzea Grande atuará para conscientizar na prevenção contra o câncer de mama

Comentários Facebook
Continue lendo

VÁRZEA GRANDE

Plantio e distribuição de mudas marcam o encerramento da Semana da Árvore em Várzea Grande

Publicado


Apresentações culturais, história cantada e a exposição de espécies de sementes, plantas e plantio de árvores fizeram parte da programação de encerramento da Semana da Árvore, e que culminou com uma mobilização de vários grupos de trabalho, nesta sexta-feira (24) no Parque Bernardo Berneck, em Várzea Grande, onde também teve a distribuição de mudas nativas e ornamentais e o plantio de árvores.

Promovido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável (SEMMADRS) as celebrações tiveram início dia 19 com uma caminhada ecológica de conscientização a preservação ambiental, distribuição de mudas, plantio de árvores nativas, além de apresentações de teatro e de rodas de conversa em escolas municipais e particulares da cidade.

“É fundamental a educação ambiental da nossa sociedade. A semana toda desenvolvemos atividades com esse objetivo, de preservação da natureza. Estamos vivendo um período de estiagem severa, por exemplo, e o desmatamento, as queimadas que prejudicam não somente o clima mas causam um desequilíbrio. É preciso conscientizar as futuras gerações e fazer o que está ao nosso alcance”, declarou o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Célio Santos.

O gestor lembra que somente neste ano a secretaria já desenvolveu diversas ações semelhantes, independente da data comemorativa. “Distribuímos mudas nativas à população e criamos um viveiro no Parque Berneck com objetivo de arborizar a cidade, contribuindo com o conforto térmico. No Viveiro foram plantadas mudas de árvores frutíferas, ornamentais e nativas, com expectativa de produzir 10 mil mudas que serão distribuídas em março do próximo ano”, pontuou.

O secretário disse ainda que uma das políticas desenvolvidas pela pasta é justamente fazer com que mais pessoas se conscientizem da necessidade do plantio de árvore, que além de proporcionar sombra, ameniza o calor e contribui para vias mais bonitas e arborizadas.

Leia mais:  Processo seletivo para contratação temporária ofertará 955 vagas na rede pública de Várzea Grande

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana