conecte-se conosco


MATO GROSSO

SES promove IV Encontro Intersetorial de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) promove, nas manhãs dos dias 14 e 15 de setembro, o IV Encontro Intersetorial de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio no Setembro Amarelo. O evento terá início às 8h30 desta terça-feira (14.09) e será transmitido virtualmente pelo canal do YouTube da Escola de Saúde Pública de Mato Grosso.

A programação faz alusão à campanha do Setembro Amarelo e ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, que é rememorado anualmente em 10 de setembro.

“Esse é um trabalho que precisa ser contínuo e intersetorial. Não é possível enfrentar o suicídio sem investir na Promoção da Saúde como política de inclusão e justiça social. É preciso fomentar os direitos fundamentais de toda a população, que perpassam pelos determinantes sociais, econômicos, políticos, culturais e ambientais. Em 2021, daremos visibilidade ao tema da Promoção da Cultura da Paz, abordando as tecnologias sociais que favorecem a mediação de conflitos diante de situações de tensão social, garantindo os direitos humanos e as liberdades fundamentais, reduzindo as violências e construindo práticas solidárias”, explicou a gestora da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde, Rosiene Pires.  

No primeiro dia do encontro, será promovida uma Conferência Magna sobre “Promoção da Cultura da Paz: contribuições em cenários desafiadores”. A temática será abordada por servidoras da Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo (SES-SP), que atuam na região de São José dos Campos. A mestra e médica Fátima Aparecida Ribeiro, idealizadora do Núcleo VIVA a Paz e membro do Conselho Municipal de Cultura de Paz, e a técnica Débora Assis de Oliveira Furlan, psicóloga na área da Saúde Mental, membro do Conselho de Cultura de Paz do município e também idealizadora do Núcleo VIVA a Paz.

Leia mais:  Livro contemplado no MT Nascentes traz reflexão sobre sentimentos de adolescentes que vivem em casas lares

Às 9h35, iniciará uma mesa com a temática das “Intervenções e Oportunidades para a Promoção da Vida ”, que será ministrada pela doutoranda em psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), idealizadora e fundadora do Comitê de Prevenção e Posvenção do Suicídio da Secretaria de Saúde de Maringá (PR), Raquel Pinheiro Niehues Antoniassi, que tratará da abordagem sobre a “Comunidade Escolar – caminhos e oportunidades para Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio”. O módulo também contará com o relato da técnica da Coordenadoria de Atenção às Doenças Crônicas da SES, Adriana Guirado Rao.

Na quarta-feira (15.09), segundo dia de encontro, haverá uma mesa para debater a Promoção da Vida no contexto da pandemia pela Covid-19 em Mato Grosso. Integrarão o debate a especialista e técnica Coordenadoria de Atenção às Doenças Crônicas da SES, Luciana Gomes de Souza, a doutoranda em enfermagem no Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Jesiele Spindler Faria, e a psicóloga doutora da área técnica de Saúde Mental da SES, Daniela Santos Bezerra.

Os interessados em participar do encontro podem acessar este link antes das transmissões, que terão início às 8h30. Após o evento, os participantes poderão receber um certificado equivalente às 7h por dia.

Confira a programação completa em anexo.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Levantamento do Ciman aponta que focos de calor diminuíram na Amazônia, Cerrado e Pantanal

Publicado


Os três biomas de Mato Grosso; Amazônia, Cerrado e Pantanal apresentaram redução nos focos de calor. Os dados foram apresentados pelo Comitê Integrado Multiagências de Coordenação Operacional de Mato Grosso (Ciman-MT), nesta sexta-feira (24.09) para atualização das ações de combate aos incêndios florestais no Estado. O encontro foi realizado na sala de crise da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

Segundo o relatório, o bioma do Pantanal mato-grossense lidera o ranking no índice de redução de focos de calor. Em 2020, foram 8.973 focos, enquanto que no ano de 2021, foram apenas 675 focos, uma redução de 92%.

O Cerrado ocupa a segunda posição; em 2020 foram 10.008 focos e 2021 caiu para 4.743, uma queda de 53%. No bioma Amazônia, em 2020 foram 11.725 e 2021 reduziu para 7.296, redução 38%.

“Nós temos apresentado número satisfatórios em relação aos focos de calor registrados no nosso território acumulado de janeiro a setembro. Mesmo com incêndios em regiões de difícil acesso nossas equipes têm conseguindo realizar o controle ou mesmo conter os incêndios em diversos pontos desses biomas”, declarou o diretor operacional do CBMMT, coronel Agnaldo Pereira.

Outra tratativa desta reunião, foi sobre a intensificação da Operação Abafa 2021, que será realizada com o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil, Politec, Defesa Civil e Exercito. O objetivo é coibir ilícitos ambientais em várias regiões do Estado.

MONITORAMENTO

O CBM conta com oito salas de situação onde os militares realizam o monitoramento constantemente para identificar áreas que estão sendo destruídas de forma irregular com uso do fogo. Quando identificada a destruição, os bombeiros realizam a fiscalização e aplicam multas para punir os infratores pela destruição das áreas.

Leia mais:  Polícia Militar abre inscrições para o 4º Curso de Policiamento Ambiental

A Aplicação de multas por danos causados à natureza também é competência CBMMT. A Lei Complementar n° 639, aprovada em 30 outubro de 2019, pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governador Mauro Mendes, alterou o Código Estadual do Meio Ambiente em vigência e atribuiu essa função ao Corpo de Bombeiros.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

SES recebe doação de 15 mil litros de álcool 70% da indústria

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) recebeu a doação de 15 mil litros de álcool 70% do segmento industrial de Mato Grosso, por meio do movimento Unidos pela Vacina. O produto doado será destinado a 93 municípios do estado, mais especificamente às unidades de vacinação contra a Covid-19.

O material foi produzido e doado por usinas regionais de etanol, sob a articulação do Sindicato das Indústrias de Bioenergia (Sindalcool-MT) e da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), apoiadora do movimento.

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, participou da solenidade de entrega da doação, realizada na manhã desta sexta-feira (24.09), na sede do Senai Cuiabá.

“Não posso deixar de lembrar das dificuldades pelas quais passamos no início desta pandemia. Ficamos sem produtos básicos, como as máscaras descartáveis, que sumiram do mercado. Foi quando a Fiemt prontamente nos ajudou, produzindo cinco milhões de máscaras e um milhão de capotes (jalecos). E na falta de oxigênio, a Energisa entrou em cena e fez doações fundamentais para que vidas fossem salvas. Essas iniciativas abraçaram Mato Grosso no combate ao coronavírus”, disse o gestor.

O álcool doado foi fabricado pelas usinas Barralcool, Uisa, Inpasa, Brenco, Novo Milênio, Cooprodia, Libra, Usimat e FS Bioenergia. “A indústria mato-grossense faz questão de ser presente. Todos os setores têm se empenhado para colaborar com as medidas de saúde, de inclusão e de geração de oportunidades que farão com que a pandemia seja vencida e a economia, fortalecida”, pontuou o presidente da Fiemt, Gustavo de Oliveira.

“É muito gratificante saber que as necessidades dos municípios mato-grossenses estão sendo supridas e que a vacinação segue avançando em todas as regiões. Importante é vacina no braço”, acrescentou Riberto Barbanera, presidente da Energisa-MT e coordenador do Unidos pela Vacina.

Leia mais:  Livro contemplado no MT Nascentes traz reflexão sobre sentimentos de adolescentes que vivem em casas lares

O álcool será disponibilizado em garrafas pet cedidas pela Solar Coca-Cola e Ambev e identificadas com rótulos doados pela Ligraf. O envase do produto foi feito pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

“Este produto nunca foi tão necessário como atualmente – e ele continuará sendo amplamente utilizado. Nós estamos muito felizes em poder contribuir com o conjunto de ações que significam, de fato, saúde e vida”, declarou Silvio Rangel, presidente do Sindalcool.

A SES distribuirá o álcool aos municípios conforme a exata quantidade solicitada ao Unidos pela Vacina.

Unidos pela Vacina

O movimento Unidos pela Vacina tem apoiado, por meio de doações, a aceleração da imunização contra a Covid-19 no país. As ações têm se concentrado em auxiliar em toda a cadeia produtiva da vacinação por meio da aquisição de agulhas, seringas, transporte, armazenamento e locais de vacinação, itens essenciais para o avanço da vacinação. Saiba mais em www.unidospelavacina.org.br.

*Com assessoria Unidos pela Vacina.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana