conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Roberto Carlos realizou o último desejo do filho Dudu Braga, saiba qual foi

Publicado


source
Roberto Carlos e o filho Dudu Braga
Marcelo de Assis

Roberto Carlos e o filho Dudu Braga

Roberto Carlos está “literalmente arrasado e destruído”, conta o assessor de imprensa do cantor ao Globo. Amigos e familiares que o acompanharam no velório e  no enterro de seu filho Dudu Braga se comoveram com a longa crise de choro do Rei durante a cerimônia.

“Quem estava no velório viu como ele está destruído. Chorou muito, muito mesmo. Foi doloroso vê-lo desse jeito”, conta um amigo do artista.

Como o próprio cantor costuma afirmar em entrevistas, Dudu Braga era seu maior ídolo. Numa das últimas conversas entre os dois, já no hospital — onde Dudu tratava um câncer irreversível no peritônio, membrana que envolve a parede abdominal —, o filho afirmou ao pai que, se algo ruim acontecesse, ele “gostaria de ir embora com uma camisa do Corinthians, uma roupa confortável e tênis”. E assim foi feito.

“Tudo o que filho pedia, o pai atendia dentro do possível. E até o último minuto, isso aconteceu”, revela o assessor de Roberto.

Volta ao Rio

No fim da tarde desta sexta-feira (10/9), Roberto Carlos deixa São Paulo para voltar ao Rio de Janeiro, onde permanecerá em quarentena rígida em seu apartamento na Urca, na Zona Sul da cidade. No mesmo edifício, mora uma das irmãs do cantor, Norma Moreira Braga, de 86 anos, companhia frequente para o Rei, além da equipe de seguranças e assistentes.

“Já é um hábito antigo de Roberto não circular, e por conta da pandemia ele fica ainda mais quietinho dentro de casa”, diz o assessor, acrescentando que o cantor não quis visitar a casa do filho, em São Paulo, após o velório. “Roberto está vivendo o luto dele, então nesse momento ele fala muito pouco. Só depois dará sinal de como deve reagir a isso tudo: se irá seguir num ritmo mais devagar, ou se vai mergulhar de cabeça no trabalho”.

Leia mais:  Bronze nos Jogos Olímpicos, Bruno Fratus se hospeda em badalado hotel paulistano

Você viu?

Filho era melhor amigo

Presença frequente nos shows do pai, Dudu Braga, batizado de Roberto Carlos Braga Segundo (o que rendeu os apelidos de Dudu e Segundinho), é fruto do primeiro casamento do Rei, com Cleonice Rossi. Ele lutava contra um câncer irreversível no peritônio desde setembro de 2020. Em 2019, Dudu já havia passado por dois tratamentos contra câncer de pâncreas.

“Dudu já se tratava contra o câncer desde o último ano, mas ele vinha tendo resultados positivos. Então [a notícia da morte] foi algo que pegou de surpresa a família. Roberto está muito abalado”, conta o assessor. “Roberto e Dudu se falavam sempre, sempre. Diariamente, mais de uma vez por dia, os dois conversavam por telefone. Eram muito próximos mesmo. Dudu acompanhava o pai em tudo. Ele era aquele filho que estava sempre ao lado do pai”.

Dudu Braga estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O radialista de 52 anos deixa a mulher Valeska, com quem era casado há 17 anos e tinha Laura, de 5 anos. Ele também é pai de Giovanna, de 22 anos, e Gianpietro, de 17 anos, filhos de uma relação anterior do produtor.

‘RC na Veia’

Deficiente visual, Dudu nasceu com glaucoma — doença que causa cegueira irreversível — e passou por sete cirurgias ainda na infância. Ele também assinava colunas em revistas musicais, tocava bateria e tinha uma banda chamada “RC na Veia”, em homenagem ao pai cantor e compositor.

Formado em Publicidade, Dudu também era produtor musical, radialista e jornalista. Por mais de dez anos, apresentou o programa “As canções que você fez para mim”, com canções de seu pai, sucesso de audiência nas rádios Nativa e Jangadeiro FM. Na televisão, fez participação na novela “América”, da Rede Globo, e apresentou os programas “Ressoar” — na Rede Record —, “Vida em movimento” — na TV Cultura —, e “Sentidos” — na TV Gazeta e Net Cidade. Em 2002, ganhou o Grammy como produtor musical.

Leia mais:  Rafinha Bastos tira sarro de Jair Bolsonaro comendo pizza em NY: "Bolsotrouxa"

Dudu também se dedicou às ações sociais. Além de ter sido um dos fundadores da ONG “Meninos do Morumbi”, era colaborador nas fundações “Laramara” — Associação Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual — e “Dorina Nowill para cegos”, chegando a ser eleito como personalidade do ano em responsabilidade social pela Revista Época, no ano de 2005.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Rafinha Bastos tira sarro de Jair Bolsonaro comendo pizza em NY: “Bolsotrouxa”

Publicado


source
Rafinha Bastos
Reprodução/Instagram

Rafinha Bastos


Rafinha Bastos  compartilhou uma  foto do chefe do Executivo, acompanhado por ministros e autoridades, fazendo a primeira refeição em solo estadunidense no meio da rua. O motivo, segundo consta, seria driblar a exigência da imunização em locais fechados.

“O Bolsotrouxa chupa as bolas dos americanos durante anos e os caras não deixam ele entrar num restaurante porque não vacinou. Hehahehahe! Que dia!”, escreveu o  humorista e apresentador do podcast “Mais Que Oito Minutos” no Twitter.


Com a interação, um dos internautas divulgou a mensagem do jornalista Guga Chacra, correspondente da GloboNews, que diz: “Não é necessário apresentar comprovante de vacinação para comer nas mesas externas em Nova York. Apenas na parte interna. Logo, Bolsonaro não seria impedido. Foi à pizzaria por opção”.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  'A Fazenda 13': Gui Araújo detona Nego do Borel e diz não acreditar em mudanças
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Neta de Nicette Bruno e Paulo Goulart dará curso sobre seus familiares no teatro

Publicado


source
Vanessa Goulartt
Divulgação

Vanessa Goulartt


A linhagem Bruno Goulart é um verdadeiro patrimônio das artes no Brasil. Ciente disso,  Vanessa Goulartt vai ministrar aulas gratuitas na SP Escola de Teatro, ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado e gerida pela Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap).

A atriz recebeu o convite do coordenador Miguel Arcanjo Prado. “Vanessa Goulartt traz o talento no DNA. É bisneta de Eleonor Bruno, neta de Nicette Bruno e Paulo Goulart, filha de Bárbara Bruno, enteada de Lauro César Muniz e sobrinha de Beth Goulart e Paulo Goulart Filho. Ela estreou nos palcos ainda criança e aprendeu o ofício artístico em família, com quem realizou o icônico projeto Teatro nas Universidades e a administração histórica do Teatro Paiol”, lembrou o jornalista.

Os 'Bruno Goulart' reunidos
Divulgação

Os ‘Bruno Goulart’ reunidos


Sem esconder a ansiedade para começar a turma,  Vanessa revelou que o que chamou a atenção na proposta foi o fato de poder resgatar a cultura por meio da sua trajetória parental. “Acho de extrema relevância que disciplinas teóricas entrem na grade das instituições de ensino. Afinal, a história em nosso país é muito negligenciada. E o que pudermos fazer para mantê-la viva é de suma importância”.

Mais do que isso, ainda recordou o amor que os brasileiros sentem por  Paulo GoulartNicette Bruno, um dos casais mais respeitados da televisão. “Meus avós são muito queridos pelo público por sua experiência televisiva, mas poucos sabem da dimensão da carreira teatral deles, como atores e produtores. Este projeto inova neste sentido”, ressaltou.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana