conecte-se conosco


MATO GROSSO

Governo inaugura ampliação da Escola Estadual Bromildo Lawisch e entrega material didático aos estudantes

Publicado


O Governo de Mato Grosso, através da Secretaria de Estado de Educação, inaugurou nesta segunda-feira (13.09) a ampliação da Escola Estadual Bromildo Lawisch, no município de Itanhangá (475 km de Cuiabá). A unidade ganhou cinco novas salas de aula totalmente climatizadas, além da manutenção das outras seis salas de aula já existentes.

Na cerimônia, que contou com a presença do secretário de Educação Alan Porto e do prefeito da cidade, Edu Pascoski, foi realizada, ainda, a entrega oficial do material didático para os alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio, além do compromisso de ampliação do refeitório, em parceria com o município.

O investimento no novo bloco da unidade foi de R$ 558 mil, sendo R$ 500 mil do Governo do Estado e R$ 58 mil de contrapartida do município.

A obra, uma reivindicação de mais de cinco anos da comunidade, coloca fim a um problema que preocupava os profissionais. Parte dos estudantes ocupava salas alugadas, em outro prédio, que era locado desde 2014 a um custo mensal de R$ 2,1 mil. Ou seja, a ampliação da unidade representa também uma economia de R$ 25,2 mil por ano.

“Há muito tempo precisávamos destas salas. Tínhamos salas superlotadas, alunos em outro prédio em salas pequenas, com problemas no período de chuva, e que precisavam atravessar a rua até para utilizar banheiro”, relata a diretora da escola, Rosimary Aparecida Rodrigues.

Ela enfatiza que os estudantes adoraram o ambiente novo e afirma que a nova estrutura será uma aliada na recuperação da aprendizagem dos estudantes. “Vamos ter um trabalho bem grande e a nova estrutura é um ânimo para os estudantes começarem de novo, depois de um ano e meio parados devido à pandemia”.

Leia mais:  Emissão de cartões de identidade está temporariamente suspensa em Mato Grosso

Ex-diretora da escola, a professora de Ciências Justina Inês, que está na unidade desde 2013, afirma que foram muitos anos de luta até ter o projeto de ampliação da unidade aprovado na gestão do governador Mauro Mendes, em 2019.

“Esse era um sonho para toda escola, para todos os professores e estudantes. Um espaço confortável muda a aprendizagem dos alunos. A escola está linda, pintada, reformada. Dá orgulho. Os estudantes estavam cobrando para voltar para a escola”, declara Justina.

Parceria em destaque

O secretário Alan Porto ressaltou a parceria do Estado com o município, afirmando que desta forma é possível chegar com mais celeridade dentro das escolas.

“Começo a semana de forma muito especial, vendo uma escola atrativa, que faz toda a diferença na educação de qualidade. Temos aqui um espaço digno para o trabalho dos profissionais, para implementar os projetos pedagógicos que visam a recuperação da aprendizagem dos nossos estudantes”.

O secretário reforçou que o Estado age como facilitador, para que a educação de Mato Grosso se transforme em uma das melhores do país. “A educação é uma ação conjunta que inclui os pais, os profissionais, o legislativo, o executivo, toda a sociedade. Afinal, falar em educação é falar do futuro, da família e isso precisamos fazer juntos”.

Enfatizou ainda todas as ações que o Governo do Estado tem implementado para provocar a mudança necessária, com a previsão de investimentos de R$ 936 milhões, até o próximo ano, por meio do Programa Mais MT. Investimentos estes na infraestrutura física e tecnológica e, principalmente, na área pedagógica.

“O governador Mauro Mendes e o vice-governador Otaviano Pivetta implementaram a política fiscal que deu condições para que o Estado hoje faça os maiores investimentos da história. Não há atrasos em pagamentos, em repasses, e aqui, em parceria com o município, conseguimos fazer uma obra em tempo recorde e com um custo baixo. O governo de Mato Grosso tem maturidade e responsabilidade com o dinheiro do contribuinte”.

Leia mais:  Em ação conjunta, Gefron e Polícia Civil recuperam motocicleta que estava em poder de um estrangeiro

O secretário reforçou que o Governo vai continuar avançando na educação, com melhorias na infraestrutura, com formação continuada dos profissionais, com material didático de qualidade. “Nós vamos virar esse quadro, recuperar a aprendizagem dos nossos estudantes, tão prejudicada durante a pandemia, e vamos ser um dos melhores do país na educação. O governador e o vice-governador não vão descansar enquanto isso não acontecer”.

O prefeito Edu Pascoski lembrou que, após o projeto aprovado, a Seduc fez o repasse e o município teve condições de licitar e executar a obra. Aos estudantes, reforçou que o patrimônio é deles e que precisam cuidar do espaço.

“Quero agradecer o governador e o vice-governador, que vêm fazendo uma gestão descentralizada, em parceria com os municípios. E aqui está a prova disso, entregando oficialmente 5 salas de aula. Aqui os recursos são bem aplicados. Agradecemos as parcerias que são realizadas, não só na educação, mas na infraestrutura, nas estradas e rodovias. Obrigado pelo Estado estar presente em Itanhangá”.

Momento histórico

A secretária municipal de Educação, Suzana Bêss, descreveu o momento como histórico. Afirmou que está há 22 anos na rede e nunca houve a oportunidade de sentar e discutir a educação como agora, com redes consolidadas, com gestão compartilhada, com parcerias.

“Estou acompanhando os investimentos e o que tenho a dizer aos estudantes é que aproveitem. Esse momento histórico da educação está nas mãos de vocês. Estão recebendo salas novas, material didático de qualidade, vocês têm professores capacitados. Tem internet na escola. Não percam essa oportunidade de estudar, porque isso ninguém tira de vocês”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governo de MT não assinou contrato de compra de vacina com Instituto Butantan, apenas protocolo de intenção

Publicado


O Governo de Mato Grosso esclarece que assinou um protocolo de intenção de compra de vacinas contra a Covid-19 junto ao Instituto Butantan no início de 2021. A gestão estadual avalia se haverá a necessidade de aquisição futura do imunizante, tendo em vista a disponibilização de vacinas em larga escala pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde.

Até o momento, o Governo do Estado não assinou contrato junto ao Instituto Butantan para a compra de mais doses de vacina.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  CGE e Seplag reúnem órgãos para implantação do Sigadoc
Continue lendo

MATO GROSSO

Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei

Publicado


A secretaria de Estado de Educação esclarece que o redimensionamento da Educação Básica é uma ação de planejamento da rede pública estadual e municipal. É feito com base nas necessidades e particularidades de cada município.

Em Várzea Grande, a Seduc vai ceder o prédio da Escola Heroclito Leôncio Monteiro, no bairro Cristo Rei, para o município de Várzea Grande. O redimensionamento, neste caso, também envolve a Escola Estadual Dom Bosco, localizada na mesma região. Para tirar dúvidas da comunidade escolar e explicar como será essa etapa do redimensionamento, a Seduc realizou uma reunião na unidade nesta terça-feira (21.09).

Hoje, a Escola Heroclito Leôncio Monteiro possui 492 estudantes matriculados, sendo 241 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 251 nos anos finais do Ensino Fundamental.

A Escola Dom Bosco atende 639 alunos, sendo 291 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 348 nos anos finais.

Planejamento para 2022

Recebendo o prédio da Escola Heroclito, a partir de 2022, o planejamento da secretaria municipal de Educação é atender estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e vai abrir matrículas para crianças de 4 e 5 anos.

Além dos 241 alunos dos anos iniciais que já estão na escola, vai receber os 291 da Escola Dom Bosco.

A Escola Dom Bosco continuará atendendo os 348 estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e receberá os 251 dos anos finais da Heroclito.

Entenda o redimensionamento

O redimensionamento cumpre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – 9.394/96), que passou a ser estruturada por etapas e modalidades de ensino, englobando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental obrigatório de nove anos e o Ensino Médio.

Trata-se da organização dos alunos que estão na mesma etapa/modalidade em uma única unidade escolar, otimizando, assim, o espaço existente, ampliando o número de vagas, buscando garantir o acesso à educação básica.

Leia mais:  Novo comandante assume o Batalhão Rotam

O reordenamento das estruturas físicas de educação inclui a cessão de uso de escolas aos municípios, transferência de alunos para outras unidades e entrega dos prédios alugados pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Nos casos da cessão aos municípios, o Governo dará todo suporte, inclusive financeiro, com as reformas necessárias.

Profissionais

O profissional pedagogo pode escolher se permanece na escola que for cedida ao município ou se quer ser atribuído para outra unidade da rede estadual. Vale destacar que o profissional que permanecer na unidade, o Estado fará um termo de cooperação com o município. Esse profissional não terá nenhum prejuízo em sua carreira, continua com o mesmo subsídio e pode participar dos processos seletivos da Seduc.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana