conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Filha de Deborah Secco posa com bolsa de grife de R$ 12 mil

Publicado


source
Maria Flor Secco com os pais
Reprodução/Instagram

Maria Flor Secco com os pais

Com apenas cinco anos, Maria Flor Secco, filha de Deborah Secco e Hugo Moura, posou ao lado dos pais com uma bolsa de grife, da Louis Vitton. No Brasil, a mochila Palm Springs Mini, que aparece nas mãos da menina, custa R$ 11.800. 

O clique da família foi publicado nos stories de Debroah, que revelou ter comprado uma casa em Orlando, nos Estados Unidos. A atriz de 41 anos contou no mês passado que essa era a realização de ‘um grande sonho’. 

“Sempre quis ter uma casa aqui e a compramos. Ela ficou pronta na pandemia, e a gente não conseguiu vir visitar, mas hoje cá estou na minha casinha nova de Orlando”, disse em uma série de vídeos curtos publicados no Instagram.

Ela também contou que a filha, Maria Flor, está empolgada com a casa e não parou de explorá-la desde que colocou os pés nela. O imóvel servirá de base para férias da família em Orlando e também será alugada quando não estiver em uso. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Ivete Sangalo e Daniela Mercury se estranham por conta de política
publicidade

ENTRETENIMENTO

Antônia Fontelle é indiciada após usar termo “paraíba” pejorativamente

Publicado


source
Antônia Fontelle é indiciada por crime de preconceito
Reprodução/Instagram

Antônia Fontelle é indiciada por crime de preconceito

Antonia Fontelle foi indiciada pela Polícia Civil da Paraíba por crime de preconceito. A atriz foi acusada de cometer xenofobia ao comentar as agressões de DJ Ivis à ex Pamella Holanda. Ao falar sobre o caso, a youtuber usou o termo “paraíba” pejorativamente.

Segundo o G1, o inquérito policial concluiu que as atitudes de Fontenelle foram manifestações preconceituosas a todos os paraibanos. O delegado Marcelo Antas Falcone entendeu que o caso se enquadra na Lei do Racismo, que prevê multa por crime de preconceito ou discriminação e pena de reclusão de 1 a 3 anos.

As investigações contaram com o apoio da Polícia Civil do Rio de Janeiro e, durante o interrogatório, disse que usou a expressão para se referir apenas ao DJ. Ela falou que não pretendia ofender a população da Paraíba ou qualquer outro nordestino e também afirma que não quis demonstrar superioridade.

Quando comentou o caso de DJ Ivis, Antonia Fontenelle compartilhou os vídeos das agressões e criticou o produtor musical com falas consideradas preconceituosas. “Esses ‘paraíbas’ fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo. Amanhã vou contatar as autoridades do Ceará para entender porque esse cretino não foi preso”, disse na ocasião.

Com a conclusão das investigações, o caso será enviado para o Ministério Público. O órgão deve adotar as providências cabíveis.

Xenofobia

Essa não foi a primeira vez que Antônia Fontenelle foi acusada de xenofobia. Quando Henri Castelli foi agredido em Alagoas, a youtuber se pronunciou em defesa do ator e fez uma declaração considerada preconceituosa  com o estado e a população de lá.

Leia mais:  Casamento de Leticia Almeida acabou porque ex teria inveja da carreira dela

“Turistas do Brasil, cuidado quando vocês foram para Alagoas, cuidado mulheres com seus maridos, porque eles podem apanhar covardemente, e cuidado homens com suas mulheres, porque elas também podem sofrer alguma violência”, disse.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Documentário de Britney Spears abordará conflito da cantora com o pai

Publicado


source
Jamie Spears travou batalha na Justiça com a própria filha
Reprodução TMZ

Jamie Spears travou batalha na Justiça com a própria filha

A carreira de Britney Spears e sua conturbada relação com o pai, James Spears, será tema central de um novo documentário produzido pela Netflix . Com direção de Erin Lee Carr, o projeto está em andamento há mais de um ano e foi anunciado oficialmente nesta terça-feira, dia 21. Um trailer deve ser lançado nesta quarta-feira, dia 22, mas ainda não há data definida para lançamento.

O teaser de lançamento do filme mostra uma gravação da cantora durante uma conversa com advogados em 2009. No áudio, Britney pede para conversar sobre a tutela de seu pai, que já dura 13 anos. Desde 2008, James controla a vida e os bens da princesinha do Pop. A tutela foi estabelecida quando Britney Spears começou a apresentar problemas de saúde mental em meio ao assédio agressivo de paparazzis, e a cantora chegou a perder a custódia dos filhos. Há mais de um ano, a cantora tenta tirar o pai da tutela e se recusa a realizar apresentações enquanto ele permanece no cargo.

No mês de junho, a artista classificou a decisão judicial que permitia que sei pai continuasse no controle sobre sua vida como abusiva, idiota e constrangedora. Horas antes de se apresentar ao tribunal, Britney chegou a ligar para a polícia de Ventura, na Califórnia, onde mora, para denunciar a situação. Pouco antes da audiência aberta de junho, fãs de Britney também levantaram a hashtag #FreeBritney nas redes sociais, antes da cantora depor pela primeira vez, em audiência aberta, contra a tutela.

Leia mais:  Gabi Brandt diz acreditar na mudança de Saulo Poncio: "Fui muito julgada"
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana