conecte-se conosco


CUIABÁ

Em parceria com CMEI, unidade básica de saúde do Ilza Terezinha Picolli Pagot realiza Dia D de atendimento às crianças

Publicado


Dav Valle

Clique para ampliar

Em uma parceria entre o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Paulo Ronan Ferraz Santos e a Unidade Básica de Saúde Doutor Artaxerxes Nunes da Cunha, localizados no Residencial Ilza Terezinha Picolli Pagot, a UBS abriu suas portas durante todo o dia deste sábado (25) para atender aos 239 alunos da unidade escolar, crianças de 0 a 5 anos, do berçário à pré-escola.

Neste Dia D de atendimento pediátrico, todas elas passaram pelo atendimento com os enfermeiros, que pesaram e mediram a altura da criança; dentistas, que fizeram a limpeza com flúor, orientação às crianças e aos pais sobre a prevenção da cárie e da gengivite, além da entrega de kits educativos sobre a higiene bucal, com folheto com desenhos para colorir, giz de cera e frutas; consulta médica, além de atualização da caderneta de vacinação. Aqueles que são beneficiários do Bolsa Família também puderam atualizar os dados em relação à saúde das crianças. 

A diretora do CMEI Paulo Ronan, Rosângela de Jesus Souza Pereira, explica que a ação encerrou as atividades do projeto “Alimentação, Higiene e Saúde”, desenvolvido ao longo dos últimos meses com a comunidade escolar. “Nós pensamos nesse projeto exatamente para prevenir e trabalhar o tema de forma lúdica e mostrar também para a família a necessidade do cuidado com a saúde. Nós viemos aqui conversar com a Welignem [gerente da UBS] para firmar uma parceria para atender essas crianças de forma humanizada. Ela abriu as postas da UBS e nós fizemos o convite para os pais”, relata. 

Dentro dessa parceria, a dentista Gitana Moraes também elaborou um vídeo educativo sobre a higiene bucal, que foi utilizado pelas professoras de todas as turmas para abordar questões como alimentação saudável, cárie, gengivite e escovação. No atendimento presencial deste sábado (25), as orientações foram reforçadas com a entrega de kits educativos (livro de desenhos para colorir com giz de cera e frutas. “A gente está fazendo a palestra e depois disso eles passam por avaliação pra gente ver a necessidade de cada um, juntamente com a entrega do kit de saúde bucal e das frutas, para estimular a criança a substituir o doce pela fruta. O pessoal da creche é bem envolvido e está estimulando os pais a acompanhar e as crianças também estão bem participativas”, disse a dentista Gitana Moraes. 

Leia mais:  Nova travessia de concreto facilitará o acesso entre os bairros Planalto e Novo Horizonte

De acordo com a gerente da unidade, a enfermeira Welignem Leite da Silva, não é a primeira vez que ocorre a parceria com o CMEI. No ano passado, a equipe de saúde esteve presente na rematrícula dos alunos, verificando os cartões de vacinação e atualizando daqueles que fosse necessário. “Para nós, é gratificante ver um movimento desse num sábado, com tantas crianças e os pais interessados. Nós estávamos preocupados porque muitas crianças estavam com vacinas atrasadas. Todos os funcionários estão muito animados em participar desse atendimento”, afirma.

Mães elogiam ação

Tanto entre profissionais quanto entre as mães dos pacientes, a iniciativa de fazer um tratamento completo de saúde para as crianças, no final de semana que antecede o retorno das aulas presenciais no modelo híbrido, traz um impacto positivo nesse contexto de pandemia e mais segurança para que as crianças voltem ao convívio escolar. 

Luciene Dias dos Santos e Neilton Rodrigues de Oliveira levaram os filhos gêmeos Alice Gabriele dos Santos Oliveira e André Roberto dos Santos Oliveira, de 4 anos, alunos do Jardim 2, para passar pelo atendimento na unidade de saúde. “Eu achei uma oportunidade muito grande para todas as mães estar trazendo nossos filhos e muito interessante porque, no meu caso, trabalho e não tenho tempo. Hoje foi um grande dia especial para estar vindo aqui. Nessa pandemia então, ficou mais difícil e hoje estou trazendo meus filhos, que passaram pelo dentista, médico, foram pesados, fizeram a atualização do Bolsa Família. Graças a Deus, a saúde deles está boa. Eles vão voltar pra creche, eu estava esperando muito que voltasse porque eu preciso trabalhar e ajudar meu esposo, então, pra mim esse dia aqui foi muito importante”, comentou. 

Leia mais:  HMC atende a 90 pacientes oriundos de 44 municípios de Mato Grosso

Quem também aprovou o atendimento diferenciado foi a assistente administrativo Andreza Abreu, que levou a filha Antonella Abreu Boaventura, de 3 anos, que estuda no Jardim 1. “Eu achei ótimo devido a ser sábado porque a gente trabalha a semana inteira, vai começar as aulas na segunda e, às vezes, dia de semana é corrido e a gente não tem tempo de atualizar o dentista e as vacinas, então, eu achei excelente. Na pandemia, eu fiquei com medo, mas toda vez que precisei foi ótimo porque esse postinho aqui é horário estendido e eu chegava do serviço e já trazia e sempre foi seguro. Como ela, os coleguinhas também estão passando por esse atendimento para começar as aulas todos seguros e eles aprendem os cuidados desde pequeno”. 

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

HMC atende a 90 pacientes oriundos de 44 municípios de Mato Grosso

Publicado


Luiz Alves/Secom

Clique para ampliar

Censo realizado nesse sábado (23) revela que o Hospital Municipal de Cuiabá Dr. Leony Palma de Carvalho – HMC mantém internados 90 pacientes vindos de 44 municípios do interior de Mato Grosso. Os que mais têm munícipes sendo atendidos no HMC são Várzea Grande (15 pacientes), Diamantino, Tangará da Serra, Rosário Oeste (5 pacientes cada), Brasnorte (4 pacientes), Arenápolis, Barra do Bugres, Rondonópolis, Sapezal e Sinop (3 pacientes cada), Campo Verde, Colniza, Nobres, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Santo Antônio de Leverger e Vila Rica (2 pacientes cada). As cidades de Chapada dos Guimarães, Comodoro, Paranatinga, Nova Lacerda, Juruena, Lucas do Rio Verde, Tabaporã, Aripuanã, Juína, Lambari D’Oeste, Nova Olímpia, Cotriguaçu, Porto Estrela, Nova Marilândia, Confresa, Santo Ângelo, Nova Bandeirantes, Acorizal, Colíder, Sorriso, Água Boa, Cáceres, Juara, Poconé, Nova Nazaré, Jaciara e Matupá também não puderam oferecer a assistência necessária a seus munícipes, que foram acolhidos no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC). 

Esses pacientes ocupam 40,9% dos leitos de enfermaria adulto e pediátrica, UTI adulto e pediátrica e do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) da unidade, sem contar a urgência e emergência. 

Desde o início da pandemia de covid-19, o HMC tem atuado em seu limite máximo de capacidade, atendendo a pacientes de Cuiabá, do interior e, por vezes, até mesmo de estados vizinhos, uma vez que o sistema de saúde ficou voltado majoritariamente para casos de covid-19 e o HMC tem mantido os demais atendimentos. 

O diretor da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP), que administra o HMC, Vinícius Gatto, relata que, mesmo não sendo o fluxo regular, por vezes o HMC tem recebido demandas de porta aberta. “É corriqueiro chegar à porta do novo Pronto Socorro ambulâncias que vêm do interior com pacientes que sequer foram encaminhados pela Central de Regulação Estadual e que não conseguiram atendimento em suas cidades de origem. Para não negar atendimento e salvar vidas, recebemos essas pessoas que precisam de ajuda”, afirma. 

Leia mais:  Evento 'Beco das Crianças' é adiado por causa da chuva

O diretor destaca ainda que há seis pacientes internados no HMC que já poderiam ter voltado para suas casas, o que não foi possível pois estão à espera do serviço de home care, de responsabilidade do governo estadual. “Enquanto esses pacientes não são liberados, a admissão de novos pacientes na internação fica prejudicada e muitos pacientes ficam aguardando na urgência e emergência, mas sempre recebendo toda a assistência”, relata o gestor da unidade hospitalar.  Em relação a esses pacientes, e equipe gestora do HMC entrou em contato com reguladores da Central de Regulação do Estado neste final de semana, inclusive convidando-os para verificar in loco a realidade e encontrar uma solução conjunta. Depois dessa interlocução, dois pacientes já estão sendo encaminhados para o serviço de home care.

Desde a inauguração total, em 2019, até a segunda semana de outubro de 2021, o HMC realizou 106.968 atendimentos, sendo 56.355 de urgência e emergência, 33.593 no ambulatório, 14.993 nas internações e UTIs, 407 no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), 2.027 no setor de Pediatria. Também foram realizados 13.465 cirurgias e 1.123.191 exames. A unidade hospitalar também conta, desde julho de 2020, com o Espaço de Acolhimento da Mulher Vítima de Violência, que já ultrapassou 400 acolhimentos às mulheres e seus filhos. Mais recentemente, com a transferência do programa SOS AVC do São Benedito (que ficou exclusivo para casos de covid-19, em março de 2021) para o HMC, 267 pacientes já tiveram suas vidas salvas pela equipe especializada, algo único em todo o estado. 

Além disso, o HMC tem oferecido serviços de qualidade, mesmo sem contar com o cofinanciamento do governo do Estado. Somente no último 29 de setembro é que a Comissão Intergestores Bipartite (CIB) aprovou a pactuação de 40 leitos de UTI adulto no HMC. Antes disso, a Prefeitura de Cuiabá é que vinha custeando toda a estrutura, contando apenas com aporte da União, ao passo que o financiamento deveria ser tripartite, ou seja, federal, estadual e municipal. 

Leia mais:  USF São João Del Rey e Novo Milênio realiza 'Dia D' de consultas e exames preventivos do câncer

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Evento ‘Beco das Crianças’ é adiado por causa da chuva

Publicado


A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Lazer, informa que devido a forte chuva irá suspender o evento ‘Beco das Crianças’ , que iria  ocorrer na tarde deste deste domingo (24). Uma nova data para realização do evento será marcada e divulgada em breve.  A programação conta com a parceria do grupo artístico Tibanaré.  E o fomento a valorização da cultura cuiabana é parte da gestão Emanuel Pìnheiro

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Procon Cuiabá orienta idosos sobre a importunação e excessos por parte das empresas operadoras de crédito
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana