conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Edna Freeman vibra com a ida do ex-BBB e conterrâneo Gil do Vigor à Califórnia

Publicado


source
Gil do Vigor e Edna Freeman
Reprodução/Instagram

Gil do Vigor e Edna Freeman


A atriz, escritora e influenciadora digital  Edna Freeman ficou muito feliz com a notícia de que o  ex-BBB Gil do Vigor iniciou o seu doutorado em Economia em uma universidade, localizada em Davis, a 104 km de onde mora.

“Aqui dá para estudar de graça. E para aqueles que ficam o tempo integral, o governo ainda dá dinheiro para ajudar nos materiais. É uma bênção”, começou dizendo ela, que faz parte do time dos que sonharam alto e se deram bem.


Você viu?

É que, ao explorar novos rumos para o mercado de trabalho, a  recifense acabou conhecendo o City College e se matriculando no curso de Psicologia. “É um compromisso de desenvolvimento pessoal que exige tempo e dedicação”, pontuou.

Ainda durante o bate-papo, lembrou que, na eleição presidencial de 2016, houve propostas para a faculdade comunitária gratuita universal, mas a “cidade que a acolheu” foi além e, em janeiro de 2017, transformou o projeto em realidade para todos os moradores.

Edna na campanha da Community Colleges of California
Reprodução/Instagram

Edna na campanha da Community Colleges of California


Coincidentemente, Freeman foi escolhida como garota-propaganda da recém-lançada ação publicitária de Community Colleges of California, as faculdades comunitárias da Califórnia, que têm como missão fornecer aos alunos a formação e o conhecimento necessários para competir no mercado atual. “Participei como modelo e atriz e adorei o resultado”, declarou.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Gabi Brandt diz acreditar na mudança de Saulo Poncio: "Fui muito julgada"
publicidade

ENTRETENIMENTO

Antônia Fontelle é indiciada após usar termo “paraíba” pejorativamente

Publicado


source
Antônia Fontelle é indiciada por crime de preconceito
Reprodução/Instagram

Antônia Fontelle é indiciada por crime de preconceito

Antonia Fontelle foi indiciada pela Polícia Civil da Paraíba por crime de preconceito. A atriz foi acusada de cometer xenofobia ao comentar as agressões de DJ Ivis à ex Pamella Holanda. Ao falar sobre o caso, a youtuber usou o termo “paraíba” pejorativamente.

Segundo o G1, o inquérito policial concluiu que as atitudes de Fontenelle foram manifestações preconceituosas a todos os paraibanos. O delegado Marcelo Antas Falcone entendeu que o caso se enquadra na Lei do Racismo, que prevê multa por crime de preconceito ou discriminação e pena de reclusão de 1 a 3 anos.

As investigações contaram com o apoio da Polícia Civil do Rio de Janeiro e, durante o interrogatório, disse que usou a expressão para se referir apenas ao DJ. Ela falou que não pretendia ofender a população da Paraíba ou qualquer outro nordestino e também afirma que não quis demonstrar superioridade.

Quando comentou o caso de DJ Ivis, Antonia Fontenelle compartilhou os vídeos das agressões e criticou o produtor musical com falas consideradas preconceituosas. “Esses ‘paraíbas’ fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo. Amanhã vou contatar as autoridades do Ceará para entender porque esse cretino não foi preso”, disse na ocasião.

Com a conclusão das investigações, o caso será enviado para o Ministério Público. O órgão deve adotar as providências cabíveis.

Xenofobia

Essa não foi a primeira vez que Antônia Fontenelle foi acusada de xenofobia. Quando Henri Castelli foi agredido em Alagoas, a youtuber se pronunciou em defesa do ator e fez uma declaração considerada preconceituosa  com o estado e a população de lá.

Leia mais:  Ingrid Guimarães deixa a Globo após 28 anos

“Turistas do Brasil, cuidado quando vocês foram para Alagoas, cuidado mulheres com seus maridos, porque eles podem apanhar covardemente, e cuidado homens com suas mulheres, porque elas também podem sofrer alguma violência”, disse.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Documentário de Britney Spears abordará conflito da cantora com o pai

Publicado


source
Jamie Spears travou batalha na Justiça com a própria filha
Reprodução TMZ

Jamie Spears travou batalha na Justiça com a própria filha

A carreira de Britney Spears e sua conturbada relação com o pai, James Spears, será tema central de um novo documentário produzido pela Netflix . Com direção de Erin Lee Carr, o projeto está em andamento há mais de um ano e foi anunciado oficialmente nesta terça-feira, dia 21. Um trailer deve ser lançado nesta quarta-feira, dia 22, mas ainda não há data definida para lançamento.

O teaser de lançamento do filme mostra uma gravação da cantora durante uma conversa com advogados em 2009. No áudio, Britney pede para conversar sobre a tutela de seu pai, que já dura 13 anos. Desde 2008, James controla a vida e os bens da princesinha do Pop. A tutela foi estabelecida quando Britney Spears começou a apresentar problemas de saúde mental em meio ao assédio agressivo de paparazzis, e a cantora chegou a perder a custódia dos filhos. Há mais de um ano, a cantora tenta tirar o pai da tutela e se recusa a realizar apresentações enquanto ele permanece no cargo.

No mês de junho, a artista classificou a decisão judicial que permitia que sei pai continuasse no controle sobre sua vida como abusiva, idiota e constrangedora. Horas antes de se apresentar ao tribunal, Britney chegou a ligar para a polícia de Ventura, na Califórnia, onde mora, para denunciar a situação. Pouco antes da audiência aberta de junho, fãs de Britney também levantaram a hashtag #FreeBritney nas redes sociais, antes da cantora depor pela primeira vez, em audiência aberta, contra a tutela.

Leia mais:  A Fazenda 13: Solange Gomes 'entrega' casais no reality show
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana