conecte-se conosco


MATO GROSSO

Edital MT Preservar financia recuperação de imóveis tombados em municípios mato-grossenses

Publicado


A preservação do patrimônio histórico e cultural ganha uma importante fonte de financiamento em Mato Grosso. Nesta quinta-feira (09.09), o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), lançou o edital MT Preservar, que vai financiar a recuperação e requalificação de bens imóveis tombados, público e privados. O investimento total é de R$ 3 milhões para atendimento de propostas que variam de R$ 50 mil a R$ 300 mil, distribuídas em três lotes de acordo com o tipo de proponente. 

“Esse é um dia muito importante para nós. Há mais de 20 anos que não existe uma política pública voltada especificamente para essa pauta de preservação do patrimônio histórico em todos os cantos de Mato Grosso. Agradeço ao governador Mauro Mendes por acreditar na grandiosidade do edital MT Preservar, nos demais recém-lançados e em outros que serão lançados em breve, garantindo investimentos reais na cultura mato-grossense”, celebra o titular da Secel, Aberto Machado, o Beto Dois a Um.

A seleção pública contemplará imóveis pertencentes a pessoas físicas, organizações sociais e prefeituras em todo o Estado.

“É um recurso para recuperar os bens tombados e que também valoriza a memória, para que a população tenha acesso à história de Mato Grosso contada por meio desses bens materiais. Sabemos que há muitos imóveis tombados por todo o Estado, e esse edital é só o começo, um início que vai jogar uma luz sobre a importância da preservação desses bens que contam a nossa história e valorizam a nossa memória”, destaca o secretário adjunto de Cultura da Secel, Jan Moura.

Reconhecidos como formadores da identidade cultural mato-grossense, todos os imóveis tombados, isoladamente ou em conjunto, e que estejam localizados em Mato Grosso, podem participar da seleção pública. Serão considerados tombamentos dos três âmbitos federativos: municipal, estadual e federal.

Leia mais:  Barra do Garças adere ao Mais MT Muxirum e as aulas começam na próxima semana

Para o superintendente de Preservação do Patrimônio Histórico e Museológico, Robinson Carvalho, o edital traz benefícios à população em geral e aos proprietários dos imóveis tombados, bem como oportunidades de trabalho aos profissionais de arquitetura e urbanismo. 

“As obras a serem contempladas exigem um acompanhamento técnico apurado. E o profissional de arquitetura e urbanismo é uma peça fundamental para isso, é ele que vai elaborar e acompanhar o projeto até a prestação de contas. Da contratação dos profissionais de arquitetura à placa da obra, tudo está previsto no edital, justamente para garantir a qualificação e legalidade da obra, ajudando a salvaguardar o patrimônio dos diversos municípios mato-grossenses que possuem bens tombados”.

Dentre os itens que podem ser propostos para obter o financiamento estão a recuperação de fachadas e coberturas, instalações elétricas, hidrossanitárias e de prevenção contra incêndio, obras de acessibilidade, intervenções para proteção de ruínas, projetos de arquitetura, e outros.

As inscrições seguem abertas até o dia 13 de outubro de 2021. O formulário para apresentação da proposta e respectivas documentações, que incluem comprovante de propriedade ou de posse do imóvel, devem entregues em envelope lacrado no Protocolo da Secel, em Cuiabá. Também é possível encaminhar a documentação via Correios, desde que possua registro de entrega dentro do prazo estabelecido. 

O edital e anexos estão disponíveis no site da Secel. Link direto aqui.

O que é um tombamento

O tombamento é um conjunto de ações realizadas pelo poder público com o objetivo de preservar, por meio de legislação específica, bens culturais de valor histórico, cultural, arquitetônico e ambiental, impedindo que venham a ser demolidos, destruídos ou mutilados. 

O patrimônio histórico e cultural de Mato Grosso abrange, além de imóveis oficiais, como igrejas e locais de uso público, diversos imóveis particulares. 

Leia mais:  Levantamento do Ciman aponta que focos de calor diminuíram na Amazônia, Cerrado e Pantanal

Serviço

Inscrições edital MT Preservar

Prazo: de 09 de setembro a 13 de outubro de 2021

Acesso ao edital: www.secel.mt.gov.br/editais

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Barra do Garças adere ao Mais MT Muxirum e as aulas começam na próxima semana

Publicado


Barra do Garças aderiu ao programa Mais MT Muxirum, que visa erradicar o analfabetismo entre pessoas com mais de 15 anos, nos próximos 5 anos. As aulas no município começam na próxima semana. Esse ano a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) propôs a parceria a 60 municípios.

Luziane Damasceno, uma das coordenadoras do programa em Barra do Garças, trabalha com alfabetização há 22 anos e afirma que o Mais MT Muxirum proporciona uma troca constante de conhecimento. “A gente chega lá para ensinar, mas, na verdade, eles também nos ensinam, pois trazem consigo uma bagagem que faz parte da vivência de cada um. Para mim, é um privilégio estar no Mais MT Muxirum, a alfabetização é minha paixão, tive a oportunidade de conviver e aprender com cada um dos meus estudantes”.

Ela afirma que o trabalho é desafiador e gratificante. “Trabalhar com eles, o que eles vivem dentro do contexto da leitura e da escrita é gratificante. É difícil finalizar, porque são seis meses, mas a gente cria ali um vínculo afetivo muito grande, relacionamentos tão profundos que eles permanecem após o programa”.

Édina Leocádio da Silva, também coordenadora do programa em Barra do Garças, enfatiza que o Mais MT Muxirum é importante para a sociedade pois traz a alfabetização para aqueles que não tiveram oportunidade.

“Nós tivemos, aqui na secretaria, no primeiro dia de inscrição, um casal de idosos que veio pedir para ser alfabetizado. A senhora queria tanto que o esposo lesse, ela tentou ensiná-lo, mas após um mês ela não conseguiu. Nós estamos dispostas e empolgadas para ajudá-los, são nossos primeiros aluninhos, tiramos uma foto deles, vai ficar no coração mesmo”.

Leia mais:  Sexta-feira (24): Mato Grosso registra 534.111 casos e 13.762 óbitos por Covid-19

Aprender para ensinar

Para Maria Aparecida Lopes dos Santos, o Mais MT Muxirum é uma oportunidade para reaprender a ler e escrever e, assim, ajudar na alfabetização de seu filho.

“Eu já fui alfabetizada, mas com o tempo fui esquecendo, consigo ler mais ou menos, mas escrevo muito errado. Quando vi o Mais MT Muxirum pensei logo no meu filho. Ele teve muitas crises convulsivas, por causa da meningite, e, por isso, tem dificuldade no aprendizado. Às vezes a professora passa tarefa e eu não dou conta de ensinar ele. Com o programa vou aprender e poder ajudá-lo”, afirma a mãe.

Com turmas reduzidas entre 10 e 15 pessoas, nesta primeira etapa, a meta do Governo do Estado é atingir 48 mil estudantes.

Em Barra do Garças, as turmas continuam sendo formadas com a busca ativa realizada pelos alfabetizadores.

Parceria

Secretário de Estado de Educação, Alan Porto ressalta a importância da parceria do município de Barra do Garças para implementar projetos e ações que visam transformar a educação.

“O Mais MT Muxirum é um programa desenvolvido em regime de colaboração com os municípios e, em Barra do Garças, temos muito apoio do prefeito Adilson Macedo e do vice-prefeito e secretário de educação, Sivirino Sousa. Estamos fortalecendo essas parcerias e, sem dúvida alguma, os resultados serão referência para todo o Estado”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Sexta-feira (24): Mato Grosso registra 534.111 casos e 13.762 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (24.09), 534.111 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.762 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 512 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 534.111 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 3.563 estão em isolamento domiciliar e 516.016 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 125 internações em UTIs públicas e 80 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 33,33% para UTIs adulto e em 13% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (110.401), Várzea Grande (37.649), Rondonópolis (37.565), Sinop (25.805), Sorriso (18.165), Tangará da Serra (17.678), Lucas do Rio Verde (15.570), Primavera do Leste (14.670), Cáceres (11.784) e Barra do Garças (10.552).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na quinta-feira (23.09), o Governo Federal confirmou o total de 21.308.178  casos da Covid-19 no Brasil e 592.964 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha de 21.283.567 casos da Covid-19 no Brasil e 592.316 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta sexta-feira (24.09).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Leia mais:  Barra do Garças adere ao Mais MT Muxirum e as aulas começam na próxima semana

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana