conecte-se conosco


MATO GROSSO

Cururueiro se inscreve no Mais MT Muxirum para poder escrever os segredos da viola

Publicado


“Me interesso em escrever meus segredos”. Esse é o desejo que Martinho Leme de Moraes, mestre artesão de Viola de Cocho, relata ao se matricular, em Barra do Bugres, em uma das turmas do Mais MT Muxirum, programa do Governo do Estado, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT).

Natural de Acorizal e cururueiro desde menino, Martinho relata que foi pela devoção que aprendeu a arte de fabricar e tocar a viola com o pai e avô. “Eu sigo esse movimento da viola de cocho. Como tudo que sei veio do meu pai, primeiro a gente aprendia a fé e a adoração e como não tinha petróleo, nós tínhamos como sustento a fabricação de moinho e pilão para vender”.

Aos 84 anos, lendo poucas palavras e sabendo escrever seu nome, engana-se quem pensa que essa é a primeira vez que trata dos estudos como uma barreira a vencer. Pelo olhar curioso, foi em forma de troca de cartas com uma das professoras, ‘no tempo’ que seus sete filhos frequentavam a escola, que ele conheceu algumas palavras.

Com data marcada para voltar a escrever, Martinho se mostra radiante com a nova oportunidade de aprender. As aulas começam no dia 14 de setembro.

“Eu não tenho a leitura, mas não sou bobo. Sou curioso. Quando as crianças iam para escola elas sempre traziam a cartinha com uma letrinha ou outra para eu aprender. Meu desejo é colocar nas palavras que o segredo da viola não é bater”.

A matrícula de Martinho foi comemorada pela coordenadora Municipal de Educação e Cultura e alfabetizadora do programa Mais MT Muxirum, Papy Nascimento. Tendo como espaço o quintal da sua casa, ela conduzirá o aprendizado de duas turmas de 10 alunos.  

Leia mais:  MT Prev leva atendimento presencial a servidores da região de Cáceres

“A cultura pantaneira é algo que estamos sempre apresentando aos mais novos como algo importante de se conhecer. Ter ‘Seo’ Martinho na turma é forma de enxergarmos essa troca de conhecimento, uma chance de fazer isso acontecer. Como referência do Cururu mato-grossense, é de se admirar o que de fato o motiva a aprender”, conta a coordenadora.

“Não tem lugar que eu não canto, gosto de fazer parte dessa escritura. Poder continuar incentivando os mais novos na arte da viola é o que me motiva a escrever. Agradeço por ter essa oportunidade”, finaliza Martinho.

O programa

O Programa Mais MT Muxirum – palavra do tupi guarani que significa “mutirão”, “fazer juntos” – possui o desafio de erradicar o analfabetismo entre pessoas com mais de 15 anos, no Estado de Mato Grosso, nos próximos cinco anos.

Com investimentos de R$ 14,7 milhões ao ano, só no segundo semestre de 2021, a expectativa é atender mais de 48 mil pessoas em 60 municípios.

O Mais MT Muxirum contará com mais de 100 coordenadores e mais de 3 mil alfabetizadores.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Sexta-feira (24): Mato Grosso registra 534.111 casos e 13.762 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (24.09), 534.111 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.762 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 512 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 534.111 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 3.563 estão em isolamento domiciliar e 516.016 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 125 internações em UTIs públicas e 80 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 33,33% para UTIs adulto e em 13% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (110.401), Várzea Grande (37.649), Rondonópolis (37.565), Sinop (25.805), Sorriso (18.165), Tangará da Serra (17.678), Lucas do Rio Verde (15.570), Primavera do Leste (14.670), Cáceres (11.784) e Barra do Garças (10.552).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na quinta-feira (23.09), o Governo Federal confirmou o total de 21.308.178  casos da Covid-19 no Brasil e 592.964 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha de 21.283.567 casos da Covid-19 no Brasil e 592.316 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta sexta-feira (24.09).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Leia mais:  SES recebe doação de 15 mil litros de álcool 70% da indústria

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

MT Prev leva atendimento presencial a servidores da região de Cáceres

Publicado


Em sua terceira edição, o MT Prev Itinerante esteve em Cáceres (217 km da capital), nesta quinta-feira (23.09). O encontro com os servidores da região foi realizado na Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), no Auditório Edival dos Reis. A ação já passou por Barra do Garças e Alta Floresta.

Para não perder a oportunidade, a professora e secretária da Escola Estadual Benedito Cesário da Cruz, Cláudia Lúcia Pinto, de Mirassol d’Oeste (297 km de Cuiabá) percorreu 80 quilômetros até Cáceres para tirar várias dúvidas pessoalmente.

“O evento MTPrev Itinerante foi uma iniciativa extremamente importante, pois além de nos permitir uma maior aproximação com o órgão, o evento foi ótimo para esclarecer nossas dúvidas em relação aos procedimentos realizados pelo órgão, como emissão de declaração e certidão de tempo de contribuição, averbação de tempo de serviço e as novas regras de aposentadoria. Parabéns à toda a equipe do MTPrev!”, destacou.

O diretor-presidente do MT Prev, Elliton Oliveira de Souza, que também esteve presente no encontro, diz que o intuito do projeto é exatamente aproximar a autarquia dos seus beneficiários. “Queremos que o servidor do estado possa conhecer o MT Prev e saber que pode nos procurar a qualquer momento, mesmo antes da aposentadoria”, afirma.

No encontro, as servidoras Gasparina Castro, Kalliane Pereira e Vanessa Oliveira, além do diretor presidente, levaram conhecimento sobre a estrutura do MT Prev, previdência complementar e sobre os serviços online da autarquia, como simulação de aposentadoria, averbação de tempo de contribuição, novas regras de aposentadoria e de pensão por morte, além de instruções sobre vida funcional.

Supervisão: Alline Barros

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  21ª Companhia Independente de Polícia Militar tem novo comando
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana