conecte-se conosco


MATO GROSSO

MT Escola de Teatro apresenta Mostra de Cenas Online com o tema obsolescência programada

Publicado


Em mais uma edição online por causa da pandemia, a Mostra de Cenas da MT Escola de Teatro apresenta ao público o resultado do aprendizado do curso superior oferecido em Mato Grosso. Com acesso virtual gratuito, as peças serão exibidas no canal do Youtube da MT Escola de Teatro, no próximo sábado (21.08), às 19h.

“Nesse momento de dores é a arte que nos salva. Assistir a Mostra é importante pois nos permitirá voltar a nos sentir gente. A poder chorar, sorrir, gargalhar, dançar, enfim. A arte é a ferramenta que nos faz seres humanos melhores. O formato online é a maneira que temos hoje de respeitar o distanciamento social e trazer uma maior qualidade de vida a essas pessoas”, afirma Flávio Ferreira, diretor artístico da MT Escola de Teatro. 

Na Mostra de Cenas, os alunos do Curso Superior de Tecnologia em Teatro colocam em prática as aulas da graduação. Serão apresentadas três cenas elaboradas por núcleos de pesquisa das sete áreas de ênfases oferecidas pela Escola: atuação, cenografia e figurino, direção, dramaturgia, iluminação, produção e sonoplastia.

Todas as peças tratam do conceito de obsolescência programada, uma técnica utilizada por fabricantes para forçar a compra de novos produtos mesmo que os anteriores estejam em perfeitas condições de funcionamento. O evento também aborda a questão do acúmulo de lixo eletrônico, outro problema causado pelo método de obsolescência programada.

Com duração de aproximadamente 20 minutos cada uma, as peças ‘O fim de um lugar’, ‘Floresta Encantada’ e ‘Isolarompe’ apresentam e questionam o contexto das obsolescências.

Serviço

III Mostra de Cenas Online da MT Escola de Teatro

Data: sábado (21.08), às 19h

Leia mais:  Governo de MT não assinou contrato de compra de vacina com Instituto Butantan, apenas protocolo de intenção

Transmissão gratuita: Canal de Youtube da MT Escola de Teatro (Ative o lembrete na plataforma) 

O curso de Teatro 

O Curso Superior de Tecnologia em Teatro é oferecido pela MT Escola de Teatro por meio da parceria entre Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), a Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap) e a Associação Cultural Cena Onze. 

Na graduação, o estudante escolhe uma das sete áreas de ênfase, na qual deseja se especializar: Atuação, Cenografia e Figurino, Direção, Dramaturgia, Iluminação, Sonoplastia e Produção Cultural. Após a conclusão de quatro módulos de ensino, o estudante recebe a formação de tecnólogo.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governo de MT não assinou contrato de compra de vacina com Instituto Butantan, apenas protocolo de intenção

Publicado


O Governo de Mato Grosso esclarece que assinou um protocolo de intenção de compra de vacinas contra a Covid-19 junto ao Instituto Butantan no início de 2021. A gestão estadual avalia se haverá a necessidade de aquisição futura do imunizante, tendo em vista a disponibilização de vacinas em larga escala pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde.

Até o momento, o Governo do Estado não assinou contrato junto ao Instituto Butantan para a compra de mais doses de vacina.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Quarta-feira (22): Mato Grosso registra 533.153 casos e 13.746 óbitos por Covid-19
Continue lendo

MATO GROSSO

Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei

Publicado


A secretaria de Estado de Educação esclarece que o redimensionamento da Educação Básica é uma ação de planejamento da rede pública estadual e municipal. É feito com base nas necessidades e particularidades de cada município.

Em Várzea Grande, a Seduc vai ceder o prédio da Escola Heroclito Leôncio Monteiro, no bairro Cristo Rei, para o município de Várzea Grande. O redimensionamento, neste caso, também envolve a Escola Estadual Dom Bosco, localizada na mesma região. Para tirar dúvidas da comunidade escolar e explicar como será essa etapa do redimensionamento, a Seduc realizou uma reunião na unidade nesta terça-feira (21.09).

Hoje, a Escola Heroclito Leôncio Monteiro possui 492 estudantes matriculados, sendo 241 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 251 nos anos finais do Ensino Fundamental.

A Escola Dom Bosco atende 639 alunos, sendo 291 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 348 nos anos finais.

Planejamento para 2022

Recebendo o prédio da Escola Heroclito, a partir de 2022, o planejamento da secretaria municipal de Educação é atender estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e vai abrir matrículas para crianças de 4 e 5 anos.

Além dos 241 alunos dos anos iniciais que já estão na escola, vai receber os 291 da Escola Dom Bosco.

A Escola Dom Bosco continuará atendendo os 348 estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e receberá os 251 dos anos finais da Heroclito.

Entenda o redimensionamento

O redimensionamento cumpre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – 9.394/96), que passou a ser estruturada por etapas e modalidades de ensino, englobando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental obrigatório de nove anos e o Ensino Médio.

Trata-se da organização dos alunos que estão na mesma etapa/modalidade em uma única unidade escolar, otimizando, assim, o espaço existente, ampliando o número de vagas, buscando garantir o acesso à educação básica.

Leia mais:  Novo comandante assume o Batalhão Rotam

O reordenamento das estruturas físicas de educação inclui a cessão de uso de escolas aos municípios, transferência de alunos para outras unidades e entrega dos prédios alugados pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Nos casos da cessão aos municípios, o Governo dará todo suporte, inclusive financeiro, com as reformas necessárias.

Profissionais

O profissional pedagogo pode escolher se permanece na escola que for cedida ao município ou se quer ser atribuído para outra unidade da rede estadual. Vale destacar que o profissional que permanecer na unidade, o Estado fará um termo de cooperação com o município. Esse profissional não terá nenhum prejuízo em sua carreira, continua com o mesmo subsídio e pode participar dos processos seletivos da Seduc.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana