conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Latino assume que perdeu R$ 30 milhões em corridas de cavalo: “Quebrei”

Publicado


source
Latino perde milhões em corrida de cavalos
Reprodução/Instagram

Latino perde milhões em corrida de cavalos


Latino assumiu que já foi viciado em corridas de cavalo e que chegou a perder R$ 30 milhões por causa de apostas altas que fazia. Em entrevista ao podcast Inteligência Ltda, ele contou que por causa das dívidas teve que vender todos os seus bens. “Eu ganhei muito dinheiro de 1992 a 1996. Foi, assim, milhões. Gravei na gringa, enfim… Muito sucesso. Consequentemente, muitas mulheres, shows e filhos. Era muito jovem, não tinha a cabeça que eu tenho hoje e me viciei em corrida de cavalos. Perdi tudo. Por baixo, perdi uns R$ 30 milhões por baixo por causa das apostas altas”, contou o artista, lembrando também que deixava até de fazer shows, às vezes, para fazer as mais apostas.


“A energia de jogo é muito ruim. Quebrei, fui ao zero, fiquei devendo a muita gente e não tinha condições de pagar. Fiquei muito na merda e pegava dinheiro emprestado para jogar mais. Era vício mesmo, era pior que cocaína. Mexia com todo meu consciente. Era diabólico”, assumiu. O vício foi tão intenso que Latino afirmou que chegava a pegar dinheiro emprestado para jogar. Para pagar as dívidas, precisou vender todos os bens que havia conquistado até então. “Foi nessa época que eu tive depressão, síndrome do pânico… Tive que vender tudo para pagar as pessoas. Fiquei devendo agiota e lembro que os caras queriam me matar, caso eu não pagasse. Então eu fiquei muito fora da curva”, relembrou.

Leia mais:  Bronze nos Jogos Olímpicos, Bruno Fratus se hospeda em badalado hotel paulistano
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Rafinha Bastos tira sarro de Jair Bolsonaro comendo pizza em NY: “Bolsotrouxa”

Publicado


source
Rafinha Bastos
Reprodução/Instagram

Rafinha Bastos


Rafinha Bastos  compartilhou uma  foto do chefe do Executivo, acompanhado por ministros e autoridades, fazendo a primeira refeição em solo estadunidense no meio da rua. O motivo, segundo consta, seria driblar a exigência da imunização em locais fechados.

“O Bolsotrouxa chupa as bolas dos americanos durante anos e os caras não deixam ele entrar num restaurante porque não vacinou. Hehahehahe! Que dia!”, escreveu o  humorista e apresentador do podcast “Mais Que Oito Minutos” no Twitter.


Com a interação, um dos internautas divulgou a mensagem do jornalista Guga Chacra, correspondente da GloboNews, que diz: “Não é necessário apresentar comprovante de vacinação para comer nas mesas externas em Nova York. Apenas na parte interna. Logo, Bolsonaro não seria impedido. Foi à pizzaria por opção”.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Boca Rosa vibra ao saber que Anitta utiliza sua linha de maquiagem: "Felicidade"
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Neta de Nicette Bruno e Paulo Goulart dará curso sobre seus familiares no teatro

Publicado


source
Vanessa Goulartt
Divulgação

Vanessa Goulartt


A linhagem Bruno Goulart é um verdadeiro patrimônio das artes no Brasil. Ciente disso,  Vanessa Goulartt vai ministrar aulas gratuitas na SP Escola de Teatro, ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado e gerida pela Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap).

A atriz recebeu o convite do coordenador Miguel Arcanjo Prado. “Vanessa Goulartt traz o talento no DNA. É bisneta de Eleonor Bruno, neta de Nicette Bruno e Paulo Goulart, filha de Bárbara Bruno, enteada de Lauro César Muniz e sobrinha de Beth Goulart e Paulo Goulart Filho. Ela estreou nos palcos ainda criança e aprendeu o ofício artístico em família, com quem realizou o icônico projeto Teatro nas Universidades e a administração histórica do Teatro Paiol”, lembrou o jornalista.

Os 'Bruno Goulart' reunidos
Divulgação

Os ‘Bruno Goulart’ reunidos


Sem esconder a ansiedade para começar a turma,  Vanessa revelou que o que chamou a atenção na proposta foi o fato de poder resgatar a cultura por meio da sua trajetória parental. “Acho de extrema relevância que disciplinas teóricas entrem na grade das instituições de ensino. Afinal, a história em nosso país é muito negligenciada. E o que pudermos fazer para mantê-la viva é de suma importância”.

Mais do que isso, ainda recordou o amor que os brasileiros sentem por  Paulo GoulartNicette Bruno, um dos casais mais respeitados da televisão. “Meus avós são muito queridos pelo público por sua experiência televisiva, mas poucos sabem da dimensão da carreira teatral deles, como atores e produtores. Este projeto inova neste sentido”, ressaltou.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana