conecte-se conosco


MATO GROSSO

Investimentos na educação nos comprometem em fazer um trabalho melhor, afirma diretor de Escola Técnica de Alta Floresta

Publicado


O governador Mauro Mendes assinou, nesta sexta-feira (13.08), a autorização para a reforma geral da Escola Técnica Estadual de Alta Floresta. Fundada há mais 20 anos, a unidade nunca recebeu intervenções em sua estrutura predial e, com a ação, deve dobrar o número de estudantes que atende a partir do próximo ano, quando irá retomar as aulas presenciais. 

“Nossa escola estava numa situação muito crítica, porque ela existia há mais de 20 anos e nunca havia passado por um processo de reforma. Isso repercute diretamente na qualidade do ensino que nós oferecemos, porque quando a gente percebe investimentos na educação, a gente se sente ainda mais comprometido em fazer um trabalho melhor para a nossa comunidade. Nós hoje atendemos 270 alunos, com essas ações agora a expectativa é de 550 estudantes já em 2022, quando estamos com planejamento para voltar à ativa dentro daquilo que já fomos um dia, com ensino presencial e técnico atendendo as necessidades de toda a nossa região”, comemorou o diretor da Escola, Edson Amaro dos Santos. 

Durante agenda em Alta Floresta, o governador Mauro Mendes assinou ainda convênios na área de infraestrutura e realizou a entrega simbólica de cestas básicas do programa Vem Ser Mais Solidário. 

Autor de emendas que contribuirão com recursos para as ações lançadas nesta sexta-feira, o senador Carlos Fávaro se disse orgulhoso com a parceria firmada entre as bancadas federal, estadual e Governo do Estado. 

“Vivemos um momento especial, porque conseguimos juntos, bancada federal, estadual e Governo do Estado, fazer as coisas acontecerem pelo bem da nossa população. Eu estou muito feliz de estar aqui hoje e não poderia deixar de ressaltar, porque a gente fala em obras, estradas, progresso, mas este Governo tem olhado com tanto carinho para o social, com um grande programa liderado pela nossa primeira-dama Virginia Mendes, que eu preciso falar do orgulho que sinto em manter tantas parcerias com o governador Mauro Mendes, para melhorar cada vez mais a vida de todos”, afirmou o senador. 

Leia mais:  CGE e Seplag reúnem órgãos para implantação do Sigadoc

Beneficiada pelo Vem Ser Mais Solidário, a dona de casa Maria Nazaré da Silva disse que a doação vai garantir alimento na mesa de sua família. Em Alta Floresta, o Governo do Estado entregou 750 cestas básicas através do programa.

“Eu quero que Deus abençoe muito ele, derrame muitas bençãos, porque se não fosse essa ajuda eu estaria passando fome. Eu tenho duas filhas especiais, então, fico muito agradecida, fico sem palavras, só posso dizer que Deus abençoe muito”. 

Acompanharam o governador os secretários da Casa Civil, Mauro Carvalho, de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, de Comunicação, Laíce Souza, e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Nilton Borgato. Ainda, o deputado federal Juarez Costa e os deputados estaduais Xuxu Dal Molin e Ondanir Bortolini, Nininho, além de autoridades do município e região.

Assinatura de convênio para pavimentação urbana em Alta Floresta

Ainda no município, o governador Mauro Mendes formalizou um convênio entre Governo do Estado e a Prefeitura de Alta Floresta, no valor de R$ 31.341.966,64, para conservação e restauração de pavimento em diversas ruas do município. 

Do montante, serão investidos R$ 29.461.448,64 de recursos do Estado e R$ 1.880.518 à título de contrapartida financeira por parte do município.

Serão conservados e restaurados um total de 249 ruas/avenidas que abrangem uma área total de 170.532,29 m² (por ser pavimentação urbana não utiliza extensão em quilometragem).

“Tudo isso é resultado de um Governo que tem trabalhado muito forte, muito firme, pra colocar recursos no Estado todo, em todas as regiões. Aqui em Alta Floresta são R$ 29 milhões em recursos para fazer o pavimento urbano, 98.6km de asfalto dentro da cidade. Isso vai ficar na história de Alta Floresta, uma obra desse tamanho, feita por um Governo que tem apresentado tantos resultados. Temos muita satisfação em receber o governador e sua comitiva, porque estamos vendo que ele não vem aqui só para passear, mas para trazer benefício para a nossa população”, afirmou o prefeito Chico Gamba.

Leia mais:  Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei

Habitação

A agenda do governador Mauro Mendes na região incluiu, ainda, a assinatura do termo de adesão entre o MT PAR e Prefeitura de Alta Floresta para a construção de 213 casas no município.

As moradias fazem parte do programa Mais Habitação, do Governo de Mato Grosso. As casas contam com 51m², e serão construídas no loteamento Residencial Alvorada. Só neste projeto a MT PAR deverá investir mais de R$ 3 milhões em infraestrutura para a execução da pavimentação asfáltica, drenagem e passeio público.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governo de MT não assinou contrato de compra de vacina com Instituto Butantan, apenas protocolo de intenção

Publicado


O Governo de Mato Grosso esclarece que assinou um protocolo de intenção de compra de vacinas contra a Covid-19 junto ao Instituto Butantan no início de 2021. A gestão estadual avalia se haverá a necessidade de aquisição futura do imunizante, tendo em vista a disponibilização de vacinas em larga escala pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde.

Até o momento, o Governo do Estado não assinou contrato junto ao Instituto Butantan para a compra de mais doses de vacina.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei
Continue lendo

MATO GROSSO

Seduc esclarece comunidade sobre mudanças em escolas do Grande Cristo Rei

Publicado


A secretaria de Estado de Educação esclarece que o redimensionamento da Educação Básica é uma ação de planejamento da rede pública estadual e municipal. É feito com base nas necessidades e particularidades de cada município.

Em Várzea Grande, a Seduc vai ceder o prédio da Escola Heroclito Leôncio Monteiro, no bairro Cristo Rei, para o município de Várzea Grande. O redimensionamento, neste caso, também envolve a Escola Estadual Dom Bosco, localizada na mesma região. Para tirar dúvidas da comunidade escolar e explicar como será essa etapa do redimensionamento, a Seduc realizou uma reunião na unidade nesta terça-feira (21.09).

Hoje, a Escola Heroclito Leôncio Monteiro possui 492 estudantes matriculados, sendo 241 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 251 nos anos finais do Ensino Fundamental.

A Escola Dom Bosco atende 639 alunos, sendo 291 nos anos iniciais do Ensino Fundamental e 348 nos anos finais.

Planejamento para 2022

Recebendo o prédio da Escola Heroclito, a partir de 2022, o planejamento da secretaria municipal de Educação é atender estudantes do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e vai abrir matrículas para crianças de 4 e 5 anos.

Além dos 241 alunos dos anos iniciais que já estão na escola, vai receber os 291 da Escola Dom Bosco.

A Escola Dom Bosco continuará atendendo os 348 estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e receberá os 251 dos anos finais da Heroclito.

Entenda o redimensionamento

O redimensionamento cumpre a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – 9.394/96), que passou a ser estruturada por etapas e modalidades de ensino, englobando a Educação Infantil, o Ensino Fundamental obrigatório de nove anos e o Ensino Médio.

Trata-se da organização dos alunos que estão na mesma etapa/modalidade em uma única unidade escolar, otimizando, assim, o espaço existente, ampliando o número de vagas, buscando garantir o acesso à educação básica.

Leia mais:  Quarta-feira (22): Mato Grosso registra 533.153 casos e 13.746 óbitos por Covid-19

O reordenamento das estruturas físicas de educação inclui a cessão de uso de escolas aos municípios, transferência de alunos para outras unidades e entrega dos prédios alugados pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Nos casos da cessão aos municípios, o Governo dará todo suporte, inclusive financeiro, com as reformas necessárias.

Profissionais

O profissional pedagogo pode escolher se permanece na escola que for cedida ao município ou se quer ser atribuído para outra unidade da rede estadual. Vale destacar que o profissional que permanecer na unidade, o Estado fará um termo de cooperação com o município. Esse profissional não terá nenhum prejuízo em sua carreira, continua com o mesmo subsídio e pode participar dos processos seletivos da Seduc.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana