conecte-se conosco


ESPORTES

Fora de casa, América empata com a Chapecoense

Publicado


Nesta segunda-feira, o Coelhão somou mais um ponto no Campeonato Brasileiro. Em partida válida pela 16ª rodada da competição nacional, a equipe americana empatou com a Chapecoense-SC, em 1 a 1, na Arena Condá, em Chapecó (SC). O gol americano foi marcado por Rodolfo na segunda etapa do jogo.

O próximo compromisso do América será diante do Red Bull Bragantino-SP, na próxima segunda-feira, às 20h, na Arena Independência. A partida é válida pela 17ª rodada do Brasileirão.

O Jogo

O duelo válido pela 16ª rodada do Brasileirão começou concentrado no meio de campo, sem muitas chances claras de gols para as equipes. Aos 12 minutos, um susto para a torcida americana. O lateral-esquerdo Alan Ruschel parou Geuvânio com um carrinho por trás e foi expulso, mas após a revisão no VAR, o árbitro retirou o cartão vermelho e aplicou cartão amarelo. Ruschel teve o cartão vermelho retirado, mas ficou apenas mais seis minutos em campo. Ele sentiu dores no joelho e foi substituído por João Paulo.

Após os 20 minutos, o jogo ficou mais movimentado e as equipes criaram boas chances de gols. Pelo Coelho, o atacante Chrigor teve duas boas chances no primeiro tempo, mas não conseguiu converter. Nos minutos finais, Matheus Cavichioli realizou uma excelente defesa e evitou que o time adversário abrisse o placar.

O Coelho voltou do intervalo querendo abrir o marcador da Arena Condá, mas, assim como na etapa inicial, o jogo começou truncado. Aos 16 minutos, após consulta no VAR, o árbitro interpretou braço intencional do zagueiro Kadu na cabeça de Ramon e a Chapecoense passou a ter 10 jogadores em campo. Um minuto depois, Eduardo Bauermann marcou para o Coelhão mas o gol foi anulado por impedimento.

Leia mais:  Líder vence no Mineirão

Nos próximos minutos o jogo ficou mais animado e os times fizeram boas finalizações. Destaque para a defesa dos goleiros de ambas as equipes. Na oportunidade de ataque para o América, Fabrício Daniel deu uma linda bicicleta na pequena área, e o goleiro da equipe de Santa Catarina defendeu à queima-roupa. Aos 41 minutos, a Chapecoense abriu o marcador em cabeçada indefensável do volante Anderson Leite. Mas demorou apenas 7 minutos para o Coelho empatar com o atacante Rodolfo, após um belo cruzamento de João Paulo. Aos 57 minutos, o árbitro decretou fim de jogo na Arena Condá.


FICHA DO JOGO

Chapecoense-SC 1×1 América

Motivo: Campeonato Brasileiro – Rodada 16

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)

Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)

Auxiliares:  Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Gols: Anderson Leite (Chapecoense-SC) e Rodolfo (América)

Cartões amarelos: Alan Ruschel (América) e Kadu (Chapecoense-SC)

Cartão vermelho: Kadu (Chapecoense-SC)

Chapecoense-SC

Keiller; Kadu, Jordan, Busanello, Matheus Ribeiro; Geuvânio (Moisés Ribeiro), Anderson Leite, Denner (Felipe Baxola (Mike)), Alan Santos; Fernandinho (Bruno Silva) e Anselmo Ramon (Joílson).

Técnico: Pintado

América

Matheus Cavichioli; Patric, Ricardo Silva, Eduardo Bauermann e Alan Ruschel (João Paulo); Ramon, Alê (Geovane) e Felipe Azevedo (Juninho); Fabrício Daniel (Isaque), Ademir e Chrigor (Rodolfo).

Técnico: Vagner Mancini

fonte: https://www.americamineiro.com.br/2021/08/16/fora-de-casa-america-empata-com-a-chapecoense-e-soma-mais-um-ponto-no-brasileirao/

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

Vasco empata com o Cruzeiro pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro

Publicado


Em jogo polêmico por conta da arbitragem, o Vasco da Gama empatou o Cruzeiro por 1 a 1, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol vascaíno foi marcado pelo camisa 77, Nenê. Com esse resultado, o Gigante da Colina chegou aos 34 pontos e assumiu a 9ª posição, de maneira provisória. O próximo compromisso do Gigante da Colina será diante do Brusque, na próxima sexta-feira (24/09), às 21h30, no Estádio Augusto Bauer.

Nenê comemora seu primeiro gol desde seu retorno junto a torcida (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O JOGO

O Vasco começou a partida tentando implementar uma pressão inicial e buscando descer em velocidade ao ataque. A primeira investida vascaína veio aos 13 minutos, Morato fez boa jogada pela direita, avançou até o limite da linha de fundo, invadiu a área e cruzou rasteiro na direção da pequena área. German Cano chegava pelo meio e quase conseguiu a finalização. Porém a defesa adversária conseguiu afastar. Aos 21, Nenê dominou pela esquerda e mandou um cruzamento na medida para Morato. O camisa 10 subiu no meio da zaga adversária e cabeceou firme. A bola acabou indo no meio do gol e o goleiro Fábio fez boa defesa.

Aos 30 minutos, Léo Matos acionou Morato dentro da área. O atacante vascaíno girou para cima da marcação e finalizou firme. O goleiro Fábio se esticou inteiro e evitou o que seria o primeiro gol vascaíno. Aos 44, Morato fez ótima jogada pela direita, invadiu a área e cruzou para o meio da área. German Cano chegou completando e a bola explodiu na trave adversária. Na sobra, Nenê completou para o gol aberto e balançou as redes pela primeira vez desde seu retorno: VASCO 1 a 0.

  Guarani goleia o Confiança-SE e entra no G-4 da Série B do Brasileirão

Leia mais:  Grêmio aprimora questões táticas para duelo no Maracanã

O Vasco voltou para a segunda etapa buscando manter a posse de bola e incomodar a defesa adversária. O primeiro ataque vascaíno veio aos 23 minutos, Léo Matos recebeu pela direita e cruzo na área. A bola foi na direção do gol adversário e o goleiro Fábio afastou mal. German Cano pegou a sobra dentro da área, arriscou a finalização e a bola explodiu na defesa. No minuto seguinte, Andrey acionou Marquinhos Gabriel pelo meio e o camisa 31 avançou. O meia  percebeu o espaço, arriscou a finalização e por pouco não ampliou, a bola saiu raspando a trave adversária.

Aos 30, Nenê cobrou falta para dentro da área e mandou na cabeça do capitão Leandro Castan. O camisa 5 chegou cabeceando firme e acabou parando na boa defesa do goleiro Fábio. Aos 34 minutos, Andrey avançou pelo meio, invadiu a área e acabou perdendo a bola para a defesa. German Cano pegou a sobra dentro da área, arriscou a finalização e mandou a bola na rede pelo lado de fora. Aos 47, Gabriel Pec recuperou a bola no campo de ataque, pela esquerda e acionou Daniel Amorim na entrada da área. O atacante vascaíno dominou, limpou a marcação e finalizou com categoria para ampliar o placar. Porém a arbitragem anulou o segundo gol vascaíno. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio o zagueiro Ramon pegou a sobra na pequena área e empatou o jogo: 1 a 1.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 1 CRUZEIRO

Campeonato Brasileiro – 25ª rodada

Local: São Januário (RJ)

Data: Domingo, 19/09/2021

Horário: 16h (Brasília)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Grazianni Maciel Rocha (GO) e Hugo Savio Xavier Correa (GO)

VAR: Rodolpho Toski Marques (PR)

Cartões Amarelos: Andrey, German Cano (Vasco) / Marcelo Moreno, Eduardo Brock,  (Cruzeiro)

Leia mais:  Flamengo é derrotado pelo Grêmio por 1 a 0, no Maracanã, na 21ª rodada do Brasileirão

Gols: Nenê 44’/1T; Daniel Amorim 47’/2T; Ramon 48’/2T

VASCO DA GAMA: Vanderlei, Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e Riquelme (Walber); Andrey, Marquinhos Gabriel e Nenê (Bruno Gomes); Léo Jabá, Morato (Gabriel Pec) e German Cano (Daniel Amorim) – Técnico: Fernando Diniz

CRUZEIRO: Fábio, Romulo, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira (Dudu); Adriano, Marco Antônio (Flávio) e Giovanni (Rafael Sóbis); Wellington Nem (Felipe Augusto), Thiago e Marcelo Moreno (Claudinho) – Técnico: Juliano Belletti

fonte: https://vasco.com.br/vasco-empata-com-o-cruzeiro-pela-25a-rodada-do-campeonato-brasileiro/

Comentários Facebook
Continue lendo

ESPORTES

Edenilson marca nos acréscimos e Inter vence o Fortaleza no Beira-Rio

Publicado


FOI COM EMOÇÃO! Na primeira partida que disputou no Beira-Rio neste mês de setembro, o Clube do Povo superou o Fortaleza, na manhã deste domingo (19/09), por 1 a 0. Marcado aos 47 do segundo tempo, o gol de Edenilson garantiu ao Inter sua segunda vitória consecutiva no Nacional, que leva o Colorado aos 29 pontos no Brasileirão de 2021.

Agora, a equipe volta suas atenções para a 22ª rodada do país, que será disputada no próximo domingo (26/09), às 16h, diante do Bahia. No Beira-Rio, o confronto envolverá equipes em realidades distintas na tabela. Afinal, enquanto o Inter luta pelo G6, o Tricolor de Aço, com 23 pontos conquistados até aqui, vive luta particular contra o rebaixamento.


Bola com o Inter, principais chances para os visitantes

Apesar do horário, é seguro afirmar que as duas equipes foram a campo bastante ligadas no Beira-Rio. Logo no primeiro minuto, Lucas Lima cruzou bola perigosa da esquerda, que Ângelo Henríquez finalizou com espaço na pequena área. Embora desperdiçada, a oportunidade empolgou os visitantes, que passaram a adiantar suas linhas e, com os alas colados em nossos laterais, e os atacantes atentos aos zagueiros vermelhos, incomodaram a saída de jogo do Clube do Povo. A resposta encontrada pelo Inter foi a aposta no corredor esquerdo de ataque.

Existente para levar o Inter ao campo ofensivo, o espaço no corredor esquerdo até ofereceu escapes agressivos para Moisés e Patrick, mas foi incapaz de colocar o Colorado dentro da área rival. Cerceada pela defesa cearense, a construção por passes foi substituída, no leque do ataque alvirrubro, pelos arremates de longa distância. O mais perigoso desses saiu dos pés de Mauricio, que quase abriu o placar, aos 40, em forte canhotaço. De sua parte, o Fortaleza assustou uma vez mais, ainda antes, no minuto 16, quando Éderson mandou por cima boa chance.


Não tá morto quem peleia

O Inter retornou dos vestiários com mudança, a partir da entrada de Boschilia no lugar de Mauricio. Quem dominou o reinício de confronto, porém, foi o time visitante, que criou duas boas tramas nos 10 minutos de abertura da etapa final. Aos poucos, o Clube do Povo passou a igualar as ações, e armou seus escapes aos 16 e 22, ambos arrematados por Yuri. Encerrando a primeira metade do segundo tempo, Saravia e David se envolveram em discussão ríspida e, por isso, foram punidos com o vermelho.

Leia mais:  Bahia encerra preparação para enfrentar o Red Bull com tático contra a base

Menos atletas em campo, mais espaços para as equipes. Enquanto o Inter tratou de aproveitar os vazios, o Fortaleza forçou o antijogo, e teve sua postura complacente punida nos acréscimos. Jogador de Seleção Brasileira, Edenilson percebeu o entrosamento de Heitor e Yuri, que pegaram a zaga rival desatenta em cobrança de lateral rápida, e se projetou pela direita. Servido pelo atacante, o camisa oito finalizou sem ângulo, mas também sem chances. O nono gol do artilheiro do Nacional garantia ao Inter três pontos fundamentais.


Primeiro tempo

1min – Lucas Lima escapa pela esquerda e cruza na segunda trave, onde Ângelo Henríquez aparece com liberdade para finalizar. A bola sai ao lado, com perigo.

10min – UH! Moisés escapa pela esquerda e cruza na direção de Yuri. O atacante não chega na bola, mas Edenilson recupera a posse na segunda trave e deixa para Saravia, que levanta de canhota. Felipe Alves, de soco, corta o perigo.

12min – Assustou! Após escanteio cobrado pela esquerda por Moisés, Cuesta sobe mais do que a zaga rival e desvia ao lado do poste tricolor.

16min – QUASE, QUASE! Lucas Lima invade a área colorada pela direita e cruza rasteiro. Éderson, livre, leve e solto no retângulo pequeno, finaliza por cima.

19min – POR CIIIIIIIIIIIMA! Saravia faz fila pela direita e deixa com Mauricio, que é travado pela marcação. No rebote, Patrick solta o canhotaço, a bola desvia na marcação e quase mata Felipe Alves.

24min – Jussa avança pela esquerda e finaliza rasteiro. Daniel encaixa.

29min – Na esquerda da área colorada, Robson corta para a canhota e finaliza rasteiro. A bola cruza a extensão da meta e sai em tiro de meta para Daniel.

37min – UUUH! Yuri acha excelente ganchinho para Patrick, que finaliza forte, já dentro da área. A zaga trava, e o Inter tem escanteio.

39min – Encaixa, Felipe! Yuri recebe na intermediária ofensiva, corta para a perna direita e finaliza rasteiro. Goleiro do Fortaleza segura firme.

Leia mais:  Grêmio aprimora questões táticas para duelo no Maracanã

40min – PRA FOOOOOOOOOORA! Mauricio, também da intermediária de ataque, abre ângulo e manda o canhotaço. A bola resvala em Benevenuto e toma o caminho do ângulo, mas sai tirando tinta. Quase, quase!

45min – Mais dois. Vamos a 47!

46min – Blitz colorada! Inter roda a bola na intermediária de ataque por mais de um minuto. Pela direita, Lindoso é quem cruza, e Felipe Alves encaixa.

47min – Intervalo no Beira-Rio.


Segundo tempo

0min – Inter volta com Boschilia na vaga de Mauricio.

2min – Benevenuto recebe o amarelo por falta em Boschilia.

3min – Por cima! Boschilia, a alguns passos da meia-lua da grande área, cobra falta frontal. Forte, ela sai por cima.

4min – EM CIIIIIIIIIIIIIIMA DA LINHA! Robson recebe cruzamento da direita e finaliza de primeira. Daniel, providencial, espalma, mas o rebote é do atacante tricolor, que arremata sem chances para o goleiro do Inter. Moisés, debaixo das traves, aparece para salvar o Clube do Povo.

10min – Lucas Lima e Crispim tabelam pela esquerda, o primeiro cruza de canhota, e Daniel espalma. No rebote, Pikachu tem espaço, e finaliza, com desvio, para fora.

13min – Bruno Méndez amarelado por falta em Robson. Dourado contesta e também leva cartão.

16min – Yuri recebe em frente à meia-lua, ajeita ângulo para a canhota e manda por cima. Boa oportunidade.

19min – David vem no Fortaleza. Ângelo Henríquez é o sacado.

23min – SAAAAAAAAAAAAAAAALVA, FELIPE! Dourado oferece assistência açucarada para Edenilson, que emenda voleio cinematográfico para servir Yuri. Na pequena trave, o camisa 11 cabeceia rasteiro, mas não marca por milagre do goleiro, que defende com o pé.

23min – Guerrero e Paulo Victor entram no Inter. Lindoso e Moisés deixam o campo.

27min – Após grande confusão na lateral-direita colorada, Saravia e David são expulsos.

28min – UUUUUUUUUH! Boschilia recebe de muito longe e, com espaço pelo centro, solta a bomba. A bola toma curva e quase trai Felipe Alves, mas o goleiro consegue espalmar.

29min – Lucas Lima e Robson substituídos por Vojvoda. Depietri e Wellington Paulista entram.

Leia mais:  PALMEIRAS supera a Chape fora de casa.

34min – Heitor por Patrick. Nova troca no Clube do Povo.

36min – DANIEEEEEEEEEEEEEEEEEEL! Lucas cobra falta em dois toques, rolando para Éderson. O volante enche o pé, a bola desvia e quase encobre o goleiro colorado, que voa para espalmar em escanteio.

44min – Pikachu e Crispim dão lugar a Edinho e Ronald. Completas as trocas do Fortaleza.

45min – Jogo irá a 50. Mais cinco!

46min – UUUUUUUUUUUUUH! Guerrero arma contra-ataque para o Inter e deixa Yuri em boas condições pela esquerda. O camisa 11 corta para o fundo e finaliza forte, rasteiro. Felipe encaixa.

47min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DO INTER! É DO CLUBE DO POVO! É DO COLORADO GAÚCHO! É DA ACADEMIA DO POVO! É GOL DE SELEÇÃO, É GOL DE CRAQUE, É GOL DE SUPEREEEEEEEED! INTER NA FREEEEENTE! Yuri Alberto, pela direita, recebe cobrança rápida de lateral de Heitor e serve Edenilson. O camisa oito invade a área em altíssima velocidade e, mesmo sem ângulo, finaliza rasteiro. Com a perna direita, a bola ainda desvia no poste esquerdo de Felipe Alves antes de morrer nas redes. COMO JOGA EDENILSON, POR FAVOOOOR!

O gol de Edenilson na voz da Rádio Colorada

48min – Na comemoração, Moisés recebeu o amarelo.

49min – Entra Johnny, sai Boschilia. Quinta troca no Clube do Povo!

50min – FIM DE JOGO! INTER VENCE NO BEIRA-RIO!


Ficha técnica:

Internacional (1): Daniel; Saravia, Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés (Paulo Victor); Edenilson, Rodrigo Lindoso (Paolo Guerrero), Rodrigo Dourado e Patrick (Heitor); Mauricio (Boschilia)(Johnny) e Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

Fortaleza (0): Felipe Alves; Daniel Guedes, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu (Ronald), Éderson, Matheus Jussa, Lucas Crispim (Edinho) e Lucas Lima (Depietri); Robson (Wellington Paulista) e Ângelo Henríquez (David). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Gol: Edenilson, aos 47’/2ºT (I).

Cartões amarelos: Bruno Méndez, Moisés e Rodrigo Dourado (I). Marcelo Benevenuto (F).

Cartões vermelhos: Saravia (I). David (F).

Arbitragem: Edina Alves Batista, auxiliada por Neuza Ines Back e Leila Naiara da Cruz. Quarto árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro. VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral.

Estádio: Beira-Rio.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana