conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Bob Dylan é processado por caso de abuso sexual contra menina de 12 anos em 1965

Publicado


source
Bob Dylan é alvo de processo
Divulgação

Bob Dylan é alvo de processo


Contra Bob Dylan, foi ajuizado um processo de abuso sexual cometido em 1965 a uma menina de 12 anos, que teria sido dopada com entorpecentes e bebidas alcoólicas no Chelsea Hotel, conforme revelam documentos da Suprema Corte de Manhattan, segundo o “New York Post”.

A parte autora, agora uma mulher de 65 anos em Greenwich, no estado norte-americano de Connecticut, foi identificada apenas como J.C, que pede indenização por danos cujo valor não foi especificado e um julgamento com júri. A denúncia inclui “agressão, cárcere privado e imposição de sofrimento emocional”.


De acordo com a ação, o cantor, hoje com 81 anos, teria se aproveitado de sua fama para se aproximar da vítima e ganhar sua confiança “como parte de seu plano de molestá-la sexualmente e abusar dela”. Isso lhe teria causado “efeitos emocionais duradouros”, causando necessidade por “tratamento médico” para lidar com “depressão, humilhação e ansiedade”. As consequências, segundo J.C, “são de natureza permanente” e prejudicaram suas atividades regulares.

“Bob Dylan, durante um período de seis semanas entre abril e maio de 1965, tornou-se amigo e estabeleceu uma conexão emocional com o(a) querelante”, diz o documento, que foi registrado na sexta-feira, dia 13.

Você viu?

De acordo com a acusação, Robert Allen Zimmerman, nome civil do astro, estabeleceu a “conexão” para “diminuir as inibições (da menina) com o objetivo de abusar sexualmente dela”. Isso foi, segundo a ação, realizado junto com “o fornecimento de drogas, álcool e ameaças de violência física, deixando-a emocionalmente marcada e psicologicamente danificada até hoje”.

Leia mais:  Casamento de Leticia Almeida acabou porque ex teria inveja da carreira dela

J.C entrou com o processo com base numa lei que vítimas de abuso infantil denunciarem seus agressores independentemente do tempo que se passou após os fatos. A defesa de Dylan ainda não se manifestou sobre as acusações.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Antônia Fontelle é indiciada após usar termo “paraíba” pejorativamente

Publicado


source
Antônia Fontelle é indiciada por crime de preconceito
Reprodução/Instagram

Antônia Fontelle é indiciada por crime de preconceito

Antonia Fontelle foi indiciada pela Polícia Civil da Paraíba por crime de preconceito. A atriz foi acusada de cometer xenofobia ao comentar as agressões de DJ Ivis à ex Pamella Holanda. Ao falar sobre o caso, a youtuber usou o termo “paraíba” pejorativamente.

Segundo o G1, o inquérito policial concluiu que as atitudes de Fontenelle foram manifestações preconceituosas a todos os paraibanos. O delegado Marcelo Antas Falcone entendeu que o caso se enquadra na Lei do Racismo, que prevê multa por crime de preconceito ou discriminação e pena de reclusão de 1 a 3 anos.

As investigações contaram com o apoio da Polícia Civil do Rio de Janeiro e, durante o interrogatório, disse que usou a expressão para se referir apenas ao DJ. Ela falou que não pretendia ofender a população da Paraíba ou qualquer outro nordestino e também afirma que não quis demonstrar superioridade.

Quando comentou o caso de DJ Ivis, Antonia Fontenelle compartilhou os vídeos das agressões e criticou o produtor musical com falas consideradas preconceituosas. “Esses ‘paraíbas’ fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo. Amanhã vou contatar as autoridades do Ceará para entender porque esse cretino não foi preso”, disse na ocasião.

Com a conclusão das investigações, o caso será enviado para o Ministério Público. O órgão deve adotar as providências cabíveis.

Xenofobia

Essa não foi a primeira vez que Antônia Fontenelle foi acusada de xenofobia. Quando Henri Castelli foi agredido em Alagoas, a youtuber se pronunciou em defesa do ator e fez uma declaração considerada preconceituosa  com o estado e a população de lá.

Leia mais:  Antônia Fontelle é indiciada após usar termo "paraíba" pejorativamente

“Turistas do Brasil, cuidado quando vocês foram para Alagoas, cuidado mulheres com seus maridos, porque eles podem apanhar covardemente, e cuidado homens com suas mulheres, porque elas também podem sofrer alguma violência”, disse.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Documentário de Britney Spears abordará conflito da cantora com o pai

Publicado


source
Jamie Spears travou batalha na Justiça com a própria filha
Reprodução TMZ

Jamie Spears travou batalha na Justiça com a própria filha

A carreira de Britney Spears e sua conturbada relação com o pai, James Spears, será tema central de um novo documentário produzido pela Netflix . Com direção de Erin Lee Carr, o projeto está em andamento há mais de um ano e foi anunciado oficialmente nesta terça-feira, dia 21. Um trailer deve ser lançado nesta quarta-feira, dia 22, mas ainda não há data definida para lançamento.

O teaser de lançamento do filme mostra uma gravação da cantora durante uma conversa com advogados em 2009. No áudio, Britney pede para conversar sobre a tutela de seu pai, que já dura 13 anos. Desde 2008, James controla a vida e os bens da princesinha do Pop. A tutela foi estabelecida quando Britney Spears começou a apresentar problemas de saúde mental em meio ao assédio agressivo de paparazzis, e a cantora chegou a perder a custódia dos filhos. Há mais de um ano, a cantora tenta tirar o pai da tutela e se recusa a realizar apresentações enquanto ele permanece no cargo.

No mês de junho, a artista classificou a decisão judicial que permitia que sei pai continuasse no controle sobre sua vida como abusiva, idiota e constrangedora. Horas antes de se apresentar ao tribunal, Britney chegou a ligar para a polícia de Ventura, na Califórnia, onde mora, para denunciar a situação. Pouco antes da audiência aberta de junho, fãs de Britney também levantaram a hashtag #FreeBritney nas redes sociais, antes da cantora depor pela primeira vez, em audiência aberta, contra a tutela.

Leia mais:  Morre Willie Garson, ator de "Sex and the City", aos 57 anos
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana