conecte-se conosco


CUIABÁ

Saneamento cuiabano avança e investimento ultrapassa R$ 600 milhões; Prefeito destaca compromisso da gestão

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

Entre a duplicação da Estação de Tratamento de Água Ribeirão do Lipa e o início da construção da Estação de Tratamento de Esgoto que leva o mesmo nome, quatro anos de muito trabalho e mais de R$ 600 milhões investidos. O saneamento cuiabano abre o segundo semestre de 2021 reposicionado no cenário brasileiro já apresentando resultados consistentes das ações iniciadas em agosto de 2017. O incremento faz parte do plano de gestão do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. “Nossa gestão tem o compromisso com a universalização do saneamento básico da nossa capital. Quando lançamos o programa Cuiabá Extraordinária, em maio de 2018, colocamos ali uma audaciosa meta, que em sete anos e com investimento de R$ 1,2 bilhão iríamos universalizar o saneamento básico da nossa capital até 31 de dezembro de 2024”, estimou Emanuel Pinheiro”.

Quando a Águas Cuiabá, da Iguá Saneamento, assumiu a prestação dos serviços, a prioridade dada pelo Poder Concedente, a Prefeitura de Cuiabá, órgão regulador (Arsec), Ministério Público (MPE-MT) e concessionária ao abastecimento de água e ao esgotamento sanitário fará com que a capital mato-grossense cumpra, quase uma década antes do prazo, as metas estabelecidas pelo Marco do Saneamento.

A primeira entrega no sistema de abastecimento de água foi a duplicação da ETA Lipa, que marcou o aniversário de 300 anos da capital mato-grossense. A ação foi seguida de melhorias operacionais na ETA Central e a substituição de redes antigas.

“Muita gente não dá importância ao saneamento básico. Felizmente, não é o caso da nossa gestão. Água tratada, boa para o consumo humano, na torneira 24 horas por dia, sempre foi nossa prioridade. Nossa gestão tem o compromisso com a universalização do saneamento básico da nossa capital”, enfatiza o prefeito Emanuel Pinheiro.

Leia mais:  Secretaria da Mulher realiza evento em alusão ao ‘Dia da Mulher Negra’

O diretor geral da Águas Cuiabá, William Figueiredo, explica o processo de expansão do sistema de tratamento. “A primeira fase de nossas ações se concentrou no fortalecimento dos sistemas de abastecimento. Atuamos tanto na ampliação do volume distribuído quanto no aprimoramento da qualidade. Passamos, ainda, a fluoretar toda a água fornecida às famílias cuiabanas, fundamental à prevenção em saúde bucal. A troca das tubulações, que faz parte do Programa de Combate às Perdas de Água Tratada, vem ocorrendo mês após mês, em diversos bairros”, conta o diretor geral da Águas Cuiabá, William Figueiredo.

Das grandes estruturas de tratamento às redes instaladas nas ruas e avenidas e às unidades de gestão dos serviços, os sistemas de água e esgoto passaram a fazer uso de alta tecnologia. Neste contexto, são ações emblemáticas a construção da ETA Sul, a reconfiguração da ETE Tijucal, a instalação de Distritos de Medição e Controle (DMCs) ao longo das redes de água e o aparelhamento dos centros de Controle Operacional (CCO) e de Serviços (CCS). “O melhor que a engenharia de saneamento oferece no mundo, temos buscado trazer para Cuiabá”, acrescenta o diretor, lembrando, ainda, que a cidade ganhou novos laboratórios de análise da água tratada e de esgoto, importante medida de caráter operacional e socioambiental.

Panorama dos investimentos – Diferencial cuiabano no cenário brasileiro, a priorização do esgotamento sanitário recebeu grande parte do montante investido, com destaque para o mais novo sistema da cidade, o Sistema de Esgotamento Sanitário Lipa, para o qual estão sendo direcionados R$ 200 milhões. De grande abrangência, o SES Lipa atenderá 126 mil pessoas em 77 bairros. Com sua entrada em operação, sete toneladas de carga poluidora deixarão de ser lançadas, por dia, na natureza, contribuindo com a conservação do rio Cuiabá e a despoluição do córrego Mãe Bonifácia.

Leia mais:  Plano de Ação do Turismo entra na fase de execução; propostas foram validadas pelo prefeito Emanuel Pinheiro

Além universalizar a cobertura dos serviços de saneamento, as obras e melhorias empreendidas desde 2017 em Cuiabá começam a gerar relevantes indicadores positivos. Um deles, a redução de perdas, conseguiu superar a meta estabelecida no contrato de concessão. “Quando estruturas antigas são substituídas e métodos mais eficientes de gestão dos serviços de saneamento básico são adotados, os resultados ficam evidentes na rotina da população”, observa o diretor operacional da Águas Cuiabá, André Silva. “Onde a água tratada não tinha regularidade e hoje tem, o esgoto escorria na sarjeta e hoje é adequadamente coletado, a qualidade de vida das famílias melhora visivelmente. Testemunhar o saneamento acontecendo, para nós da concessionária, é extremamente gratificante.”

Atualmente, os trabalhos se concentram na instalação de novas redes de coleta de esgoto, em frentes que podem ser vistas nas mais diferentes regiões do município, nas quais trabalham cerca de 1.500 profissionais. Todos os esforços têm por objetivo atingir as metas estabelecidas no contrato de concessão, que preveem investimentos totais de R$ 1,2 bilhão até 2024, quando a cidade atingirá 91% de cobertura de esgoto, já contando com abastecimento de água tratada, 24 horas por dia, em toda sua área regularizada.   

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Prefeito defende vacinação de todos os profissionais da educação e aulas presenciais devem retornar em outubro

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, reafirmou que em defesa da saúde e da vida dos estudantes e profissionais da Educação, estimou que as atividades presenciais na rede pública municipal de Ensino da capital somente serão retomadas no mês de outubro, após a vacinação de 100% dos profissionais.

Emanuel Pinheiro disse que o foco da sua gestão, em relação a pandemia, é vacinar toda a população. “Esta é a maior crise sanitária da história. Estamos em plena pandemia. A pandemia não acabou. Ela diminuiu, ela arrefeceu, mas, toda a hora somos ameaçados com uma nova onda, uma nova variante, uma nova cepa. Então o foco, a minha determinação como prefeito é vacinar toda a população cuiabana. Luto, sonho e brigo, dia e noite. Essa é a melhor arma para enfrentar esse vírus que já dilapidou milhares de famílias em Cuiabá, no Mato Grosso, no Brasil e no mundo inteiro”, salientou o gestor.

O prefeito Emanuel Pinheiro lembrou que só em Cuiabá a pandemia provocada pelo novo coronavírus levou quase 3 mil 200 pessoas a óbito. “São famílias despedaçadas que perderam seus entes queridos nessa guerra travada contra o Covid -19 e Cuiabá briga dia e noite para proteger a saúde e a vida das pessoas”, disse o gestor.

Emanuel Pinheiro disse ainda que analisar as unidades educacionais da mesma forma como se encara uma repartição pública é um equivoco muito grande. “Primeiro porque na escola são dezenas de crianças em uma mesma sala, dezenas de profissionais da educação e da comunidade escolar numa mesma unidade. O formato, a geografia da rede física escolar brasileira, permite isso, dezenas de pessoas ou centenas de pessoas migrando diariamente para um mesmo estabelecimento sendo que boa parte delas vão conviver numa sala de aula, fechada, com ar condicionado, um professor e dezenas de alunos durante o dia inteiro, todos os dias da semana. Isso gera uma ameaça, uma facilidade maior de disseminação do vírus do que uma pessoa que vai trabalhar usando máscara, mantendo o distanciamento, convivendo com 10, 12 pessoas numa mesma sala”, explicou o gestor lembrando que as pessoas que fazem parte dos grupos de risco e que não foram vacinadas estão em home office.

Leia mais:  Prefeito recebe visita de novo reitor do IFMT e garante prefeitura de portas abertas para criação de projetos em benefício da população

“É uma dinâmica diferenciada. A educação tem que ser olhada com sensibilidade, de forma humanizada porque o funcionamento, a engrenagem não é a mesma de qualquer outra unidade. Por isso temos que ter essa sensibilidade. E, exatamente por isso, já determinei inclusive encaminhei uma lei a Câmara Municipal de Cuiabá para que em defesa da saúde e da vida das nossas crianças, em defesa da saúde e da vida dos profissionais da educação da rede pública municipal de Ensino, as aulas em Cuiabá só retornem quando 100% dos profissionais da Educação estiverem vacinados, inclusive com a segunda dose, respeitados os 15 dias após a segunda dose. Com isso teremos segurança total, para que os nossos profissionais possam voltar com segurança as suas unidades de ensino, as nossas crianças voltem com segurança as suas escolas, os pais e a comunidade escolar tenham mais tranquilidade de que não estão levando os seus filhos para uma roleta russa em relação a Covid-19”, reafirmou Emanuel Pinheiro.

Emanuel Pinheiro destacou ainda que antes mesmo que os profissionais da Educação fossem incluídos no Plano Nacional de Imunização (PNI), o executivo municipal já havia priorizado esses profissionais. “Estamos acelerando a imunização, o que me permite dizer que até outubro, 100% dos profissionais da rede pública municipal de Ensino estarão imunizados e com essa segurança total, inclusive com o prazo determinado, pós a segunda dose, de 15 dias, voltarmos às aulas presenciais hibridas, na rede municipal de ensino”, destacou.

O prefeito Emanuel Pinheiro  disse ainda que o Município se planejou desde o primeiro momento para atender os estudantes em situação de vulnerabilidade. “Não deixamos de atender os estudantes mais carentes da rede pública municipal de Ensino, que dependem da escola para se alimentar, e suas famílias, ampliando o kit Alimentação Escolar. Depois focamos na imunização para vacinar todos os profissionais da educação”, disse o prefeito de Cuiabá.

Leia mais:  Secretaria da Mulher realiza evento em alusão ao ‘Dia da Mulher Negra’

Sobre os prejuízos no rendimento escolar dos estudantes da rede pública municipal de Ensino, após um ano e meio sem atividades presenciais, Emanuel Pinheiro disse que a Secretaria Municipal de Educação por meio da equipe pedagógica comandada pela secretária Edilene Machado, já fez esse planejamento.  “Toda a nossa equipe pedagógica, todos os nossos profissionais da rede pública municipal de Ensino, comandados pela secretária Edilene Machado, já prepararam a compensação no ensino e aprendizagem das crianças por esse prejuízo de um ano e meio fora das salas de aula”, explicou.

Além disso, em Cuiabá, as atividades pedagógicas continuaram de forma remota, desde o início da pandemia. “Sabemos que tivemos um tempo perdido e, já está sendo planejado de que forma vamos compensar para que as nossas crianças não sejam penalizadas mais do que já foram, em virtude da ausência das aulas presenciais. Mas o que não podemos é por causa de 30 ou de 60 dias, depois de um ano e meio, colocar em risco a saúde e a vida das crianças e dos profissionais da Educação. Toda a segurança é pouco num momento de pandemia”, salientou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Prefeito recebe visita de novo reitor do IFMT e garante prefeitura de portas abertas para criação de projetos em benefício da população

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

O prefeito de  Cuiabá, Emanuel Pinheiro, mais uma vez consolidou parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT).  Nesta segunda-feira (26), o chefe do executivo municipal recebeu no Palácio Alencastro o novo reitor da instituição, o professor Julio César dos Santos, para tratar de parcerias em projetos que beneficiarão a população. A reunião foi intermediada pelo deputado federal, Emanuel Pinheiro Neto. 

“Assumimos a gestão do IFMT há 90 dias e em Cuiabá, está situado o nosso campus mais antigo, o Cuiabá Cel. Octayde Jorge da Silva,  unidade centenária e histórica na Capital, que fica no Centro. Viemos estreitar os laços com a Prefeitura para construir pautas positivas para a comunidade da nossa baixada Cuiabana. Fomos muito bem recebidos pelo prefeito Emanuel e pelo deputado federal Emanuel, que foi quem intermediou nossa reunião e diálogo. Vamos avançar na construção de projetos em conjunto e que sem dúvida  nenhuma vai trazer  benefícios para a população cuiabana”, disse o reitor.  
O prefeito Emanuel desejou  uma boa administração ao novo reitor e garante a Prefeitura de portas abertas para a instituição. “Fico muito feliz que esta instituição de respeito e com bons profissionais esteja com a gestão para buscarmos melhorias para a população.  O IFMT sempre foi parceiro da nossa gestão, já tivemos cursos ministrados pela instituição com apoio da prefeitura e várias ações em conjunto no combate  ao vírus da Covid-19”, destacou o gestor da Capital. 
Durante a reunião o reitor contou que pretende retomar em breve, a reforma do anfiteatro do Campus Cuiabá. “O impacto por estar parado é grande. Esse anfiteatro é fundamental para atender o público cuiabano. Ali é um local para os artistas cuiabanos se apresentarem e é um laboratório para todos os 5 mil alunos cuiabanos e também para os outros 28 mil alunos do estado”, concluiu. 
Participaram da reunião o diretor geral campus Cuiabá, Alceu Aparecido Cardoso,  Secretário de Governo, Luiz Cláudio, adjunta de Direitos Humanos,Christiany Fonseca,   chefe de gabinete da reitoria geral, João Germano, diretor da escola de formação do IFMT –  Ivo da Silva. 

Leia mais:  NOTA OFICIAL - Ações da Assistência Social

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana