conecte-se conosco


VÁRZEA GRANDE

Prefeitura de VG abre mais um ciclo de contratações e oferta hoje 400 vagas

Publicado


A prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social, realiza hoje, 22, mais uma etapa do projeto municipal de geração de emprego e renda, o ‘Emprego Solidário’. O processo seletivo abre 400 vagas para contratação imediata de várzea-grandenses para o frigorífico Marfrig, líder global em produção de hambúrgueres e uma das maiores empresas de carne bovina do mundo, que está localizado no bairro Alameda Júlio Müller.

Os interessados devem procurar a sede do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Cristo Rei, localizado à rua Professora Isabel Pinto, 258, a partir das 8h. Os candidatos têm de portar CPF, RG, Carteira de Trabalho e de Reservista (no caso dos homens).  Além de carteira assinada, a multinacional brasileira oferta cesta básica, desconto em produtos da marca Marfrig, restaurante no local, seguro de vida, plano de saúde e odontológico. 

O ‘Emprego Solidário’, lançado no mês passado, já reconduziu (empregou) cerca de 320 várzea-grandenses ao mercado formal de trabalho, graças às parcerias firmadas com o Sistema S, Câmara de Dirigentes Lojistas de Várzea Grande (CDL/VG), a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio/MT) e empresas privadas. A meta da Secretaria de Assistência Social, como destaca a titular da Pasta, a secretária municipal de Assistência Social, Eliamara Araújo Zeferini,  é criar aproximadamente 1,5 mil novas frentes de trabalho com carteira assinada até o final do ano, por meio do ‘Emprego Solidário’.

Como frisa o prefeito Kalil Baracat, o projeto tem como objetivo diminuir os impactos da pandemia da Covid-19 com a geração de emprego e renda na cidade, garantindo a recolocação de muitos chefes de família ao mercado formal, criando oportunidades para todos os várzea-grandenses. “Muitas famílias foram diretamente afetadas pela pandemia nesses últimos doze meses de restrições. Quem já estava desempregado antes da pandemia teve menos chances de recolocação ainda. Por isso criamos essa espécie de ‘força-tarefa’ para trazer à formalidade quem precisa”.  

Leia mais:  Famílias que trabalham no Aterro Sanitário recebem cobertores

Conforme dados mais recentes do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), Várzea Grande criou quase 1.200 novas frentes de empregos formais – com carteira assinada – de janeiro a maio deste ano. Ampliando a análise, nos últimos 12 meses a geração de empregos somou 4.428 novos postos.

O prefeito destaca também, que a parceria é uma ação que gera ganhos a todos os entes envolvidos, é um ciclo virtuoso. “Quem emprega amplia a produção e vende mais. Quem é empregado tem salário fixo e pode planejar o orçamento doméstico, passando a gastar mais no comércio. O comércio, a indústria e a prestação de serviços por sua vez, vendem mais, faturam mais, demandam por mais mão-de-obra e geram mais impostos ao Município e a administração pública retorna com investimentos em obras e serviços. Não há melhor engrenagem que essa para promover o desenvolvimento de uma cidade”.

“Por meio do ‘Emprego Solidário’ buscamos alternativa de renda para quem mora em Várzea Grande, inclusive para imigrantes que aqui residem. As empresas parceiras passam a demanda de vagas e a nossa Secretaria, através dos Centros de Referência em Assistência Social localizados em todas as regiões da cidade, faz essa seleção. Esperamos, a partir da parceria de diversas empresas, oportunizar milhares de vagas de empregos”, declarou a secretária Eliamara Araújo Zeferini. 

PROJETO – A secretária lembra que o primeiro processo seletivo foi realizado em parceria com a Rede Comper e gerou 240 vagas, inclusive para pessoas portadoras de necessidades especiais, “o que torna o alcance social do projeto ainda maior. Não apenas geramos renda, mas principalmente a inclusão social”.

Muitos outros processos seletivos ocorrerão nos próximos meses, por meio do ‘Emprego Solidário’. “Tivemos uma excelente receptividade por parte das empresas quando saímos em buscas de parcerias. A iniciativa deu tão certo que hoje as empresas de vários portes e segmentos já nos procuram com suas demandas por mão-de-obra. Estamos surpresos com a repercussão e muito satisfeitos por gerar oportunidades à população”, avalia Eliamara.

Leia mais:  Aluna da EMEB Júlio Correa é premiada pela eleição do Selo de Empresa Amiga do Meio Ambiente 2022

Os requisitos para se candidatar a uma vaga é estar desempregado e ter 18 anos ou mais. O projeto também trabalha a assertiva no mercado de trabalho, ou seja, buscando o perfil certo para a vaga. “Muitas vezes as pessoas aceitam um emprego por necessidade, mas não gostam da função que executam. Por isso, pedimos que as pessoas já procurem os Cras de suas regiões, façam um pré-cadastro por vagas de emprego e formalizem em que áreas gostariam de atuar. A partir desse levantamento, poderemos direcionar para novas vagas que venham a surgir, bem como oferecer cursos de capacitação”, acrescenta.

Eliamara reforça ainda que as contratações ocorrem por meio de processo seletivo, ou seja, os candidatos às vagas passam por uma pequena avaliação, realizam uma prova. “É uma forma de recrutar pessoal de maneira abreviada e eficaz e ainda concretiza logo a ocupação da vaga”

Comentários Facebook
publicidade

VÁRZEA GRANDE

Várzea Grande será o primeiro município a implantar o Balcão Único, que simplifica abertura de empresas

Publicado


Várzea Grande será município piloto do Balcão Único, cujo programa permite a qualquer cidadão abrir a sua empresa de forma simples e automática, reduzindo o tempo e o custo. A plataforma digital, uma iniciativa do Ministério da Economia, será voltada para o Empresário Individual (EI), Sociedade Limitada Unipessoal (SLU), Sociedade Limitada com apenas um sócio e sem necessidade de capital mínimo e Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI).  

A plataforma e a operacionalidade do novo sistema foram apresentadas nesta manhã (29), em evento realizado no auditório da Famato, que contou com a presença do presidente da Jucemat (Junta Comercial do Estado de Mato Grosso), Manoel Lourenço de Amorim Silva, da secretária de Gestão Fazendária de Várzea Grande, Lucinéia Ribeiro dos Santos, e representantes de várias entidades ligadas ao setor empresarial.

Para se ter acesso às facilidades do novo serviço virtual oferecido pela Junta Comercial, basta que o empresário preencha um formulário eletrônico único, com isso, ele não precisará mais percorrer vários órgãos públicos para formalizar seu negócio. O sistema deverá entrar em operação a partir do mês de outubro.

O presidente da Jucemat, Manoel Lourenço de Amorim, destacou a importância do sistema e da agilidade que as pessoas terão em abrir a sua empresa sem ter de passar por inúmeras etapas, que acabam, na maioria  das vezes, desmotivando o empreendedor. “O nosso objetivo é facilitar a vida do empresário e dar celeridade aos documentos de todos os órgãos envolvidos neste processo de abertura de empreendimento”.  

O presidente lembrou ainda que, desde a implantação da REDESIM, o município de Várzea Grande vem operando de forma célere e eficaz na abertura de novas empresas, facilitando a vida, principalmente dos micros empresários que contribuem para o desenvolvimento da cidade, no fomento de geração de emprego e renda, detalhe que foi levado em conta na escolha do município para ser piloto do Balcão Único.

Leia mais:  Nota de Pesar pelo falecimento do médico do SUS de Várzea Grande Roberto Conceição de Araújo

Para a secretária de Gestão Fazendária, Lucinéia Ribeiro dos Santos, a escolha de Várzea Grande para operar o sistema Balcão Único foi recebida com alegria em saber que a cidade tem se destacado pelo trabalho que vem desenvolvendo ano a ano, com intuito não somente de aumentar a receita do município, mas de criar alternativas para facilitar a vida dos contribuintes e daqueles que pretendem aqui investir.  

Quanto ao acesso ao REDESIM, a gestora disse que este foi um marco na história de Várzea Grande e que o programa abriu um leque de oportunidades para a geração de emprego e renda. “O maior ganho é a celeridade na abertura de novas empresas que antes demoravam até 120 dias e hoje tem prazo de até 48 horas. Essa organização interna permitiu avanços que hoje geram transparência, confiabilidade e celeridade na prestação de serviços aos contribuintes. O atendimento agora pode ser 100% virtual em Várzea Grande”, destacou a secretária.

Já o secretário de Governo, Benedito Gonçalo de Figueiredo, disse que a gestão do prefeito Kalil Baracat está empenhada em aplicar políticas públicas de desenvolvimento econômico e ações para obter resultados positivos. “O município agrega importantes setores produtivos e para a consolidação de novos empreendimentos é necessário que o poder público dê incentivos e que facilite a vida, principalmente das pequenas empresas”, completou o secretário.

A equipe responsável pelo Balcão Único estará realizando, a cada 15 dias, reuniões com todos os envolvidos na operacionalização do sistema para sanar as dúvidas e ajustar as questões relativas ao novo sistema.

Comentários Facebook
Continue lendo

VÁRZEA GRANDE

Várzea Grande Sedia Taça Mato Grosso de Boliche

Publicado


O município de Várzea Grande foi palco, no último final de semana (23 a 25), das competições da Taça Mato Grosso de Boliche, realizada nas dependências do Gran Boliche no Várzea Grande Shopping. O evento, organizado pela Federação de Boliche de Mato Grosso, com o apoio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Smecel), contou com a participação de 50 atletas de Mato Grosso e de outros estados do Brasil.

Segundo a presidente da Federação de Boliche de Mato Grosso, Tereza Nobuko Belmonte, a competição faz parte do calendário nacional e conta com o apoio da Confederação Brasileira de Boliche. Tem por objetivo fomentar esse esporte no estado, promover a integração dos atletas com os demais praticantes das federações e elevar a bandeira do estado ao pódio entre os melhores do ranking nacional.

“Contamos com a participação dos melhores atletas do país, que estão no topo do ranking masculino e feminino, tanto de Mato Grosso como das demais federações brasileiras. Para nós foi uma honra muito grande promover esse evento, foi um marco na história do boliche mato-grossense”, ressaltou.

Tereza Belmonte é a número um no ranking estadual e 25º no nacional. Ela conta que joga boliche há 27 anos e começou por diversão, como lazer em família. Mas logo descobriu o potencial para participar de competições e, daí em diante, a lista de participações em torneios foi grande, tanto nacional como em mundiais. Tereza Belmonte já representou a seleção brasileira em torneios de vários países, entre eles Estados Unidos, Colômbia e Chile, inclusive conquistando medalhas.

A taça mato-grossense foi dividida em duas categorias: primeira e segunda divisão, com modalidades individuais no masculino e feminino e em duplas no feminino, masculino e mistas.

Leia mais:  Educação promove formação para Técnicos de Suporte Administrativo com foco no retorno das aulas

Os atletas Felipe Ventura e Renato Ávila conquistaram o primeiro lugar na categoria dupla masculina e mista. Na modalidade dupla feminina as campeãs foram Dayse Silva e Raquel Tenuta.

Os jogadores que fizeram as melhores partidas do campeonato foram premiados com um pino personalizado da Taça Mato Grosso.

A subsecretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Maria Alice de Barros, parabenizou a federação mato-grossense pela organização do evento e disse que Várzea Grande estará sempre de portas abertas para sediar eventos como esse. “O prefeito Kalil Baracat e o secretário Silvio Fidelis entendem que a prática do esporte, independente da modalidade, é essencial para o bem-estar do cidadão, por isso apoiamos esse evento, que foi um sucesso”.

O superintendente de Cultura, Joilson Marcos da Silva, ressaltou que a realização da competição em Várzea Grande, além de contribuir para fomentar o boliche, também divulgou a cultura e o turismo da cidade. “Ficamos lisonjeados em sediar esse evento que faz parte do calendário nacional. Foram três dias de competições que movimentaram Várzea Grande e levaram o nome da nossa cidade para fora do estado, divulgando as nossas belezas culturais”, destacou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana