conecte-se conosco


POLICIAL

Políticas de enfrentamento à violência contra a mulher resultam na redução de casos de feminicídios

Publicado


Julia Oviedo | Sesp-MT

Tratada com prioridade pela atual gestão, as políticas de enfrentamento à violência contra a mulher, desenvolvidas pelo Governo do Estado, têm auxiliado na redução dos índices de violência contra este público. Após uma série de entregas e inaugurações, Mato Grosso começa a apresentar resultados, exemplo disso é a redução de 30% nos casos de feminicídio no primeiro semestre deste ano.

Além disso, quase todos os índices de violência contra a mulher também diminuíram, entre eles lesão corporal (-8%), assédio sexual (-7%), estupro (-4%) e ameaça (-3%).

A Patrulha Maria da Penha é um exemplo de política que auxilia no combate à violência contra a mulher. Em 2020 o programa acompanhou 1.366 mulheres vítimas de violência doméstica e que possuíam medidas protetivas decretadas pelo Poder Judiciário. Inclusive, de acordo com o balanço do último ano, não houve registro de feminicídio entre as mulheres assistidas pelo programa. Atualmente, 21 cidades são atendidas pela iniciativa.

O Estado possui atualmente oito delegacias especializadas para atendimento às mulheres, localizadas nas principais cidades polos de Mato Grosso. Três delas foram entregues recentemente: uma em Primavera do Leste, que ainda não tinha este tipo de unidade; Sinop, que ganhou uma nova estrutura dentro do novo complexo da Polícia Judiciária Civil (PJC) e Cuiabá, que ganhou uma nova unidade, entregue no mês passado.

Além das delegacias especializadas, também foi entregue em setembro do ano passado, o Plantão da Mulher 24 horas, que funciona em Cuiabá. Idealizado pela primeira-dama Virginia Mendes, o espaço atende vítimas de violência doméstica e familiar, além de vítimas de crimes contra a dignidade sexual.

Um estudo do Observatório de Segurança Pública, vinculado à Adjunta de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) apontou que 79% das vítimas de feminicídios em Mato Grosso não possuíam registros anteriores de violência doméstica, ou seja, nunca tinham feito boletim de ocorrência contra o agressor.

Leia mais:  Equipe de delegacia homenageia garota, que desde muito pequena é fã da Polícia Civil

Foi necessário então focar em campanhas de incentivo a denúncias, além de criar ferramentas que pudessem quebrar o medo e o silêncio das vítimas. Com isso, em parceria com o Poder Judiciário, o Estado lançou o aplicativo SOS Mulher, em que a vítima acessa o botão do pânico e outras funções disponíveis, como telefones de emergência, denúncias e delegacia virtual, e a medida protetiva online, que pode ser solicitada pelo site: sosmulher.pjc.mt.gov.br.

A Sesp-MT lançou ainda nesta semana o site E-Denúncias, que pode ser realizado para qualquer tipo de denúncia, inclusive de violência doméstica e sexual. O diferencial é que a denúncia pode ser feita anonimamente, com espaço para anexos como fotos, vídeos, áudios, etc. O site pode ser acessado pelo link: https://portal2.sesp.mt.gov.br/e-denuncias.

Ainda há os disque-denúncias 197 (Capital) e 181 (interior) ou 190 para ocorrências em andamento. Eles funcionam 24 horas por dia, sete dias da semana.

“Apesar de já vermos uma redução significativa no número de feminicídios, sabemos que ainda há muito para se trabalhar. As políticas públicas implementadas pelo Governo de Mato Grosso terão reflexo no futuro e a tendência é que tenhamos mais reduções daqui para frente”, avaliou o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Cinco pessoas são presas em flagrante com 12 armas de fogo em investigação sobre homicídio

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Paranaíta (851 km ao norte de Cuiabá) prendeu em flagrante nesta quinta-feira, 05 de agosto, cinco pessoas por porte e posse ilegal de armas de fogo.

Os policiais civis apreenderam 12 armas de fogo durante cumprimento de sete mandados judiciais de busca em uma investigação que apura um homicídio ocorrido no município, no mês de maio deste ano.

De acordo com o delegado Antenor Junior Pimentel Marcondes, as armas aprendidas serão importantes para a realização de confronto balístico para se chegar à arma utilizada no homicídio.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Paranaíta e em Alta Floresta, onde também foram detidos os suspeitos em flagrante por portar armas de fogo ilegalmente.

A vítima, Fabiano Ribeiro da Silva, 45 anos, foi morta na fazenda onde trabalhava, após ser alvejada por disparos vindos de uma área de mata.

O cumprimento dos mandados contou com apoio de equipes das Delegacias da Polícia Civil de Apiacás, Alta Floresta e Nova Bandeirantes.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Empresário de Matupá é preso por homicídio ocorrido há 23 anos, em Rondônia
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil apreende motocicleta e prende suspeito por manobra perigosa em Jauru

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de utilizar uma motocicleta para fazer manobras perigosas, arriscando a própria vida e de terceiros, foi preso em flagrante pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (05.08), no município de Jauru (425 km a oeste de Cuiabá).

O suspeito de 28 anos foi autuado em flagrante pela infração de trânsito de utilizar veículo para demonstração de manobra perigosa. A motocicleta envolvida utilizada por ele foi apreendida por infração administrativa.

Os policiais civis realizavam diligências pelas ruas da cidade, quando visualizaram o condutor da motocicleta trafegando com apenas uma das rodas no chão, empinando o veículo pela avenida.

Os policiais acompanharam o suspeito, realizando a abordagem, sendo verificado que a motocicleta estava com licenciamento em dívida ativa referente aos anos de 2016 e 2017.

Diante dos fatos o veículo foi apreendido e o suspeito conduzido até a Delegacia de Polícia, ouvido pelo delegado Marcos Cezar Farias Lyra, e autuado em flagrante delito por crime previsto no artigo 308 do CTB.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Policiais civis de Campos de Julho realizam ações de conscientização da Campanha Agosto Lilás
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana