conecte-se conosco


POLICIAL

Policia Civil e Sema apreendem 100 kg de pescado transportado irregularmente

Publicado


Assessoria/Sema-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), com apoio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), apreendeu na manhã desta quarta-feira (21.07) cerca de 100 kg de pescado irregular que estava sendo transportado por um comprador, na região de Barão de Melgaço (113 quilômetros de Cuiabá). 

A operação foi fruto do serviço de inteligência da Polícia Judiciária Civil (PJC) que conseguiu identificar o suspeito, que possivelmente venderia a carga para peixarias da região e da Capital. A região de Barão de Melgaço é conhecida pelas peixarias, e faz parte da Rota do Peixe do Vale do Rio Cuiabá. 

O suspeito foi conduzido à delegacia enquadrado pelo descumprimento da Lei Federal nº 9.605/98, que trata dos crimes contra o meio ambiente. Foi identificado o transporte e comércio dos exemplares que estão fora da medida permitida por Lei, acima da quantidade permitida para transporte, e ainda, pelo pescado ser fruto de pesca predatória com o uso ilegal de redes de pesca. 

“As fiscalizações acontecem para coibir a pesca ilegal e preservar o estoque pesqueiro. Esta prática vem contribuindo para a redução de peixes nos nossos rios”, explica o investigador da PJC, Hamilton Andrade Zamarioli, que participou da ação. 

Denúncias

O cidadão pode denunciar crimes ambientais pelo disque denúncia (0800 65 3838), pelo site Fale Cidadão (https://ouvidoria.controladoria.mt.gov.br/falecidadao/) ou pelo aplicativo MT Cidadão

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil apreende motocicleta e prende suspeito por manobra perigosa em Jauru
publicidade

POLICIAL

Homem é preso em flagrante depois de ameaçar ex-namorada durante atendimento à vítima na Polícia Civil

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A equipe da Delegacia Especializada da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande prendeu nesta quinta-feira (05.08) um homem de 31 anos por ameaçar reiteradamente a ex-namorada.

A vítima, de 22 anos, procurou a Delegacia da Mulher de Várzea Grande e informou que estava sofrendo perseguição constante do ex-namorado, de quem se separou há meses. Mesmo bloqueando o número de celular dele, o suspeito continuava a lhe encaminhar mensagens com teor ofensivo e ameaçador.

Nesta quinta-feira, o homem tornou a telefonar para a vítima, por volta de 11h, e a ameaçou de morte dizendo que enfiaria ‘uma bala na cabeça’ dela. Depois, por volta de 13 horas, quando ela já estava na delegacia, ele telefonou novamente e a xingou de cadela, fato presenciado pela delegada Mariell Antonini Dias.

Como havia a ameaça de morte e o autor dos crimes demonstrava inconformismo com a decisão da mulher em terminar a relação, a delegada determinou diligências a fim de localizá-lo e prendê-lo. Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de ameça e injúria no âmbito da violência doméstica e familiar, conforme a Lei 11.340/2006.

Com a conclusão do procedimento policial, o autor será encaminhado à audiência de custódia, permanecendo à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil impede vítima de cair em golpe pela internet relacionado a venda de caminhonete Hilux
Continue lendo

POLICIAL

Cinco pessoas são presas em flagrante com 12 armas de fogo em investigação sobre homicídio

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Paranaíta (851 km ao norte de Cuiabá) prendeu em flagrante nesta quinta-feira, 05 de agosto, cinco pessoas por porte e posse ilegal de armas de fogo.

Os policiais civis apreenderam 12 armas de fogo durante cumprimento de sete mandados judiciais de busca em uma investigação que apura um homicídio ocorrido no município, no mês de maio deste ano.

De acordo com o delegado Antenor Junior Pimentel Marcondes, as armas aprendidas serão importantes para a realização de confronto balístico para se chegar à arma utilizada no homicídio.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Paranaíta e em Alta Floresta, onde também foram detidos os suspeitos em flagrante por portar armas de fogo ilegalmente.

A vítima, Fabiano Ribeiro da Silva, 45 anos, foi morta na fazenda onde trabalhava, após ser alvejada por disparos vindos de uma área de mata.

O cumprimento dos mandados contou com apoio de equipes das Delegacias da Polícia Civil de Apiacás, Alta Floresta e Nova Bandeirantes.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil impede vítima de cair em golpe pela internet relacionado a venda de caminhonete Hilux
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana