conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil autua escrivão por violência doméstica e posse e porte ilegal de arma e munições

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio do Plantão de Vítimas de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá e a Corregedoria Geral, prendeu em flagrante nesta terça-feira (20.07) um escrivão de polícia pelos crimes de ameaça no âmbito da Lei Maria da Penha, porte ilegal e posse irregular de armas de fogo e munições de uso restrito e permitido. 

As investigações que resultaram na prisão do policial inciaram na tarde de segunda-feira (19), quando a convivente do escrivão procurou o Plantão de Vítimas de Violência Doméstica relatando que vinha sofrendo ameaças do companheiro. Após o relato dos fatos, a vítima optou por representar contra o policial e requereu medidas protetivas de urgência. 

Por se tratar de ocorrência envolvendo policial civil, uma equipe da Corregedoria foi acionada e fez o acompanhamento das diligências realizadas pelos policiais do plantão na residência do escrivão, onde foi feita a retirada dos pertences pessoais da vítima. Dois delegados corregedores acompanharam os trabalhos. 

No endereço, as equipes encontraram o escrivão no hall do prédio e foi solicitado pelos policiais da Corregedoria que ele entregasse a arma que portava. No interior do apartamento foram encontradas várias armas de fogo de diferentes calibres, munições, peças e apetrechos de armas, sendo todo material apreendido. 

Também foram realizadas buscas em uma viatura que estava com o policial e foram encontradas no porta-malas mais munições, armas de diferentes calibres e caixas com peças de armas. 

Todo o material foi apreendido e o policial encaminhado ao Plantão de Vítimas de Violência Doméstica e Sexual de Cuiabá, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelos crimes de ameaça, porte ilegal e posse irregular de arma de fogo e munições de uso restrito e permitido.

Leia mais:  Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos em Paranaíta

Ele será encaminhado para audiência de custódia da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos em Paranaíta

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil em Paranaíta (851 km ao norte de Cuiabá) incinerou nesta quinta-feira, 29 de julho, 3,300 quilos de entorpecentes apreendidos no município.

De acordo com o delegado Antenor Pimentel Marcondes, a droga foi encaminhada para incineração após autorização do juiz da Comarca de Paranaíta, Tibério de Lucena Batista.

Conforme exigência legal, o ato contou com a presença de representantes do Ministério Público, promotora Daniele Baumgarten; da Vigilância Sanitária, Antônio da Silva e da Politec, Alan Vinicius de Figueiredo Lugli. Também acompanharam o ato delegada regional de Alta Floresta, Ana Paula Reveles de Carvalho e a escrivã, Iraci Zeczkoski.

“A dependência química degrada vidas, desestrutura famílias, fomenta crimes e financia organizações criminosas. Por isso, o ato simboliza também o combate às drogas”, pontuou o delegado Antenor.

A incineração foi realizada em uma indústria cerâmica de Paranaíta, com apoio do empresário Valmir Mumbach.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil cumpre prisão de homem por descumprimento de medida protetiva em Rosário Oeste
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil conclui inquérito e prende autor de tentativa de latrocínio em Rondonópolis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) concluiu o inquérito policial que apurou o crime de tentativa de latrocínio ocorrido em setembro de 2020 no município.

Com base nas investigações, suspeito de 21 anos identificado como autor do crime teve o mandado de prisão preventiva cumprido, na quarta-feira (28.07), pelos policiais da Derf. O suspeito possui várias passagens por crimes patrimoniais na Comarca de Rondonópolis.

O crime ocorreu no dia 03 de setembro de 2020, em frente ao seu estabelecimento comercial do ramo de equipamentos de piscina da vítima. Na ocasião, o suspeito em posse de uma arma de fogo anunciou o assalto e subtraiu uma corrente de ouro avaliada em R$ 5 mil da vítima.

Após a subtração do bem, o autor efetuou um disparo de arma de fogo na perna da vítima, provocando uma lesão corporal de natureza grave e em seguida empreendeu fuga.

Durante a investigação com a análise de imagens, prova pericial e prova testemunhal, a equipe da DERF reuniu elementos que permitiram a identificação do principal do suspeito, o qual foi reconhecido pela vítima e testemunhas como o autor da tentativa de latrocínio.

Com base nas investigações, foi representado pelo mandado de prisão preventiva do suspeito que foi deferido pela Justiça e cumprido pelos policiais da Derf, na quarta-feira (28). Ele foi conduzido à Delegacia para as providências de praxes, sendo posteriormente encaminhado para a Cadeia Pública de Rondonópolis.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil recupera 8 aparelhos de notebooks furtados e prende o autor do crime
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana