conecte-se conosco


POLICIAL

Operação Mercadores do Tráfico mira integrantes de organização criminosa e realzia prisões em cinco cidades de MT

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de São Félix do Araguaia (1.200 km a nordeste de Cuiabá) deflagrou nesta terça-feira (20) a Operação Mercadores do Tráfico para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar cujos alvos integram uma organização criminosa que atua no estado. As ordens judiciais foram cumpridas em cinco municípios de Mato Grosso.

A operação resultou na prisão, até o presente momento, de sete suspeitos de integrarem a organização criminosa voltada aos crimes de tráfico de entorpecentes e lavagem de dinheiro. Além das prisões, houve foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão domiciliar.

A investigação da Delegacia de São Félix do Araguaia apurou que o grupo movimentava, em pequena quantidade, um fluxo de drogas e de dinheiro com a ajuda de colaboradores em outros municípios do Mato Grosso, especialmente Barra do Garças e Rondonópolis, responsáveis por receber os valores das operações criminosas.

Conforme levantamentos preliminares realizados pelos policiais civis, possivelmente, o grupo criminoso movimentou durante o ano passado, mais de R$ 300 mil reais. Na região de São Félix do Araguaia, os alvos da operação possuem passagens policiais por diversos crimes, que além do tráfico de drogas, incluem homicídio e tortura.

As ordens judiciais foram deferidas pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá. A operação segue com cumprimento de outros mandados de prisão e outras diligências estão em andamento.

De acordo com o delegado Artur Andrade Almeida, a investigação iniciou há cerca de um ano, com foco na lavagem de dinheiro do tráfico de drogas e a apuração identificou que existe uma ramificação de uma organização criminosa atuando na região do Araguaia.

Os investigados presos nesta terça-feira foram conduzidos para a Delegacia de São Félix do Araguaia e para as unidades de Rondonópolis e Jaciara, ficando à disposição da Justiça.

Leia mais:  Investigador de MT é o primeiro a se formar instrutor de armamento e tiro pela Academia Nacional de Polícia

A operação contou com apoio da Delegacia Regional de Rondonópolis e das Delegacias de Alto Boa Vista, de Jaciara, de Barra do Garças e da Polícia Militar.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Três autores do duplo homicídio de adolescentes em Sapezal são presos pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Sapezal (480 km a noroeste de Cuiabá), cumpriu nesta segunda-feira (26) a prisão de três pessoas investigadas pelo homicídio de duas adolescentes ocorrido em 2019.

Os autores do duplo homicídio que vitimou Marya Heduarda Magalhães Marçal e Taynara Inácio dos Santos, ambas com 16 anos, tiveram as prisões temporárias cumpridas pela equipe de investigação da unidade policial. 

O delegado de Sapezal, Herbert Hugo Montenegro, explicou que restam alguns pontos da investigação para serem esclarecidos e após a conclusão do inquérito, a Polícia Civil encaminhará representação à Justiça pela conversão em prisão preventiva dos investigados.

Um dos presos é o mandante do crime e os outros dois executores do homicídio das adolescentes, que foram encontradas mortas na lavoura de uma fazenda, a aproximadamente 10 quilômetros de Sapezal.

Marya Heduarda e de Taynara foram encontradas na manhã de 03 de maio de 2019, depois de dias desaparecidas. A equipe da Delegacia de Sapezal realizou os procedimentos no local e a perícia encaminhou os cadáveres, que já estavam em decomposição, para exame de necropsia, sendo posteriormente identificados como as adolescentes desaparecidas.

Exames atestaram que as vítimas foram mortas com disparos de arma de fogo e uma delas estava grávida.

A partir da investigação, a equipe da Polícia Civil reuniu diversas informações e exames que levaram aos autores do crime, dois deles ligados a uma facção criminosa.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil cumpre 31 ordens judiciais contra grupo criminoso investigado por sonegação e ameaças contra servidores de posto fiscal em MT
Continue lendo

POLICIAL

Primeira-dama entrega 800 cestas básicas que serão distribuídas pela Polícia Civil no interior do estado

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A primeira-dama de Mato Grosso, Virgínia Mendes, esteve presente na tarde desta terça-feira (27.07) na Diretoria Geral da Polícia Civil para realizar a entrega simbólica de 800 cestas básicas que serão distribuídas para famílias carentes de municípios do interior do estado.

A entrega das cestas básicas contou com presença de diretores da Polícia Civil, do presidente da Federação dos Conselhos Comunitários de Segurança Pública e dos representantes da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

As 800 cestas básicas foram cedidas pelo Programa Vem Ser Mais Solidário, coordenado pela primeira-dama e executado pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), e serão distribuídas às famílias em situação de vulnerabilidade, por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária, da Polícia Civil.

Durante o encontro, a primeira-dama falou da importância da parceria no trabalho social, através da contribuição com a logística e distribuição das cestas, fazendo chegar de forma mais rápida os alimentos até as pessoas carentes, em especial àquelas que moram em municípios mais distantes.

“A Polícia Civil pode contar sempre com o apoio da Unidade de Ações Sociais e Atenção à Família (Unaf), pois com essa união de forças é possível através das ações ajudar muitas famílias mato-grossenses de baixa renda, e que precisam de um olhar diferenciado do Poder Público”, disse Virgínia Mendes.

A diretora de Execução Estratégica, Daniela Maidel, destacou a extrema importância desse apoio, que tem como objetivo colaborar com a comunidade mais necessitada, e que tanto precisa dessas doações. 

 

“Estas cestas básicas doadas pela primeira-dama serão distribuídas pelos policiais civis da Coordenadoria de Polícia Comunitária, tanto na região metropolitana como no interior do Estado, sendo beneficiadas pessoas cadastradas e atendidas pelos projetos sociais desenvolvidos pela Polícia Civil e parceria com os Conselhos Comunitários de Segurança Pública”, disse.

Leia mais:  Polícia Comunitária prestigia aniversário de quatro anos de menina que sonha em ser policial civil

Participaram do evento, os diretores da Polícia Civil, Daniela Maidel, Rodrigo Basto, Fernando Vasco, Juliano Carvalho, o presidente da Feconsegs, Danilo Moraes, o coordenador da Polícia Comunitária, Gaspar Figueiredo e sua equipe, entre outros convidados.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana