conecte-se conosco


CUIABÁ

Ministro reconhece a importância que o prefeito de Cuiabá destina à saúde pública

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Em visita a Cuiabá, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, reconheceu que a gestão Emanuel Pinheiro prioriza a saúde pública e enfatizou a coragem do chefe do Executivo Municipal em enfrentar as adversidades impostas, principalmente, neste momento de pandemia.

“Nós não podemos nos acovardar. Nós temos que enfrentar os desafios. Os líderes se conhecem pela sua coragem. Pela coragem de enfrentar os desafios e trazer resultados para a sociedade. E assim é Emanuel Pinheiro”, enfatizou o ministro durante solenidade no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na última sexta-feira (09).

O ministro Queiroga citou como exemplo de uma importante obra da gestão do Emanuel Pinheiro, a construção do Hospital Municipal de Cuiabá. “O ministério da Saúde tem apoiado e reconhece o esforço que o prefeito fez para a edificação deste hospital, que beneficia não só os cidadãos de Cuiabá e Várzea Grande, mas também das cidades circunvizinhas”, pontuou.

Em resposta as declarações da liderança federal, o gestor disse que as dificuldades existem, mas com esforço e dedicação é possível avançar. “Em Cuiabá temos feitos investimento na área da saúde e a nossa capital tem sido a tábua de salvação da saúde do nosso estado. Meu objetivo é melhorar cada vez a saúde pública para os cuiabanos e as pessoas que dependem do atendimento”, afirmou Pinheiro.

Além do Hospital Municipal de Cuiabá, o ministro visitou o Senai Porto, um dos seis polos de vacinação contra a Covid-19 de Cuiabá. Mais cedo, Marcelo Queiroga cumpriu agenda de compromissos na cidade de Rondonópolis (a 212 km ao Sul de Cuiabá).

HMC

Inaugurado no dia 18 de novembro de 2019, após o prefeito Emanuel Pinheiro se articular junto à bancada federal e conseguir um aporte de R$ 100 milhões do governo federal, o Hospital Municipal de Cuiabá – HCM “Dr. Leony Palma de Carvalho”  possui 315 leitos, sendo 178 de adultos, 20 leitos no Centro de Tratamento de Queimados, 60 de UTI, 38 de Emergência, seis salas de cirurgia e 13 leitos RPA (recuperação pós-anestesia), além do ambulatório com mais de 13 das especialidades médicas mais procuradas pela Central de Regulação. Conta ainda com exames como ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia e radiografia e parque tecnológicos com equipamentos de última geração. 

Leia mais:  Primeira-dama encerra primeiro dia de força-tarefa de enfrentamento ao frio com sopão em bairro carente

Além disso, o HMC também conta com urgência e emergência onde funciona o novo Pronto Socorro, dispõe de um heliponto para transferência de pacientes em estado grave e o transporte de órgãos com mais rapidez e segurança. Sem contar que se tornou referência nacional e internacional por meio do programa SOS AVC.

No primeiro quadrimestre de 2021, foram realizados no HMC 232.865 atendimentos, sendo 10.331 atendimentos de urgência e emergência, 3.092 internações de adultos, 522 internações pediátricas, 7.937 consultas ambulatoriais, 30.721 serviços de imagem, 177.880 análises clínicas e 2.382 cirurgias.

Com relação aos atendimentos de urgência e emergência, 79% são em pacientes de Cuiabá, 20% em pacientes de outros municípios de Mato Grosso e 1% em pessoas provenientes de outros estados. Quando às cirurgias, 59% são em pacientes da Capital, 40% em pacientes de outros municípios do estado e 1% em pessoas oriundas de outros estados. Em se tratando de internações (adulto e pediátrica), 67% são de moradores de Cuiabá, 32% de habitantes de outros municípios de Mato Grosso e 1% de pessoas de outras localidades.

O HMC finalizou o último ano classificado como “ótimo e bom” por 92% dos usuários atendidos pela unidade de saúde. A pesquisa de satisfação ouviu 3.222 pacientes homens e mulheres de 15 a 60 anos, entre os meses de janeiro a dezembro de 2020.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

“O servidor público é o braço direito de qualquer gestor e isso precisa ser honrado”, reafirma prefeito que quita folha salarial de julho na sexta

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, quita nesta sexta-feira (30), o salário dos servidores públicos referentes ao mês de julho. Com a medida, o chefe do Executivo segue com o compromisso firmado com os colaboradores em manter i o pagamento referente a  folha salarial no mês trabalhado. “Essa é uma marca que mantenho da minha gestão desde o primeiro mandato como chefe do Executivo Municipal. Um servidor valorizado, com remuneração em dia, com certeza o resultado será sempre positivo em relação à prestação de serviços à sociedade. Jamais faltarei com o meu compromisso”, enfatizou o prefeito.

De acordo com a Secretaria de Fazenda, a Prefeitura de Cuiabá conta com aproximadamente 16 mil servidores ativos e mais cinco mil beneficiários do Cuiabá-Prev, totalizando uma folha de cerca de R$ 69 milhões.

“O servidor público é o braço direito de qualquer gestor e isso precisa ser honrado. Uma das formas de fazer esse discurso se valer na prática é tendo esse compromisso com a folha salarial em dia. A gestão Emanuel Pinheiro sempre vai agir com respeito e valorização aos servidores, por entender que uma administração não se faz sozinho. Cada servidor exerce uma contribuição fundamental”, finalizou.

Comentários Facebook
Leia mais:  "O servidor público é o braço direito de qualquer gestor e isso precisa ser honrado", reafirma prefeito que quita folha salarial de julho na sexta
Continue lendo

CUIABÁ

Gratidão e dedicação unem integrantes de força-tarefa de enfrentamento ao frio; primeira-dama coordena ação

Publicado


VICENTE AQUINO

Clique para ampliar

As equipes da Prefeitura de Cuiabá e da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência continuam a percorrer os bairros da capital, na ação emergencial de atendimento as famílias em situação de vulnerabilidade social. Desde a última quarta-feira (28), a mobilização conjunta de várias secretarias municipais, tenta minimizar a situação da população mais carente, diante do frio que atingiu Cuiabá. Para as pessoas que estão atuando na força-tarefa de enfrentamento ao frio, em tempo integral, o sentimento é de solidariedade e gratidão, numa ação que pretende levar o acolhimento, com a doação de alimentos e cobertor (campanha Aquece Cuiabá). A ação é uma determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, organizada pela primeira-dama da capital, Márcia Pinheiro, e reúne todas as secretarias do Executivo. 

Na manhã desta quinta-feira (29), no assentamento Terra Prometida, localizado na Regional Norte entre os bairros CPA e 1º de Março, cerca de cerca de 900 famílias, receberam as doações

A coordenadora do Programa Criança Feliz, da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Michely Machado disse que se sente grata pela possibilidade poder ajudar a população. “Nos comove realmente ver a necessidade das famílias, ainda mais nessa época do ano que está fazendo muito frio e a gente sabe que tem muitas pessoas que não tem uma residência com estrutura para poder preservar a sua saúde. Meu sentimento é de gratidão por estarmos participando dessa ação, doando cobertores, roupas e alimentos. O sentimento é de ajudar ao próximo, de gratidão por poder fazer esse gesto de humanização”, disse Michely ao lembrar os locais já visitados como o aterro sanitário, onde foi distribuído o sopão, e bairros como Novo Milênio e Santa Laura.

Leia mais:  Arsec debate revisão ordinária do contrato de água e esgoto

A coordenadora técnica de Gestão de Políticas Sociais da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Patrícia Cavalcanti, destacou o trabalho conjunto das Secretarias Municipais que estão possibilitando essa grande mobilização. “Várias secretarias estão trabalhando em conjunto conosco. O objetivo central de toda essa mobilização por parte dos gestores, do nosso prefeito Emanuel Pinheiro e da primeira-dama Márcia Pinheiro, é promover os mínimos sociais, de forma humanizada, para a população em situação de vulnerabilidade de Cuiabá. Acredito que todos envolvidos nessa força tarefa, assim como eu se sentem mais humanizados, com um sentimento de afeto e preocupação, e mais generosos. São vários sentimentos externados a partir do momento que a gente realização ações como essas”, disse Patrícia.

A secretária Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência Hellen Janayna Ferreira de Jesus acompanhou as ações realizadas no assentamento Terra Prometida e disse que a força-tarefa está trazendo muitos benefícios para a política de assistência social do município. “A nossa política é responsável por mapear e identificar a população que está em situação de vulnerabilidade. Com o trabalho realizado por essa força-tarefa foi possível estarmos em mais de 54 bairros da nossa capital, isso é extremamente relevante. A gente leva serviços, leva atendimento, para toda essa população mais vulnerável, que precisa”, disse ela.

De acordo com a gestora, a política de assistência atende a população nesses casos de emergência, mas o escopo, o trabalho principal da Assistência Social é referenciar essas famílias. “Nosso intuído é estar mais presente junto às comunidades, nos nossos mutirões de atendimento que serão retomados. Aqui, no Terra Prometida, iremos referenciar essas famílias, cadastrá-las junto ao Centro de Referência de Assistência Social de abrangência para que elas sejam atendidas em suas necessidades não só hoje, mas todos os dias, meses e anos, como os nossos serviços”, ressaltou.  

Leia mais:  "O servidor público é o braço direito de qualquer gestor e isso precisa ser honrado", reafirma prefeito que quita folha salarial de julho na sexta

O presidente da Associação de moradores do assentamento, criado em 2016, Antônio Lemes de Paula, agradeceu a ação. “Essa ação iniciada neste momento é muito importante. Além da cesta básica e do cobertor precisamos do trabalho da Prefeitura em relação ao emprego, com cursos profissionalizantes, para que as pessoas possam começar a sobreviver. Essa pandemia, atrapalhou muitas famílias, inclusive o Terra Prometida foi um dos bairros mais prejudicados. Aqui somos 900 famílias assentadas, 150 delas de haitianos, o restante são de famílias vindas de todas as partes do país. O bairro tem a associação e precisamos dessa parceria com a Prefeitura para ajudar a comunidade. Essa foi uma belíssima ação. Não ficou ninguém sem receber a cesta, ninguém sem receber cobertor. Em nome da comunidade Terra Prometida eu agradeço a Prefeitura de Cuiabá”, disse Antônio Lemes.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana