conecte-se conosco


MATO GROSSO

Mato Grosso recebe 111.240 doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado (31)

Publicado


O Ministério da Saúde informou ao Estado o envio de 111.240 doses de vacinas para a imunização dos grupos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra a Covid-19. Uma remessa chegará em Mato Grosso às 10h20 e outra às 15h35 deste sábado (31.07), no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

Às 10h20 chegará, por um voo da Azul, 50.400 doses da Coronavac. Para às 15h35 está prevista a chegada de 60.840 doses da Pfizer por um voo da Latam. Os públicos para os quais serão destinadas essas doses ainda estão sendo definidos e serão divulgados por meio da resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB). 

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação, encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

Simultaneamente à operação logística, as equipes administrativas trabalham na resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB), colegiado que oficializa o quantitativo de doses a ser destinado para os 141 municípios.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 2.619.470 doses de imunizantes contra a Covid-19.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  "Chegada da ferrovia vai impactar positivamente em toda a cadeia produtiva", afirma presidente da Acrimat
publicidade

MATO GROSSO

Tese de mestrado será apresentada pela primeira vez em propriedade rural em MT

Publicado


A Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) promove nesta quarta-feira (29.09), às 9h, a primeira defesa de mestrado em uma propriedade rural. A iniciativa representa o primeiro passo do projeto ‘Defesa no Campo’ e irá acontecer em uma propriedade em Santo Antônio do Leverger (a 34 km de Cuiabá).

A conclusão do trabalho acontecerá na propriredade do senhor Joarez Vilas Boas e será defendida pelo engenheiro florestal Hector de Oliveira, discente do Programa de Pós-graduação em Recursos Hídricos da Universidade Federal de Mato (UFMT), sob a orientação do coordenador de Assistência Técnica e Extensão Rural da Empaer, o engenheiro agrônomo e doutor, Fabrício Ramos. A banca avaliadora será composta por cinco membros, mestres e doutores especialistas no segmento.

Fabrício explica que o objetivo do projeto é inovar no serviço de pesquisa e extensão rural, integrando a universidade com o produtor rural. Ele defende a importância que as pesquisas de pós-graduação como, mestrado e doutorado sejam realizadas nas propriedades rurais, sendo que no geral, têm sido finalizadas no ambiente das universidades.

“Essa iniciativa visa estimular estudantes a realizarem as defesas dos seus trabalhos científicos nos locais onde ocorreram as pesquisas, pois entendemos que essa abordagem é importante para melhorar a difusão do conhecimento gerado, além de valorizar os agricultores e produtores rurais que demandam, apoiam e participam das pesquisas”, define ele.

Durante a execução do projeto, o produtor participou ativamente de todas as etapas, cujo objetivo foi mapear a capacidade de uso do solo da sua propriedade para determinação das áreas mais propícias para cultivos intensivos.

Serviço:

Primeira ‘Defesa no Campo’ promovida pela Empaer

Onde: Propriedade rural do senhor Joarez Vilas Boas, em Santo Antônio do Leverger

Leia mais:  Eduardo Botelho: "A ferrovia vai alavancar a industrialização de Cuiabá e de todo Estado"

Horário: 9h

 Amostragem para análise física e química e classificação das cores do solo Foto: Empaer-MT

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Sema-MT coloca em campo um veterinário e duas unidades móveis de pronto atendimento de animais

Publicado


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) disponibilizou um veterinário exclusivamente para atuar nos resgates, monitoramento, avaliação, atendimento de animais silvestres do Pantanal atingidos pelos incêndios. Foram adquiridas pelo Estado duas unidades móveis de pronto atendimento para primeiros cuidados e transporte de animais silvestres.

A ação visa apoiar o trabalho coordenado pelo Instituto Brasileiro (Ibama) de manejo da fauna silvestre, que tem a atribuição legal de autorizar a conduzir o manejo da fauna silvestre.

A Sema-MT contratou um médico  veterinário, com recursos do Programa REM, exclusivamente para o atendimento aos animais. Rogério Leonel Vieira tem especialização em clínica e cirurgia de animais silvestres e atua há 20 anos nesta especialidade. Ele explica que um dos objetivos é avaliar constantemente a estrutura para atendimentos dos animais. Neste momento, a emergência ambiental é nível 1, ou seja, poucos animais precisam de intervenção. 

“Nesse momento, o fogo está sendo muito bem combatido pelos brigadistas. As unidades móveis são suficientes para a gente chegar nos locais, fazer o atendimento necessário, junto com as ONGs que também estão em campo. O monitoramento diário está sendo feito nas áreas da Transpantaneira, Barão de Melgaço e Cáceres, para que se veja a necessidade de montar uma estrutura de nível 2”, conta o especialista. 

Unidades móveis de atendimento

Estão em campo para auxiliar no resgate, captura, atendimento e transporte de animais, duas unidades móveis de pronto atendimento equipadas com equipamentos de contenção, rifle com dardos com tranquilizante veterinário, e outros utensílios que possibilitam o manejo de animais de pequeno, médio e grande porte, de qualquer complexidade. 

Os veículos L200 Triton com a carrocerias adaptadas, e climatizadas, são da Sema, adquiridos com recursos do Fundo da Amazônia. As duas unidades são utilizadas pela equipe especializada da Sema, e em parceria com outros veterinários das ONGs credenciadas junto ao Governo Federal com notório saber em resgate e atendimento de animais silvestres. 

Leia mais:  Domingo (26): Mato Grosso registra 534.484 casos e 13.769 óbitos por Covid-19

Programa REM

O Programa Global REDD Early Movers (REM) remunera e premia o esforço de mitigação das mudanças climáticas. Mato Grosso tem o apoio do Programa REM desde dezembro de 2017, e até o final da iniciativa receberá R $232,4 milhões (cerca de 44 milhões de euros) para fortalecer a sua fiscalização, operacionalização e responsabilização.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana