conecte-se conosco


POLICIAL

Mãe de criança que se escondeu dentro de geladeira durante incêndio é presa por abandono de incapaz

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A mãe da criança que foi encontrada dentro da geladeira de uma casa que estava pegando fogo foi localizada e presa em flagrante pela Polícia Civil, em trabalho realizado pela equipe da Delegacia Especializada de Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

A mulher confessou que deixou o filho de apenas dois anos para sair para uma “resenha” e foi autuada em flagrante por abandono de incapaz.

O incêndio ocorreu na madrugada desta sexta-feira (09) em uma residência no bairro Altos da Serra. Os vizinhos perceberam as chamas por volta de 01h30 e utilizaram baldes de água para conter o fogo. Durante os trabalhos, os populares localizaram a criança com vida, abrigada dentro da geladeira da residência.

O menino que estava sozinho na casa foi encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Morada do Ouro, onde passou por atendimento médico, sendo constatado que ele não sofreu lesões em razão do fogo.

Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente iniciou as diligências para localizar a mãe da criança, que foi encontrada na companhia do namorado.

Ela foi conduzida a Deddica onde durante o interrogatório inicialmente a suspeita disse que havia deixado a criança com uma amiga para ir trabalhar. Após diversas contradições, ela confessou que deixou o filho sozinho para ir a uma festa.

Diante dos fatos, foi lavrado o flagrante contra a mãe da criança pelo crime de abandono de incapaz. A suspeita será encaminhada para audiência de custódia na manhã de sábado (10).

O menino está sob a guarda do Conselho Tutelar. As investigações continuam, sendo realizada a oitiva de algumas testemunhas que presenciaram o fato.

Leia mais:  Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos em Paranaíta

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos em Paranaíta

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil em Paranaíta (851 km ao norte de Cuiabá) incinerou nesta quinta-feira, 29 de julho, 3,300 quilos de entorpecentes apreendidos no município.

De acordo com o delegado Antenor Pimentel Marcondes, a droga foi encaminhada para incineração após autorização do juiz da Comarca de Paranaíta, Tibério de Lucena Batista.

Conforme exigência legal, o ato contou com a presença de representantes do Ministério Público, promotora Daniele Baumgarten; da Vigilância Sanitária, Antônio da Silva e da Politec, Alan Vinicius de Figueiredo Lugli. Também acompanharam o ato delegada regional de Alta Floresta, Ana Paula Reveles de Carvalho e a escrivã, Iraci Zeczkoski.

“A dependência química degrada vidas, desestrutura famílias, fomenta crimes e financia organizações criminosas. Por isso, o ato simboliza também o combate às drogas”, pontuou o delegado Antenor.

A incineração foi realizada em uma indústria cerâmica de Paranaíta, com apoio do empresário Valmir Mumbach.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil prende jovem procurada pela Justiça da Comarca de Aragarças
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil conclui inquérito e prende autor de tentativa de latrocínio em Rondonópolis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) concluiu o inquérito policial que apurou o crime de tentativa de latrocínio ocorrido em setembro de 2020 no município.

Com base nas investigações, suspeito de 21 anos identificado como autor do crime teve o mandado de prisão preventiva cumprido, na quarta-feira (28.07), pelos policiais da Derf. O suspeito possui várias passagens por crimes patrimoniais na Comarca de Rondonópolis.

O crime ocorreu no dia 03 de setembro de 2020, em frente ao seu estabelecimento comercial do ramo de equipamentos de piscina da vítima. Na ocasião, o suspeito em posse de uma arma de fogo anunciou o assalto e subtraiu uma corrente de ouro avaliada em R$ 5 mil da vítima.

Após a subtração do bem, o autor efetuou um disparo de arma de fogo na perna da vítima, provocando uma lesão corporal de natureza grave e em seguida empreendeu fuga.

Durante a investigação com a análise de imagens, prova pericial e prova testemunhal, a equipe da DERF reuniu elementos que permitiram a identificação do principal do suspeito, o qual foi reconhecido pela vítima e testemunhas como o autor da tentativa de latrocínio.

Com base nas investigações, foi representado pelo mandado de prisão preventiva do suspeito que foi deferido pela Justiça e cumprido pelos policiais da Derf, na quarta-feira (28). Ele foi conduzido à Delegacia para as providências de praxes, sendo posteriormente encaminhado para a Cadeia Pública de Rondonópolis.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Investigações em três estados resultaram na identificação de mandantes e executores de chacina em Colniza, denunciados à Justiça
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana