conecte-se conosco


POLICIAL

Força Integrada de Combate ao Crime Organizado realiza prisão de um dos responsáveis pela execução de Delegado da Polícia Civil da Bahia

Publicado


Cuiabá/MT – Na tarde desta sexta-feira (16/07), a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO/MT), realizou a prisão de um dos envolvidos na execução do Delegado da Polícia Civil Clayton Leão, titular da 18a Delegacia de Camaçari/Bahia e chefe do Comando de Operações Especiais (COE) daquele estado.

O crime, que ocorreu em 2010, gerou comoção por ter sido acompanhado em tempo real, enquanto o delegado no interior de seu veículo, dava entrevista ao vivo a uma emissora de rádio local, momento em que foi executado com dois tiros na cabeça. 

O criminoso, de alta periculosidade, responde a diversos processos e havia sido condenado por latrocínio no estado da Bahia. A prisão teve o apoio da Delegacia de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO) da Polícia Civil da Bahia e da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Civil de Mato Grosso.

A FICCO/MT recebeu informações de que o foragido estava em Várzea Grande/MT e tinha o objetivo de fugir para Bolívia. A equipe de policiais identificou e localizou o criminoso, que foi preso e conduzido para a Superintendência da Polícia Federal para as devidas providências, e em seguida encaminhado ao presídio.

O delegado da Polícia Civil de Mato Grosso, Frederico Murta, supervisor da FICCO/MT, ressaltou que a eficiente troca de informações entre as agências de inteligência e o pronto apoio prestado pelas equipes de investigadores da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PJC/MT, foram essenciais para o êxito na recaptura do criminoso foragido antes que ele conseguisse deixar o país.

A FICCO/MT consiste em uma força tarefa composta pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar e sistema prisional e tem por objetivo realizar uma atuação conjunta e integrada no combate ao crime organizado que atua no Estado do Mato Grosso.

Leia mais:  Polícia Civil de MT cria canal para denúncias de corrupção e lavagem de dinheiro

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos em Paranaíta

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil em Paranaíta (851 km ao norte de Cuiabá) incinerou nesta quinta-feira, 29 de julho, 3,300 quilos de entorpecentes apreendidos no município.

De acordo com o delegado Antenor Pimentel Marcondes, a droga foi encaminhada para incineração após autorização do juiz da Comarca de Paranaíta, Tibério de Lucena Batista.

Conforme exigência legal, o ato contou com a presença de representantes do Ministério Público, promotora Daniele Baumgarten; da Vigilância Sanitária, Antônio da Silva e da Politec, Alan Vinicius de Figueiredo Lugli. Também acompanharam o ato delegada regional de Alta Floresta, Ana Paula Reveles de Carvalho e a escrivã, Iraci Zeczkoski.

“A dependência química degrada vidas, desestrutura famílias, fomenta crimes e financia organizações criminosas. Por isso, o ato simboliza também o combate às drogas”, pontuou o delegado Antenor.

A incineração foi realizada em uma indústria cerâmica de Paranaíta, com apoio do empresário Valmir Mumbach.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil cumpre prisão de homem por descumprimento de medida protetiva em Rosário Oeste
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil conclui inquérito e prende autor de tentativa de latrocínio em Rondonópolis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) concluiu o inquérito policial que apurou o crime de tentativa de latrocínio ocorrido em setembro de 2020 no município.

Com base nas investigações, suspeito de 21 anos identificado como autor do crime teve o mandado de prisão preventiva cumprido, na quarta-feira (28.07), pelos policiais da Derf. O suspeito possui várias passagens por crimes patrimoniais na Comarca de Rondonópolis.

O crime ocorreu no dia 03 de setembro de 2020, em frente ao seu estabelecimento comercial do ramo de equipamentos de piscina da vítima. Na ocasião, o suspeito em posse de uma arma de fogo anunciou o assalto e subtraiu uma corrente de ouro avaliada em R$ 5 mil da vítima.

Após a subtração do bem, o autor efetuou um disparo de arma de fogo na perna da vítima, provocando uma lesão corporal de natureza grave e em seguida empreendeu fuga.

Durante a investigação com a análise de imagens, prova pericial e prova testemunhal, a equipe da DERF reuniu elementos que permitiram a identificação do principal do suspeito, o qual foi reconhecido pela vítima e testemunhas como o autor da tentativa de latrocínio.

Com base nas investigações, foi representado pelo mandado de prisão preventiva do suspeito que foi deferido pela Justiça e cumprido pelos policiais da Derf, na quarta-feira (28). Ele foi conduzido à Delegacia para as providências de praxes, sendo posteriormente encaminhado para a Cadeia Pública de Rondonópolis.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos em Paranaíta
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana