conecte-se conosco


ESPORTES

Em casa, Palmeiras repete 1 a 0 sobre Universidad Católica e avança às quartas da Libertadores

Publicado


Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

A partida de hoje rendeu um novo recorde ao Verdão: ao ter entrado em campo nesta noite pelo Continental, o Verdão se tornou o time brasileiro com mais jogos na história da competição internacional, ao lado do Grêmio, com 205 duelos pelo torneio.

Vale destacar ainda que, além do recorde obtido, o Maior Campeão do Brasil atualizou outras marcas que já pertenciam a si próprio no Continental, como, por exemplo, a de time brasileiro que mais jogos venceu pela Libertadores (119 com este), contra 108 do Grêmio; e a de ser o time brasileiro com mais gols como mandante na Liberta (230 com o de Marcos Rocha), à frente do Cruzeiro, segundo colocado no quesito, com 201 tentos em seus domínios.

Tradicional na competição, o Verdão também possui outros recordes e marcas históricas, como as de ser o time brasileiro com mais vitórias (44) e gols (154) fora de casa. Esta é a 21ª Libertadores que o Palmeiras disputa, o que faz da agremiação palestrina o clube brasileiro com mais edições disputadas, ao lado de Grêmio e São Paulo.

Com o resultado, o Verdão segue sem nunca ter perdido para o Universidad Católica-CHI em sua história: foram sete partidas disputadas em toda a história até aqui já com a desta noite, com seis vitórias alviverdes e um empate (14 gols marcados e quatro gols sofridos).

  Palmeiras x Internacional de Limeira: números, estatísticas e curiosidades da partida

Leia mais:  Pelo Campeonato Brasileiro, Santos FC perde para Atlético Goianiense na Vila Belmiro

Com o triunfo, de quebra, o time comandado pelo português Abel Ferreira chegou à oitava vitória seguida. Esta é a segunda vez que isso acontece na Era Abel, pois, entre outubro e novembro de 2020, o Verdão emplacou oito triunfos contra o Tigre-ARG, Atlético-GO, Bragantino, Atlético-MG, novamente o Bragantino, Vasco da Gama, Ceará e Fluminense.

Desta forma, o time está a um resultado positivo de alcançar nove vitórias seguidas caso isso se confirme no próximo compromisso do Verdão, no próximo final de semana, pelo Brasileirão, contra o Fluminense. A última vez em que o Verdão chegou a nove triunfos seguidos foi com Felipão entre maio e junho de 2019 (na ocasião, foi ainda além, chegando a dez vitórias seguidas, superando, pela ordem, o Internacional, o San Lorenzo-ARG, o Atlético-MG, o Santos, o Sampaio Corrêa-MA, o Botafogo-RJ, novamente o Sampaio Corrêa-MA, a Chapecoense, o Athletico-PR e o Avaí).

O Palmeiras melhorou ainda o seu ótimo retrospecto em jogos de mata-mata no Allianz Parque, inaugurado em 2014. A arena do Verdão, por qualquer competição (Copa do Brasil, Libertadores e Paulista), já recebeu 23 jogos decisivos cujo duelo de volta acontecia na casa palmeirense. Deste total, na grande maioria das vezes o Verdão saiu vencedor, avançando de fase ou conquistando o título 18 vezes, contra apenas cinco vezes em que ficou pelo caminho ou com o vice-campeonato. E levando em conta apenas a Libertadores neste cenário, foram oito duelos decisivos no Allianz Parque, dos quais o Verdão saiu classificado ou campeão em seis deles contra duas derrotas!

ASPECTOS INDIVIDUAIS

WEVERTON: Individualmente, Weverton se tornou o jogador com mais vitórias por Libertadores na história do Palmeiras (nesta noite, empatou com os números do ex-goleiro Marcos e agora divide o topo). Vale lembrar que o atual arqueiro é apenas o quarto atleta que mais jogou partidas de Libertadores na história do clube palmeirense, com 36 duelos (empatado com Dudu). Entretanto, seu retrospecto pé quente, com 27 vitórias nestes 36 duelos disputados, o fez igualar o ídolo Marcos, seu companheiro de posição. O eterno camisa 12 soma 37 triunfos em 57 jogos de Libertadores – aliás, é o recordista de partidas pelo Verdão na Libertadores (na segunda posição, aparece Alex, com 39, e na terceira colocação, Galeno, com 38).

  São Paulo encara o Rentistas pela Conmebol Libertadores

Leia mais:  Na Ilha do Retiro, Ceará pontua contra o Sport após empate sem gols

ABEL FERREIRA: Abel Ferreira, que já havia ultrapassado Oswaldo Brandão em número de jogos pela Libertadores no compromisso de ida contra o Universidad Católica-CHI e se isolado na terceira posição dos técnicos que mais dirigiram o Verdão na Libertadores agora ampliou seu saldo na colocação, com 15 duelos. Apenas Luiz Felipe Scolari, o Felipão (43 jogos) e Vanderlei Luxemburgo (25 jogos) comandaram o Palmeiras mais vezes do que Abel pelo Continental.

Vale destacar também que nas últimas 12 partidas o Verdão fez gol em todos os jogos (marcou 22 vezes neste período, média de 2 gols por partida). O bom retrospecto ofensivo é um mérito antigo do treinador Abel Ferreira, já que, desde que ele assumiu o Verdão em 05/11/2020, nenhum time da elite do futebol brasileiro marcou mais gols do que o Palmeiras: foram 126 bolas na rede em 76 partidas na era Abel Ferreira (contabilizam-se também eventuais duelos nos quais os auxiliares de Abel precisaram dirigir o Verdão devido ausência do treinador por suspensão ou outros motivos quaisquer).

Fonte: https://www.palmeiras.com.br/pt-br/noticias/em-casa-palmeiras-repete-1-a-0-sobre-universidad-catolica-e-avanca-as-quartas-da-libertadores/

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

#FilhosdoTerrão marcam e Corinthians supera o Cuiabá fora de casa pelo Brasileirão

Publicado


Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Após nove dias sem jogar, o Corinthians voltou a entrar em campo na noite desta segunda-feira (26). Pelo Campeonato Brasileiro da Série A 2021, o Alvinegro foi até o Mato Grosso para encarar o Cuiabá – a última vez que enfrentou uma equipe local no estado do Centro-oeste pelo torneio havia sido em 1984. E dentro de campo, os Filhos do Terrão se destacaram: vitória corinthiana por 2 a 1, com gols de Roni e Adson.

Timão escalado

O técnico Sylvinho realizou uma mudança em comparação com a equipe que iniciou a última partida pelo Brasileiro. Assim, levou a campo um onze inicial com: Cássio (capitão); Fagner, João Victor, Gil, Fábio Santos; Cantillo, Gabriel, Roni, Gustavo Silva e Adson; Jô. À disposição no banco de reservas estiveram: Matheus Donelli, Lucas Piton, Luan, Léo Natel, Marquinhos, Mateus Vital, Araos, Felipe, Raul Gustavo, Du Queiroz, Xavier e Vitinho.

Bola em jogo!

As duas equipes iniciaram o confronto se estudando e com muitas disputas de bola no centro do campo. A primeira chance do Timão veio aos três minutos de jogo. Em cobrança de escanteio da direita na área, João Victor subiu para cabecear, mas a bola bateu no zagueiro e foi para o gol, passando perto do travessão. Aos nove, Fábio Santos lançou pela esquerda o meia Adson, que avançou e cruzou rasteiro, mas a zaga afastou antes da bola chegar a Jô.
Pouco a pouco o Coringão começou a dominar a posse de bola e trocar passes no campo ofensivo. Aos 18 minutos, Adson e Roni tabelaram e novamente o meia tentou o passe rasteiro para a área, com o lance sendo desviado pela zaga. E aos 27, o Alvinegro abriu o placar em bela jogada: Gabriel foi lançado na direita e tocou para Jô. O centroavante cruzou para Adson e ele ajeitou para Roni, que chutou rasteiro no canto esquerdo do gol e estufou a rede.
O Corinthians seguiu atacando e pressionando o Cuiabá no campo de ataque. E com essa ação, saiu o segundo tento alvinegro aos 37 minutos. Gustavo Silva roubou a bola de Uendel e tocou para Fagner que cruzou na área. Roni deixou a bola passar e ela chegou até Adson, que dominou e chutou – com leve desvio do zagueiro – para o fundo do gol. Foi a última ocasião importante de gol da primeira etapa, terminada aos 52 minutos.

Segundo tempo

Sem alterações no retorno do intervalo, a equipe corinthiana seguiu no mesmo tom no começo da etapa final, dominando a posse de bola e criando a maior parte das jogadas ofensivas. Gustavo Silva e Adson continuaram sendo bastante acionados pelas laterais, mas esbarrando na linha de defesa alta do adversário e nas marcações de impedimento.
Aos 18 minutos, quase saiu o terceiro tento de um Filho do Terrão. Em rebote de escanteio, Fagner lançou Jô na área em profundidade e o camisa 77 chutou de perna direita, marcando o gol. O árbitro, no entanto, assinalou impedimento do atacante. Logo em seguida, o técnico Sylvinho fez duas substituições: saíram Adson e Cantillo, e entraram Mateus Vital e Vitinho. Quatro minutos depois, Gustavo Silva deixou o campo e Marquinhos foi para o jogo.
Aos 25 minutos, o time adversário diminuiu o marcador. Em cruzamento na área da esquerda para Rafael Papagaio, o atacante cabeceou e a bola desviou em Fábio Santos, encobrindo Cássio e entrando no ângulo direito do gol. Aos 33 minutos, Roni puxou contra-ataque pela direita e tocou para Vital na esquerda. O meia dominou, driblou a marcação e chutou, mas a bola ficou na zaga.
Sylvinho realizou, por fim, mais duas mudanças na equipe: saíram Roni e Jô e entraram Xavier e Felipe. O Timão, no entanto, seguiu levando o jogo com tranquilidade. O árbitro aplicou quatro minutos de acréscimos, e no final da partida o Timão ficou com um atleta a mais, com a expulsão de Anderson Conceição, zagueiro do Cuiabá, e pouco depois o apito final encerrou o duelo desta noite na Arena Pantanal.

Próximo jogo

Após a vitória sobre o Cuiabá, o Corinthians volta a campo no domingo (1º de agosto). Pela 14ª rodada do Brasileirão, a equipe alvinegra atua em sua casa, a Neo Química Arena, onde encara o Flamengo às 16h.

  No Morumbi, São Paulo empata com a Chape pelo Brasileirão

Leia mais:  Operário vence o Coritiba no Estádio Germano Krüger

Tags: Futebol, Notícias

Categoria(s): Futebol

Fonte: https://www.corinthians.com.br/filhosdoterrao-marcam-e-corinthians-supera-o-cuiaba-fora-de-casa-pelo-brasileirao

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
Continue lendo

ESPORTES

Avaí e Brasil de Pelotas empatam em grande jogo na Ressacada

Publicado


Em um grande jogo realizado no estádio Dr. Aderbal Ramos da Silva (Ressacada), Avaí e Brasil de Pelotas empataram em 1 a 1, na noite deste domingo (25/07), em disputa válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2021. Os gols do jogo foram anotados por Netto, para o Brasil de Pelotas, e Júnior Dutra, para o Avaí. Com o resultado, o Avaí segue com invencibilidade de oito jogos e soma agora 22 pontos. O próximo compromisso do Avaí será diante do Clube do Remo, em partida atrasada válida pela 5ª rodada da competição.

O Brasil de Pelotas abriu o placar logo aos 19 minutos de jogo, através de Netto. Jarro roubou a bola de Diego Renan no meio de campo e tocou para Netto. O atacante avançou até a meia lua e bateu forte no fundo das redes. Avaí 0x1 Brasil de Pelotas-RS.

Jonathan teve uma grande oportunidade para empatar aos 26 minutos. Ele recebeu sozinho na área e na finalização, a bola quicou no gramado e subiu demais. Ainda no primeiro tempo, aos 43, Renato fez boa jogada de velocidade e tocou para Jonathan, na entrada da área. O atacante fez o domínio, cortou e na finalização foi desarmado pela marcação, que evitou o gol de empate.

Na etapa final, a primeira boa oportunidade foi do Brasil de Pelotas, logo no segundo minuto de bola rolando. Gabriel Terra roubou a bola de na lateral direita e avançou para o ataque e arriscou de longa distância, mas a bola passou por cima do gol de Glédson. Mesmo com um homem a menos desde os 20 minutos do primeiro tempo, quando Lourenço foi expulso, o Avaí criou boas oportunidades na etapa final. Aos 15, Renato recebeu na ponta direita e fez cruzamento. O goleiro fez a defesa parcial. Na sobra, Copete tentou a finalização, mas cometeu falta no adversário.
Logo em seguida, João Lucas cobrou escanteio. Edílson ficou com a bola no segundo pau, mas na finalização a defesa tirou o perigo. Aos 23, o Brasil quase ampliou. Depois de uma bobeira da defesa, Renatinho ficou com a bola e chutou de fora da área. A bola passou perto, mas foi pela linha de fundo.

  Avaí se prepara para confronto contra o Brasil de Pelotas

Leia mais:  Quebra de tabus! Fortaleza vence Bragantino e soma 4 vitórias seguidas na Série A

GOL DO AVAÍ
De tanto buscar o gol, o Avaí chegou ao empate com um golaço de Júnior Dutra, aos 24 minutos da etapa final. Ele ficou com a bola na esquerda, puxou para o meio campo e disparou uma bomba cruzada no ângulo do goleiro Matheus Nogueira, que nada pode fazer. Avaí 1×1 Brasil de Pelotas-RS.

Aos 30 minutos, Jarro foi expulso por cometer mais uma falta para amarelo. Segundo cartão e expulsão, deixando as duas equipes com dez para cada lado. Melhor no jogo, o Avaí quase chegou ao gol da virada aos 32 minutos. Valdívia cobrou escanteio e a defesa tirou da área. Na sobra, ele mesmo colocou na área de novo, para Júnior Dutra finalizar de cabeça, mas boa defesa do goleiro adversário. Em busca do gol, o Avaí teve falta perigosa aos 36. Edilson bateu cruzado e Valdívia quase colocou no fundo da rede, mas a bola saiu pela linha de fundo. João Lucas fez uma linda jogada aos 39. De trivela ele coloca a bola na cabeça de Copete na pequena área. Na finalização, a bola passou muito perto e saiu pela linha de fundo.
Já no final do jogo, aos 42, Edilson fez jogada pela direita e na finalização a defesa tirou para escanteio. Na cobrança o Brasil pressionou na marcação e roubou a bola, chegando no ataque para grande defesa de Glédson.

Já nos acréscimos, Valdívia quase marcou aos 45`+2`. ele recebeu próximo da meia lua e chutou cruzado. A bola passou raspando a trave e saiu pela linha de fundo. Placar final Avaí 1×1 Brasil de Pelotas-RS.

  Em Campinas, Cuiabá pega o Guarani e tenta manter vantagem na Série B

Leia mais:  Operário vence o Coritiba no Estádio Germano Krüger

NA HISTÓRIA
Agora, de acordo com o pesquisador e Presidente do Conselho Deliberativo do clube, Spyros Apóstolo Diamantaras, Avaí e Brasil-RS se enfrentaram 17 vezes na história. Foram oito vitórias do Avaí, seis empates e três vitórias do Brasil de Pelotas. O Leão fez 29 gols e sofreu 23.

PRÓXIMO JOGO
Será no dia 28 de julho de 2021, às 19 horas, no estádio Dr.. Aderbal Ramos da Silva (Ressacada). Avaí e Clube do Remo se enfrentam em disputa válida pela 5ª rodada (atrasada), do Campeonato Brasileiro da Série B 2021.

FICHA TÉCNICA
Jogo: Avaí 1×1 Brasil de Pelotas-RS
Competição: Brasileiro Série B 2021 (14ª rodada)
Data: 25/07/2021 – Hora: 20h30
Estádio: Ressacada – Local: Florianópolis-SC

ÁRBITROS EM CAMPO
Árbitro: Rodolpho Toski Marques-FIFA-PR
Árbitro Assistente 1: Bruno Boschilia-FIFA-PR
Árbitro Assistente 2: Jefferson Cleiton Piva da Silva-AB-PR
Quarto Árbitro: Gustavo Ervino Bauermann-CD-SC
Analista de Campo: Vayran da Silva Rosa-CBF-SC

PÚBLICO E RENDA
Portões fechados devido à pandemia da Covid-19.

ESCALAÇÃO DO AVAÍ
Glédson; Edilson, Rafael Pereira, Betão e Diego Renan (João Lucas); Marcos Serrato (Wesley Soares), Bruno Silva e Lourenço; Renato (Valdívia), Jonathan (Júnior Dutra) e Copete (Vinícius Leite)
TÉCNICO: Claudinei Oliveira

ESCALAÇÃO DO BRASIL DE PELOTAS-RS
Matheus Nogueira; Vidal, Alan Dias, Ícaro e Kevin; Denilson (Rômulo), Gabriel Terra (Renatinho) e Wesley (Bruno Matias); Jarro Pedroso, Ramon (Fabrício) e Netto (Lucas Santos)
TÉCNICO: Cláudio Tencati

CARTÕES AMARELOS
AVAÍ: Bruno Silva, Jonathan, Edilson, Betão
BRASIL DE PELOTAS-RS: Denilson, Jarro Pedroso, Bruno Matias

CARTÃO VERMELHO:
AVAÍ: Lourenço (direto), Anderson Moreira (Prep. goleiro)
BRASIL DE PELTOTAS-RS: Jarro Pedroso (2º amarelo)

GOLS
AVAÍ: Júnior Dutra, aos 24`2T
BRASIL DE PELOTAS-RS: Netto, aos 19`1T

Leia mais:  Pelo Campeonato Brasileiro, Santos FC perde para Atlético Goianiense na Vila Belmiro

CONFIRA ABAIXO A COLETIVA PÓS JOGO DE CLAUDINEI OLIVEIRA:

Foto: André Palma Ribeiro / Avaí F.C.

Foto: Frederico Tadeu / Avaí F.C.

fonte: https://www.avai.com.br/novo/avai-e-brasil-de-pelotas-empatam-em-grande-jogo-na-ressacada/

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana