conecte-se conosco


POLICIAL

Dois jovens são presos por repassar dinheiro falso em estabelecimentos comerciais de Campo Verde

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil autuou em flagrante dois jovens que repassaram nota falta no comércio de Campo Verde (131 km ao sul de Cuiabá), na quarta-feira (21.07). A ação para prender os suspeitos contou com o apoio da Polícia Militar. Os presos, de 20 e 18 anos, responderão por crime contra a fé pública de moeda falsa.

As diligências iniciaram após informações que indivíduos vinham circulando na região com dinheiro falso, e realizando pagamentos em estabelecimentos comerciais na cidade.

Na noite de quarta-feira, a Delegacia de Polícia de Campo Verde foi acionada por funcionários de um posto de combustível que haviam acabado de receber um repasse suspeito.

Conforme relato, os envolvidos efetuaram os abastecimentos de duas motocicletas e pagaram com uma nota em papel de R$ 100. Porém após o teste com a caneta foi constatado a falsidade do dinheiro.

Os policiais civis em conjunto com os militares passaram a diligenciar na zona rural do município, onde localizaram o primeiro rapaz. Na abordagem ele assumiu ter passado várias notas falsas. Em sua casa foi encontra porção de entorpecente.

Na sequência as equipes conseguiram abordar o segundo envolvido, responsável por fornecer as notas falsas. Ambos informaram todos os locais que haviam feito as compras e realizado o pagamento com as cédulas falsas.

Ato contínuo os policiais se deslocaram em todos os comércios e recolheram as notas falsas. Os dois investigados foram conduzidos para Delegacia de Polícia de Campo Verde, interrogados e presos em flagrante. Após a confecção dos autos os presos foram colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil encaminha 142 armas de fogo para destruição, apreendidas em ações investigativas
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos em Paranaíta

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil em Paranaíta (851 km ao norte de Cuiabá) incinerou nesta quinta-feira, 29 de julho, 3,300 quilos de entorpecentes apreendidos no município.

De acordo com o delegado Antenor Pimentel Marcondes, a droga foi encaminhada para incineração após autorização do juiz da Comarca de Paranaíta, Tibério de Lucena Batista.

Conforme exigência legal, o ato contou com a presença de representantes do Ministério Público, promotora Daniele Baumgarten; da Vigilância Sanitária, Antônio da Silva e da Politec, Alan Vinicius de Figueiredo Lugli. Também acompanharam o ato delegada regional de Alta Floresta, Ana Paula Reveles de Carvalho e a escrivã, Iraci Zeczkoski.

“A dependência química degrada vidas, desestrutura famílias, fomenta crimes e financia organizações criminosas. Por isso, o ato simboliza também o combate às drogas”, pontuou o delegado Antenor.

A incineração foi realizada em uma indústria cerâmica de Paranaíta, com apoio do empresário Valmir Mumbach.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil encaminha 142 armas de fogo para destruição, apreendidas em ações investigativas
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil conclui inquérito e prende autor de tentativa de latrocínio em Rondonópolis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) concluiu o inquérito policial que apurou o crime de tentativa de latrocínio ocorrido em setembro de 2020 no município.

Com base nas investigações, suspeito de 21 anos identificado como autor do crime teve o mandado de prisão preventiva cumprido, na quarta-feira (28.07), pelos policiais da Derf. O suspeito possui várias passagens por crimes patrimoniais na Comarca de Rondonópolis.

O crime ocorreu no dia 03 de setembro de 2020, em frente ao seu estabelecimento comercial do ramo de equipamentos de piscina da vítima. Na ocasião, o suspeito em posse de uma arma de fogo anunciou o assalto e subtraiu uma corrente de ouro avaliada em R$ 5 mil da vítima.

Após a subtração do bem, o autor efetuou um disparo de arma de fogo na perna da vítima, provocando uma lesão corporal de natureza grave e em seguida empreendeu fuga.

Durante a investigação com a análise de imagens, prova pericial e prova testemunhal, a equipe da DERF reuniu elementos que permitiram a identificação do principal do suspeito, o qual foi reconhecido pela vítima e testemunhas como o autor da tentativa de latrocínio.

Com base nas investigações, foi representado pelo mandado de prisão preventiva do suspeito que foi deferido pela Justiça e cumprido pelos policiais da Derf, na quarta-feira (28). Ele foi conduzido à Delegacia para as providências de praxes, sendo posteriormente encaminhado para a Cadeia Pública de Rondonópolis.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil recupera 8 aparelhos de notebooks furtados e prende o autor do crime
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana