conecte-se conosco


MATO GROSSO

CGE passa a receber processos e documentos somente pelo Sigadoc

Publicado


A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) passará a receber processos e documentos relacionados às atividades de auditoria e controle exclusivamente pelo Sistema Estadual de Produção e Gestão de Documentos Digitais (Sigadoc). Processos físicos relativos a essas duas atividades finalísticas do órgão central de controle interno do Governo de Mato Grosso não serão mais recebidos, adverte o órgão.

O recebimento exclusivamente pelo Sigadoc está sendo feito gradativamente, conforme os tipos de processos. Dessa forma, a partir desta quinta-feira (15.07), processos previdenciários, de admissão e contratação temporária de pessoal e de tomada de contas especiais não serão mais recebidos no protocolo físico, somente pelo Sigadoc.

A cada semana, novos processos serão integrados nessa sistemática. E a partir do mês de agosto deste ano, todo o envio de documentos à CGE deverá ser feito exclusivamente pelo sistema.

A CGE começou a utilizar o sistema em março deste ano para os documentos e produtos de controle preventivo e auditoria. Todo o trâmite dos produtos entre os setores da CGE, para despacho dos superintendentes e secretário-adjunto e homologação do secretário-controlador, por exemplo, passou a ser feito pelo sistema, sem a necessidade de impressão.

Agora, a CGE avança em mais uma etapa de implantação do sistema no órgão, ao passar a enviar os produtos aos órgãos estaduais correspondentes e receber documentos e solicitações de informações das secretarias somente pelo Sigadoc, e não mais de forma física.

O uso exclusivo do Sigadoc para a remessa de processos das atividades de auditoria e controle foi informado antecipadamente aos órgãos estaduais, por meio das Unidades Setoriais de Controle Interno (Unisecis). 

Os gestores das Unisecis, inclusive, participaram de reunião online específica sobre o assunto, momento no qual também foi demonstrado como utilizar a ferramenta. “Apresentei a eles o Sigadoc, as funções básicas e como acessar os produtos de auditoria quando enviados pela CGE aos órgãos”, ressalta o superintendente de Desenvolvimento do Controle Interno da Controladoria, Norton Glay Sales dos Santos.

Leia mais:  Chapada dos Guimarães comemora aniversário beneficiada com investimentos superiores a R$ 100 milhões

Grupo de trabalho 

Para a inserção dos produtos no sistema, a CGE criou grupo de trabalho interno envolvendo representantes de diversos setores, tais como Gabinete, Núcleo de Gestão Estratégica para Resultados (Nger) e Superintendência de Inteligência. O trabalho teve a supervisão da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), responsável pelo desenvolvimento e administração do sistema.

A ideia é proporcionar economia com impressão e transporte (abastecimento de combustível dos veículos oficiais) para entrega dos trabalhos, bem como agilidade nas análises da Controladoria. “O esforço conjunto de adesão ao Sigadoc é uma diretriz da alta gestão da CGE, em atendimendo à demanda do governador do Estado, de busca pela eficiência e modernização administrativa”, observa o secretário-controlador geral do Estado, Emerson Hideki Hayashida. 

Segundo o superintendente de Inteligência da CGE-MT, Aprígio Guilherme Miranda de Freitas, o trabalho durou quatro meses e envolveu atividades como identificação dos processos, análise e definição das integrações com outros sistemas eletrônicos, revisão da tabela de temporalidade de documentos da Controladoria e elaboração do fluxo e modelos dos processos do órgão de controle no Sigadoc.

Ouvidoria 

Os processos e documentos relativos às atividades de ouvidoria e transparência também já estão em tramitação pelo Sigadoc, tanto entre os setores da CGE quanto entre a CGE e os órgãos estaduais.   

O envio de processos relativos a denúncias registradas na Rede de Ouvidorias do Estado aos secretários de estado, por exemplo, para conhecimento e providências, está sendo feito somente pelo sistema eletrônico.

“Desde junho, não criamos mais nenhum processo físico na Ouvidoria Geral”, destaca a secretária-adjunta de Ouvidoria Geral e Transparência em substituição, Aline Landini.

Corregedoria

A próxima etapa dos trabalhos no âmbito da CGE já está em andamento para que os processos da atividade de correição, como instruções sumárias, procedimentos disciplinares e de responsabilização, passem a ser tramitados exclusivamente pelo sistema eletrônico.

Leia mais:  Dez motoristas são presos por embriaguez ao volante durante Lei Seca

Para tanto, a equipe da Secretaria Adjunta de Corregedoria Geral da CGE vai editar instrução normativa que definirá os tipos de processos que deverão circular pelo Sigadoc, classificações de sigilo, modo de transição dos processos que tramitam atualmente em meio físico para o meio digital e formas de acesso a partes externas, como advogados, Poder Judiciário e Ministério Público. 

“Os processos correcionais são instrumentos de prova e seus resultados impactam sobremaneira a vida dos servidores. Por isso, precisamos fazer a transição de modo planejado e estruturado. Precisamos considerar a interface da CGE com os demais órgãos e entidades do Poder Executivo Estadual, com órgãos de outros Poderes e com os advogados que atuam nos processos disciplinares e processos de responsabilização de empresas”, ressalta o superintendente de Processos de Agentes Públicos da CGE-MT, Paulo Farias Nazareth Netto.

Auxílio

No caso de dúvidas ou dificuldades no envio de documentos à CGE pelo Sigadoc, a equipe da Superintendência de Inteligência está à disposição dos órgãos estaduais para ajudar. Para tanto, basta entrar em contato pelo e-mail: [email protected].

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Domingo (01): Mato Grosso registra 490.574 casos e 12.795 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (01.08), 490.574 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 12.795 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 261 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 490.574 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.416 estão em isolamento domiciliar e 465.859 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 406 internações em UTIs públicas e 269 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 68,12% para UTIs adulto e em 31% para enfermarias adultos.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (99.732), Rondonópolis (34.868), Várzea Grande (32.809), Sinop (23.554), Sorriso (17.156), Tangará da Serra (16.840), Lucas do Rio Verde (14.624), Primavera do Leste (13.033), Cáceres (10.685) e Barra do Garças (9.978).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 376.852 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 516 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (31.07), o Governo Federal confirmou o total de 19.917.855 casos da Covid-19 no Brasil e 556.370 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 19.880.273 casos da Covid-19 no Brasil e 555.460 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (01.08).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Leia mais:  Saúde Estadual apoia carreata de conscientização ao aleitamento materno

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Operação conjunta apreende aeronave que transportava 324 kg de cocaína

Publicado


Uma operação integrada realizada neste sábado (31.07) resultou na apreensão de uma aeronave que transportava cerca de 324 quilos de cloridrato de cocaína. Trata-se de uma ação de combate ao tráfico internacional de drogas.

A aeronave modelo CESSNA 182P foi interceptada pela Força Aérea Brasileira (FAB) e contou com o apoio da Polícia Federal e do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron).

O caso aconteceu no Distrito de Guariba, município de Colniza (1.022 km de Cuiabá). De acordo com o levantamento do Gefron, o prejuízo ao crime é de mais de R$ 8,7 milhões. 

Diante dos fatos, aeronave e entorpecentes foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Porto Velho (RO).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Domingo (01): Mato Grosso registra 490.574 casos e 12.795 óbitos por Covid-19
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana