conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Atrás nas pesquisas, Bolsonaro ataca Lula e defende protestos em Cuba

Publicado


source
Lula e Bolsonaro
Reprodução

Lula e Bolsonaro

presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar nesta terça-feira o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva , que lidera as  pesquisas de intenção de voto para as eleições do ano que vem. Bolsonaro tentou diferenciar-se de Lula dizendo ser favorável aos protestos realizados em Cuba no domingo. As manifestações foram minimizadas pelo petista.

“Eu apoio o movimento do pessoal que perde liberdade lá. O que o Lula acha do que está acontecendo em Cuba? Ele está contra o movimento de liberdade. E tem gente que apoia esse cara para ser presidente do Brasil. Qual vai ser o futuro nosso se esse bandido for eleito presidente da República?”, disse Bolsonaro, em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada.

Na segunda-feira, Bolsonaro já havia dito que Cuba viveu um “dia muito triste” no domingo porque os manifestantes teriam recebido “borrachada, pancada e prisão”.

Lula, por sua vez, minimizou a importância dos protestos. “O que está acontecendo em Cuba de tão especial pra falarem tanto?! Houve uma passeata. Inclusive vi o presidente de Cuba na passeata, conversando com as pessoas. Cuba já sofre 60 anos de bloqueio econômico dos EUA, ainda mais com a pandemia, é desumano”, escreveu o presidente em sua conta no Twitter.

Você viu?

O ex-presidente disse que “não viu nenhum soldado em Cuba com o joelho em cima do pescoço de um negro, matando ele”, em referência ao assassinato de George Floyd, ocorrido ano passado nos Estados Unidos, e disse que “os problemas de Cuba serão resolvidos pelos cubanos”.

Leia mais:  Gilmar Mendes encaminha para PGR quatro ações contra Braga Netto no STF

Ainda nesta terça, Bolsonaro questionou a liderança de Lula na disputa eleitoral, apontada por diversos institutos de pesquisa, e disse que o petista “não pode andar na rua”. O presidente citou ainda as “motociatas” que tem feito pelo país e disse que Lula deveria organizar uma “jegueata” .

“No primeiro semestre desse ano, a indústria de motocicleta, lá em Manaus, na Zona Franca, cresceu 45%. Eu tenho ajudado um pouquinho nisso aí. Manda o Lula organizar uma ‘jegueata’ para ele. Ele não pode andar na rua”.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro rebate fala de Lula: “Se ele está criticando, estou no caminho certo”

Publicado


source
Ex-presidente Lula (PT) e Jair Bolsonaro (sem partido)
Ricardo Stuckert e Palácio do Planalto

Ex-presidente Lula (PT) e Jair Bolsonaro (sem partido)

Nesta terça-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) rebateu as críticas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e disse que a reprovação de Lula não o intimida, mas serve para ele saber que está “no caminho certo”. As informações são do jornalista Magno Martins.

Nas redes sociais, o ex-chefe do Executivo disse que Bolsonaro está se fazendo “refém” do Centrão, em referência à nomeação do senador Ciro Nogueira (PP-PI) para ministrar a Casa Civil.



“Se ele está criticando, estou no caminho certo. Estímulo que ele dá para mim. Mas antes dele, temos que falar do nosso governo, estamos com a verdade, usamos uma passagem bíblica na nossa campanha: conhecereis a verdade e a verdade vos libertara”, rebateu o mandatário.

Ao ser questionado pelo jornalista sobre a popularidade de Lula no Nordeste, Bolsonaro disse que o petista “não fez nada” que justifique a população da região ser mais “inclinada” a votar nele.

Na ocasião, o presidente perdeu a paciência com as pessoas que estavam na mesma sala que ele e acompanhavam a entrevista, que era transmitida ao vivo. Nas imagens, não é possível ver a quem Bolsonaro se dirige, mas ele diz que “ninguém é obrigado a acompanhar a live” dele.

Leia mais:  Governo publica decreto que regulamenta a Lei Rouanet

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Flávio Bolsonaro terá vaga na CPI da Covid após Ciro Nogueira assumir Casa Civil

Publicado


source
Flávio Bolsonaro
Divulgação/Agência Senado/Pedro França

Flávio Bolsonaro

Com a ida de Ciro Nogueira (Progressistas-PI) para a chefia da Casa Civil do governo Bolsonaro , o senador Flávio Bolsonaro assumirá uma vaga de suplente na CPI da Covid. Já Luís Carlos Heinze (PP-RS), conhecido por ser defensor assíduo de medicamentos ineficazes para Covid-19, deixará a suplência e se tornará titular da Comissão. A alteração já foi oficializada pela cúpula da CPI.

Flávio Bolsonaro já participava da CPI de forma esporádica. Com a mudança, deve ter presença mais frequente nas oitivas da comissão e atuará como mais uma arma dos governistas na defesa do governo federal.

O senador protagonizou diversas discussões com o relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), e chegou a  acionar o Conselho de Ética do Senado contra o relator por sua atuação na CPI.

Comentários Facebook
Leia mais:  CPI da Covid: STF mantém quebra de sigilo de assessor de Eduardo Bolsonaro
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana