conecte-se conosco


CUIABÁ

Semob orienta motoristas nas rotas alternativas para garantir fluidez no trânsito no 1º dia de interdição da Trincheira Jurumirim 

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Agentes de Trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) estão orientando os motoristas que transitam pela Trincheira Jurumirim – avenida Miguel Sutil e nas rotas alternativas. A via está parcialmente interditada desde às 5h da manhã desta quarta-feira (9) para que a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra)  realize obras de  recuperação e restauração no local.  Os agentes orientam aos motoristas nos horários de pico:  7h às 8h e das 17:30 h até às 19h30 – o trânsito fica mais lento, e por isso, as rotas alternativas são sugeridas.  VEJA EM ANEXO. 

O secretário de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego, pede que os motoristas tenham paciência e muita cautela, principalmente nos horários de pico.  “As rotas alternativas estão bem sinalizadas e foram feitos todos os serviços de tapa-buracos, uma exigência do prefeito  Emanuel Pinheiro, para que o Estado fechasse essa via importantíssima de  mobilidade da capital e para que os motoristas tenham menos impactos  durante esse período de obras.  Os motoristas que estão no sentido Rodoviária/Coxipó, podem acessar  pelo bairro da Lixeira, Areão e podem sair na  Fernando Corrêa. Ou podem  seguir em frente e sair próximo ao Fort Atacadista e retornar a Miguel Sutil. Já sentido Fernando Corrêa/ CPA, na rotatória que dá acesso a estrada Jornalista Arquimedes P. Lima (estrada do Moinho), o motorista pode acessar o Pedral ou Jd. Leblon , passar próximo a Energisa, no  Barro Duro e  sair no Bosque da Saúde, ou seguir para a região da grande CPA. Os cuiabanos mesmo podem procurar outras alternativas que fique melhor a cada um. Os horários complicados são das 7h às 8h às 17:30 h até às 19h30. hoje flui lento, mas de forma satisfatória, a gente pede paciência e a obra se faz necessária”, explicou o secretário de Mobilidade. 
Os agentes percorrem as rotas alternativas e caso algum motorista tenha dificuldades no trânsito, pode acionar  os agentes que estão nas proximidades. Com relação aos veículos de carga pesada,  o secretário Juares, orienta para que os motoristas desses  passar nas alças – porque os pavimentos de bairros são menos consistentes e por isso, os caminhões fazem o uso das alças, ele pede paciência”.

Leia mais:  Pinheiro define data para audiência pública sobre PPP do Mercado Municipal e estacionamentos da região central de Cuiabá

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Pinheiro define data para audiência pública sobre PPP do Mercado Municipal e estacionamentos da região central de Cuiabá

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito Emanuel Pinheiro definiu o dia 20 de junho como data para apresentação à população dos modelos de Parceria Público Privada (PPP) para reconfiguração do Mercado Municipal e dos estacionamentos da região central de Cuiabá. A Audiência pública deve acontecer no auditório da Secretaria de Educação, com horário ainda por definir.

“É importante seguirmos o cronograma e também realizar contarmos com a participação da população para tomar a decisão pelo melhor modelo, porque estamos falando de uma obra que vai restaurar um dos grandes ícones da nossa cidade, que é o Mercado Municipal. Estamos falando de Mobilidade Urbana com os estacionamentos. São obras que vão impactar diretamente na vida dos cuiabanos e por isso eles precisam ser ouvidos”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

A audiência pública faz parte do cronograma de ações do processo de desenvolvimento do Programa de PPP/Cuiabá. Sua realização garante a participação da sociedade, transparência e lisura.

Todo o estudo realizado para elaboração dos modelos que culminarão no edital de concessão está sendo submetido a avaliação do Comitê Gestor do Programa PPP/Cuiabá, presidido pelo prefeito Emanuel Pinheiro, coordenado pelo secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo, conduzido pelo secretário-adjunto de Gestão, Alexandre Beloto e a coordenadora do grupo de trabalho, Priscila Berber, além de técnicos destas Secretarias e da Procuradoria Geral do Município, Secretaria de Mobilidade Urbana, Planejamento, Fazenda e IPDU. 

“Discutir os modelos, saber as sugestões e contribuições da população é o que pretendemos com a realização da audiência pública. A partir de sua realização é que teremos o relatório final, que segue para o edital”, disse o secretário Francisco Vuolo.

O estudo técnico, jurídico, econômico e financeiro para a obra de revitalização possui quatro cenários. A apresentação oficial para imprensa e público foi realizada no dia 16 de abril pela empresa Promulti Engenharia, Infraestrutura e Meio Ambiente, habilitada em Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) aberto pela Prefeitura de Cuiabá em dezembro de 2019. 

Leia mais:  Prefeitura realiza mobilização social para chamar atenção sobre o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil

Em encontros anteriores, foram apontadas análises sobre estrutura física, logística, detalhes do edital de concessão e até mesmo escolha de materiais para realização da obra, pensando no clima e solo da capital de Mato Grosso. Em reunião por videochamada no último dia 02 de junho, foram apresentados relatórios preliminares e técnicos, produzidos pela equipe até o momento.

Além das reuniões, também é uma condicionalidade a realização de audiência pública para debate junto à população. Todas as modificações, sugestões e críticas serão avaliadas pelo Comitê, e o que for acatado, alterado. 

A expectativa, seguindo os trâmites burocráticos legais, é de que em 30 de julho, a Prefeitura de Cuiabá, publique o edital.  Passando o prazo legal, a execução das obras de revitalização do Mercado Miguel Sutil, com três pavimentos e requalificação urbana nas regiões das praças Alencastro e Ipiranga, iniciem em setembro de 2021, com meta de prazo para término em meados de 2023.

Dúvidas e informações sobre Programa PPP/Cuiabá podem ser encaminhas ao email [email protected]

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Secretaria de Educação protocola os primeiros processos de Credenciamento e Autorização das unidades educacionais de Cuiabá

Publicado


Jorge Pinho

Clique para ampliar

A Secretaria de Educação entregou esta semana ao Conselho Municipal de Educação (CME) os primeiros processos para regularização dos Credenciamentos e Autorizações das unidades educacionais da rede pública de Ensino de Cuiabá. Nesta primeira fase estão sendo protocolados no Conselho, os processos de nove (9) Creches e Centros Educacionais Infantis Cuiabano (CEIC). A meta da Secretaria é regularizar 100% dos processos de Credenciamento e Autorizações.

Na quarta-feira (9), com a presença da secretária Municipal de Educação, Edilene de Souza Machado foram entregues os primeiros processos de Regularização, do Centro Educacional Infantil Cuiabano (CEIC) Profª. Monserat Ismênia de Moraes, inaugurado após uma ampla reforma no último dia 30 de abril, e do CEIC Mariana Fernandes Macedo, inaugurado no ano passado. 

Nos próximos dias serão protocolados os processos de mais sete unidades, as Creches Prof. Aecim Tocantins, Alê Guilherme Arfux da Costa Ribeiro, Altos da Glória, Amália de Campos Curso, Padre Armando Cavallo e do CEIC José Gabriel da Costa (inaugurado em maio deste ano).

A secretária Municipal de Educação, Edilene de Souza Machado, falou sobre a importância da regularização das unidades educacionais, um processo herdado de décadas pela gestão Emanuel Pinheiro. Disse que junto com o Conselho Municipal de Educação, o Município estabeleceu como prioridade o desenvolvimento de ações conjuntas na interlocução com os marcos legais e com a melhoria da infraestrutura e segurança das unidades educacionais do Município.

“Este é um momento ímpar, é um diferencial em nível de Brasil. Nesta gestão, de forma gradativa, vamos começar e concluir esse processo. Até o final do ano, teremos 50% das 167 unidades educacionais do Município regularizadas do ponto de vista documental, fundiário, de acessibilidade e segurança, em consonância com a nossa política pedagógica, a Escola Cuiabana, organizando, efetivamente a vida escolar dos nossos estudantes”, disse ela. 

Leia mais:  Pinheiro define data para audiência pública sobre PPP do Mercado Municipal e estacionamentos da região central de Cuiabá

A diretora de Gestão Educacional da Secretaria Municipal de Educação, Mabel Strobel Moreira da Silva, coordenadora desse trabalho, disse que este é o momento de avançar nos atos autorizativos para o bom funcionamento das unidades que integram o Sistema Municipal de Ensino de Cuiabá. “Em razão da pandemia, estamos num momento único, com a implementação do primeiro  Plano Pedagógico Estratégico de Retorno das atividades presenciais, primeiro Projeto Político Pedagógico com discussões de temas como aulas  mediadas pelas tecnologias da comunicação e informação e híbridas, primeiro processo de implementação de uma nova estrutura curricular nas unidades educacionais todos delineados pela Escola Cuiabana e alinhados com a Base Nacional Comum Curricular, a BNCC,  ou seja, é um marco para a Educação”, disse ela.

O presidente do Conselho Municipal de Educação, Luiz Batista Jorge, disse que este é o início da caminhada que vai levar a tranquilidade aos pais dos alunos da rede pública Municipal de Cuiabá. “A gestão do prefeito Emanuel Pinheiro está encarando de frente e começa a trazer as soluções para o problema. A partir de agora, começamos a regularizar toda essa situação. Pela primeira vez uma gestão passa a regulamentar o funcionamento e a oferta dos estudos nas unidades da Rede Municipal”, disse Luiz Jorge.

Participou o evento a secretária adjunta, Débora Marques Vilar e diretoras de unidades educacionais.

Regularização do Credenciamento, Autorização e suas respectivas Renovações

A Regularização do Credenciamento, Autorizações e/ou Renovações permitem ao poder público e aos órgãos de controle atuarem na melhoria da Educação proporcionando legitimidade para oferta da escolarização, amparando a vida escolar dos estudantes/crianças, proporcionando a eles o pleno exercício do direito à educação.

Cronograma

A segunda fase da Regularização será concluida em outubro de 2021 com o credenciamento de 69 creches, Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) e os dois Centros Emergenciais de Educação Infantil.

Leia mais:  Rua próximo da Arena Pantanal ficará fechada durante os jogos da Copa América

Em 2022, está prevista a terceira fase, com o credenciamento de mais 89 unidades educacionais entre Escolas Municipais de Educação Básica (EMEB) e Escolas Municipais de Educação Básica do Campo (EMEBC).

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana