conecte-se conosco


POLICIAL

Projeto arquitetônico da nova Delegacia de Campo Verde é apresentado para Diretoria da Polícia Civil

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

 

O projeto arquitetônico da nova delegacia de Campo Verde foi apresentado na Diretoria Geral da Polícia Civil, na quarta-feira (02.06) pelo presidente da Federação dos Conselhos de Segurança Pública de Mato Grosso (Feconseg), pela Secretaria de Segurança Pública do município.

Além da apresentação do projeto da nova delegacia, a reunião realizada com o delegado-geral, Mário Dermeval, tinha o objetivo de apresentar o novo Conseg de Campo Verde criado recentemente e o grupo formado para aquisição de recursos e acompanhamento das abras da nova estrutura.

O projeto arquitetônico e de engenharia da nova unidade da Polícia Civil em Campo Verde, os orçamentos da obra foram feitos por um engenheiro membro do Conselho Comunitário de Segurança, que fez o material inteiramente sem custos.

 

Atualmente a Delegacia de Campo Verde funciona em um imóvel antigo que pertence a Prefeitura. Através de uma permuta, a prefeitura deu para o estado uma área de 2,7 mil metros, que foi murada, com recursos da sociedade civil organizada e de apreensões realizadas pela própria Polícia Civil, onde será construída a nova delegacia.

O presidente da Feconseg-MT, Danilo Correa de Moraes, destacou que uma das maiores dificuldades para construção da tão sonhada Delegacia de Campo Verde era o fato de não existir um Conseg na cidade para realização de parceria, especialmente para distribuição de recursos de TAC para construir.

“Hoje estamos aqui para apresentar o Conselho de Segurança Pública de Campo Verde, legalizado e de direito de fato, para trabalhar em parceria com as Forças de Segurança, e trazer a inovações para área como a construção da nova delegacia da Polícia Civil no município”, disse.

Segundo a escrivã de policia e atual secretária municipal de apoio à Segurança Pública de Campo Verde, Viviane Bernardino Ferreira, sua primeira ação no cargo foi a criação de um conselho comunitário de segurança independente devidamente constituído com CNPJ, conta bancária para buscar recursos para construção da nova delegacia.

Leia mais:  Criminoso envolvido em roubo de posto de combustível tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Várzea Grande
 

Após a apresentação do conselho, solicitamos a anuência da Diretoria para que o grupo esteja a frente da construção da delegacia agindo em prol da instituição buscando recursos.

“Com isso nós, formalizamos e legalizamos o conselho e apresentamos ao delegado-geral o Conseg formado e também apresentamos a planta da tão sonhada delegacia de campo verde. A partir de agora com aprovação da Diretoria Geral será dado início as obras inclusive com o valor em caixa do Conseg que é de aproximadamente R$ 210 mil”, disse.

O valor final das obras da nova delegacia está estimado em R$ 2,1 milhões. A prefeitura já sinalizou positivo em relação à devolução da parte do duodécimo da câmara dos vereadores para subsidiar a construção da unidade.  

A Polícia Civil e o Conseg buscam outras parcerias, com o Ministério Público, Poder Judiciário, para angariar outros recursos para subsidiar as obras que será feita em módulos para a sua conclusão.

 

O delegado-geral, Mário Dermeval, ficou bastante impressionado com a equipe e com tudo que já foi alcançado até o momento. “É um momento de mudanças e crescimento para a Polícia Civil, em que estamos buscando estrutura mais adequada e melhores condições de trabalho para os nossos policiais. O que nos foi apresentado é um trabalho grandioso que mostra que o Conseg de Campo Verde já está fazendo a diferença para a segurança pública do município”, disse.

Participaram da reunião o delegado-geral adjunto, Gianmarco  Paccola, diretor de interior Walfrido Franklim do Nascimento, o diretor de Atividades Especiais, Fernando Vasco Spinelli, o delegado de Campo Verde, Romildo Nogueira da Foncesca o presidente do Conseg de Campo Verde, Antonio Aparecido Toneto, e os membros da Polícia Comunitária, Gaspar e Amilton.

Fonte: PJC MT
Leia mais:  Polícia Civil identifica suspeito e recupera motocicleta furtada em Pontes e Lacerda

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil identifica suspeito e recupera motocicleta furtada em Pontes e Lacerda

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma motocicleta furtada em Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá) foi recuperada pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (11.06), na zona rural do município. O suspeito de 38 anos responsável pelo crime foi identificado e responderá por furto.

O veículo Honda NXR 160 Bros de cor vermelha foi subtraído de uma residência no bairro São José, na quarta-feira (09). Conforme a vítima de 24 anos, o autor do crime pulou o muro da casa e furtou a moto, utilizando uma chave de ignição.

Na ocasião, o suspeito subtraiu também o capacete e um aparelho celular com o carregador.

Durante diligências para apurar a ocorrência, os policiais civis descobriram que a motocicleta estaria escondida em um sítio nas proximidades da Gleba Pecuária 01.

A equipe foi até o local, sendo no caminho avistaram rastros da motocicleta seguindo para a serra. Ao realizar o acompanhamento das marcas, os investigadores localizaram o veículo em meio a vegetação distante.

O aparelho celular furtado da vítima também foi recuperado. Foram feitas buscas na região para localizar o suspeito, porém até o momento sem êxito.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Aparelho celular roubado em Goiás é recuperado e receptador é preso em Alto Araguaia
Continue lendo

POLICIAL

Onze foragidos da Justiça por crimes sexuais contra crianças e adolescentes são presos pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Gerência Estadual de Polinter e Capturas cumpriu em dez dias, 11 mandados contra foragidos da Justiça que estavam com prisões decretadas por crimes sexuais envolvendo crianças e adolescentes.

As prisões foram cumpridas entre 31 de maio e 10 de junho, em Cuiabá e Chapada dos Guimarães e fazem parte da Operação Acalento desencadeada em todo país sob coordenação do Ministério da Justiça para cumprimento de prisões, instauração e conclusão de investigações referentes a crimes sexuais contra crianças e adolescentes.

Entre as prisões cumpridas nesta quinta-feira (10.06) pelas equipes da Polinter está a de um homem de 68 anos, que foi denunciado à Justiça pelo abuso sexual cometido contra a sobrinha de 12 anos. O crime ocorreu no bairro Planalto, em 2011.

Outro foragido que teve o mandado cumprido responde a um processo pelo estupro cometido contra as duas filhas, que tinham 9 e 10 anos, à época, na região do Pedra 90. Os abusos se repetiram por anos, até que a mais nova das vítimas denunciou o crime ao Conselho Tutelar.

Um dos mandados foi cumprido no Centro de Ressocialização de Cuiabá em desfavor de um homem de 35 anos, réu em um processo pelo estupro cometido contra a enteada de sete anos, no bairro Pedra 90, em 2014. A mãe da criança, ao chegar do trabalho, encontrou a menina com a roupa suja de sangue e ao perguntar o que ocorreu, a criança contou como o padrasto havia abusado dela.

Em uma gleba no município de Chapada dos Guimarães, a equipe da Polinter localizou outro foragido, de 75 anos, que responde por crime sexual. Em 2013, ele abusou da sobrinha de 11 anos, no bairro Jardim União.

Leia mais:  Onze foragidos da Justiça por crimes sexuais contra crianças e adolescentes são presos pela Polícia Civil

Outra prisão realizada em Cuiabá foi a de um homem de 64 anos, que em 2011 abusou da filha adolescente. O crime ocorreu no bairro Jardim Gramado, na Capital.

Todos os 11 homens presos foram encaminhados para a Gerência da Polinter, a fim de formalizar o cumprimento dos mandados de prisão e depois enviados a unidades prisionais da região metropolitana.

A Operação Acalento segue até o dia 17 de julho, quando o Ministério da Justiça fará um balanço das prisões realizadas no período.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana