conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil identifica suspeito e recupera motocicleta furtada em Pontes e Lacerda

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma motocicleta furtada em Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá) foi recuperada pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (11.06), na zona rural do município. O suspeito de 38 anos responsável pelo crime foi identificado e responderá por furto.

O veículo Honda NXR 160 Bros de cor vermelha foi subtraído de uma residência no bairro São José, na quarta-feira (09). Conforme a vítima de 24 anos, o autor do crime pulou o muro da casa e furtou a moto, utilizando uma chave de ignição.

Na ocasião, o suspeito subtraiu também o capacete e um aparelho celular com o carregador.

Durante diligências para apurar a ocorrência, os policiais civis descobriram que a motocicleta estaria escondida em um sítio nas proximidades da Gleba Pecuária 01.

A equipe foi até o local, sendo no caminho avistaram rastros da motocicleta seguindo para a serra. Ao realizar o acompanhamento das marcas, os investigadores localizaram o veículo em meio a vegetação distante.

O aparelho celular furtado da vítima também foi recuperado. Foram feitas buscas na região para localizar o suspeito, porém até o momento sem êxito.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandado contra autor de estupro de vulnerável em operação nacional
publicidade

POLICIAL

Onze foragidos da Justiça por crimes sexuais contra crianças e adolescentes são presos pela Polícia Civil

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Gerência Estadual de Polinter e Capturas cumpriu em dez dias, 11 mandados contra foragidos da Justiça que estavam com prisões decretadas por crimes sexuais envolvendo crianças e adolescentes.

As prisões foram cumpridas entre 31 de maio e 10 de junho, em Cuiabá e Chapada dos Guimarães e fazem parte da Operação Acalento desencadeada em todo país sob coordenação do Ministério da Justiça para cumprimento de prisões, instauração e conclusão de investigações referentes a crimes sexuais contra crianças e adolescentes.

Entre as prisões cumpridas nesta quinta-feira (10.06) pelas equipes da Polinter está a de um homem de 68 anos, que foi denunciado à Justiça pelo abuso sexual cometido contra a sobrinha de 12 anos. O crime ocorreu no bairro Planalto, em 2011.

Outro foragido que teve o mandado cumprido responde a um processo pelo estupro cometido contra as duas filhas, que tinham 9 e 10 anos, à época, na região do Pedra 90. Os abusos se repetiram por anos, até que a mais nova das vítimas denunciou o crime ao Conselho Tutelar.

Um dos mandados foi cumprido no Centro de Ressocialização de Cuiabá em desfavor de um homem de 35 anos, réu em um processo pelo estupro cometido contra a enteada de sete anos, no bairro Pedra 90, em 2014. A mãe da criança, ao chegar do trabalho, encontrou a menina com a roupa suja de sangue e ao perguntar o que ocorreu, a criança contou como o padrasto havia abusado dela.

Em uma gleba no município de Chapada dos Guimarães, a equipe da Polinter localizou outro foragido, de 75 anos, que responde por crime sexual. Em 2013, ele abusou da sobrinha de 11 anos, no bairro Jardim União.

Leia mais:  Traficante que estava foragido é localizado pela Polícia Civil em Barra do Bugres

Outra prisão realizada em Cuiabá foi a de um homem de 64 anos, que em 2011 abusou da filha adolescente. O crime ocorreu no bairro Jardim Gramado, na Capital.

Todos os 11 homens presos foram encaminhados para a Gerência da Polinter, a fim de formalizar o cumprimento dos mandados de prisão e depois enviados a unidades prisionais da região metropolitana.

A Operação Acalento segue até o dia 17 de julho, quando o Ministério da Justiça fará um balanço das prisões realizadas no período.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil fecha festa com aglomeração de pessoas e prende quatro por fornecimento de bebidas a menores

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Onze pessoas, entre elas menores de idade, que faziam aglomeração no município de Nova Xavantina (645 km a leste de Cuiabá) foram detidas pela Polícia Civil, na tarde de quinta-feira (10.06), durante diligências para averiguar uma denúncia anônima.

Quatro dos conduzidos foram autuados em flagrante pelo crime contra a pessoa de perigo de contágio de moléstia grave previsto no artigo 268 do Código Penal e por crime de servir bebida alcoólica a menor de 18 anos, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

As diligências iniciaram logo após denúncia sobre um endereço onde acontecia uma festa com fornecimento de bebidas alcoólicas para adolescentes. Segundo as informações, as pessoas estavam descumprindo as medidas impostas pelo Poder Público, em razão da pandemia de prevenção à propagação da Covid-19.

De posse das informações, os policiais civis foram até o bairro Centro-Oeste, e constataram a aglomeração com 11 pessoas na residência, desrespeitando o distanciamento social, sem uso de máscara facial e sem qualquer outro tipo de protocolo de biossegurança.

Na ocasião, foi verificado o fornecimento de bebidas alcoólicas para adolescentes que participavam da festa. Diante dos fatos todos os presentes foram encaminhados até a Delegacia de Nova Xavantina, e ouvidos pelo delegado Raphael Diniz.

Após os depoimentos, quatro conduzidos maiores de idade, foram presos pelo crime do artigo 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente (de fornecer bebida alcoólica para menor), e pelo crime do artigo 268 e 330 do Código Penal (descumprimento de determinação do poder público inerente a prevenção da propagação da pandemia).

Já os adolescentes responderão por ato infracional de descumprimento das medidas de prevenção da Covid-19.

Conforme o delegado Raphael Diniz todos os detidos foram autuados com multa em seus respectivos CPFs no valor de R$ 500, pela desobediência aos decretos do Poder Público que visa a prevenir a propagação de doença contagiosa.

Leia mais:  Onze foragidos da Justiça por crimes sexuais contra crianças e adolescentes são presos pela Polícia Civil

Após a confecção dos procedimentos, os quatro presos foram encaminhados para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana