conecte-se conosco


MATO GROSSO

Mais de 100 pantaneiros já foram treinados para atuar no combate aos incêndios florestais

Publicado


O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBM-MT) já capacitou 158 moradores e trabalhadores que vivem na região do Pantanal  sobre as técnicas e ações preventivas de combate aos incêndios florestais. Os ciclos de treinamento são realizados por equipes de militares do 1° Pelotão Independente CBM da cidade de Poconé, distante 104 km de Cuiabá. 

Os treinos são divididos em turmas de 15 pessoas que vivem chácaras, fazendas e sítios. Durante dois dias curso, os participantes passam por um nivelamento piloto, uma troca de experiências e repasse de informações do local e um panorama geral da temática sobre as queimadas.

Nesta semana, entre os dias 31 de maio a 03 junho, mais uma turma de pantaneiros das localidades do Distrito de Cangas e Estrada do Boqueirão também realizaram a capacitação de ação preventiva. Estes pontos foram estrategicamente escolhidos pelo fato ter sofrido uma grande destruição nos incêndios ocorridos em 2020. A expectativa é que através deste repasse de conhecimento todos possam contribuir para mitigação do fogo. 

A execução de mais uma etapa da capacitaçãofaz parte do Plano de Operações para a Temporada de Incêndios Florestais (POTIF 2021) e tem o objetivo de posicionar equipes de militares para promover ações preventivas para minimizar os impactos dos desastres ocasionados pelos incêndios no Pantanal.

Além dos militares do 1° Pelotão Independente, também são integrantes da equipe de monitores os bombeiros 2° BBM e 1° PIBM, que possuem grande experiência em combate aos incêndios florestais.

Segundo o cronograma de capacitação, ainda restam dois ciclos serem realizados: em Porto Jofre e no Distrito de Pirizal (Nossa Senhora do Livramento).O número limitado de 15 pessoas é para garantir a segurança de todos com o distanciamento social e os demais protocolos de prevenção da Covid-19. 

Leia mais:  Sexta-feira (11): Mato Grosso registra 426.571 casos e 11.366 óbitos por Covid-19

Para realizar essa força-tarefa preventiva há outras instituições parceiras; Sindicato Rural de Poconé, Órgão Estadual de Proteção e Defesa Civil, Prefeitura Municipal de Poconé, SESC Porto Cercado, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), setores do turismo, além dos próprios moradores locais.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Indea prorroga prazo para comunicação da vacinação contra a febre aftosa

Publicado


O Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) prorrogou até a próxima a terça-feira (15.06) o período de comunicação da vacinação contra febre aftosa para os produtores rurais. O prazo anterior se encerrou nessa quinta-feira (10.06).

“Mato Grosso é considerado referência nacional, quando falamos de vacinação contra a febre aftosa, o que é de extrema importância para a saúde desses animais e também para a economia do Estado. Com isso, produtos rurais tem o seu mercado valorizado e o país continua sendo referência de exportação de carne bovina”, assegura César Miranda, secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso.

Até a última quarta-feira (09.06), a taxa de registro de vacinação chegou a 87,07%, faltando o comparecimento de 13.760 produtores. Desta forma, é importante que os ausentes façam a comunicação por e-mail ou, se necessário, dirijam-se a uma unidade local do INdea, portando a nota fiscal de aquisição da vacina e a relação de animais existentes.

Para mais informações clique aqui!

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Sexta-feira (11): Mato Grosso registra 426.571 casos e 11.366 óbitos por Covid-19
Continue lendo

MATO GROSSO

Mato Grosso é único estado brasileiro a participar de simpósio do BRICS na China

Publicado


O projeto de cooperação entre Mato Grosso e a China vem se fortalecendo ao longo deste ano, tanto que o estado foi a única unidade federativa brasileira a participar do Simpósio Internacional para BRICS Think Tanks 2021, realizado nesta quinta-feira (10.06), na cidade de Xiamen, província de Fujian, no leste chinês.

A servidora estadual que atua no país asiático intermediando a abertura de mercado para os produtos mato-grossenses, Ariana Guedes, representou o Estado no evento.

Ela destacou que essa parceria entre os governos chinês e mato-grossense ocorreu porque províncias chinesas, com base econômica semelhantes à do Estado, se interessaram na cooperação comercial e de investimentos em Mato Grosso.

As negociações que visam fomentar acordos comerciais do Estado com a Ásia, em especial com a China, tiveram início em 2020.

A parceria internacional firmada entre Mato Grosso e a China será duradoura se depender da atual gestão, de acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda.

“O interesse é mútuo e estamos buscando consolidar essas negociações e formalizar acordos a longo prazo que serão muitos bons para a inserção dos produtos do estado no mercado chinês”, explicou Miranda.

Para concretizar as atividades, o governo chinês criou um centro de inovação entre os países que compõem o BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). A plataforma visa estimular as discussões e projetos entre os países integrantes.

O novo centro de cooperação voltado para os membros do BRICS, inclusive desenvolveu um treinamento de 2h com foco em marketing e dicas para estabelecer relações de comércio com a China, material direcionado ao público mato-grossense.

“Após essa ação piloto, os chineses já se colocaram à disposição para desenvolver outros cursos para Mato Grosso.  Nosso estado é um parceiro e a perspectiva é de que essa ligação nos renda muitos frutos. Existem muitas oportunidades na cidade de Xiamen e nas 33 províncias chinesas na área de trading e investimentos. E por parte do governo local há muito interesse em Mato Grosso”, ressaltou Ariana Guedes.

Leia mais:  Governo de MT consegue autorização para vacinar trabalhadores da Assistência Social

O simpósio que tratou sobre o “Trabalhando juntos para desenvolver o centro de inovação em um modelo de cooperação do BRICS”, atraiu mais de 200 especialistas, autoridades da indústria e do governo e representantes de organizações internacionais e associações empresariais.

O centro de inovação do BRICS tem como foco impulsionar o investimento e a facilitação do comércio. Bem como, o aprimoramento da inovação e cooperação financeiras.

Representatividade

Atualmente, os BRICS são detentores de mais de 21% do PIB mundial, formando o grupo de países que mais crescem no planeta. Além disso, representam 42% da população mundial, 45% da força de trabalho e o maior poder de consumo do mundo.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana