conecte-se conosco


MATO GROSSO

Governo recebe sindicatos para ouvir demandas

Publicado


O Governo do Estado por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) iniciou esta semana uma série de reuniões que serão realizadas com os sindicatos representantes das carreiras do serviço público para ouvir as demandas das categorias e manter o diálogo sempre aberto com os servidores.

Nesta segunda-feira (31), o secretário de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra, recebeu a Associação da Polícia e Bombeiro Militar de Mato Grosso (ASSOF), a Associação dos Sargentos, Subtenentes, Oficiais Administrativos, Adm. e Esp. Ativos e Inativos da PM e CBM (ASSOADE), a Associação de Cabos e Soldados da PM e CBM (ACS-MT), o Sindicato dos Delegados de Polícia (Sindepo) e a Associação Mato-grossense dos Delegados de Polícia (Amdepol).

Na terça-feira (01) foi a vez do Sindicato da Carreira de Desenvolvimento Econômico e Social (Sindes).

O secretário da Seplag se colocou à disposição das entidades representativas dos servidores públicos para dialogar sempre que necessário.

“Essas reuniões serão uma constante entre a secretaria e as entidades. A intenção do Estado é que os sindicatos sempre participem das discussões que dizem respeito ao funcionalismo. Abrimos agenda para todo mês de junho, iremos atender todos os sindicatos para de forma institucional, ouvi-los e apresentar informações sobre assuntos diversos relacionados aos servidores públicos”, disse.

Durante o encontro o titular da Seplag ressaltou algumas medidas de gestão adotadas pelo governo em prol das categorias, como pagamento de ajuda de custos aos militares, pagamento de soldo imediato, promoção por requerimento para os militares, além da nomeação de 53 delegados de polícia ocorrida no ano passado.

Bezerra também elencou algumas melhorias ocorridas de um modo geral voltadas a todos os servidores públicos, como o pagamento do salário dentro do mês trabalhado e da Revisão Geral Anual (RGA) de 2018, padronização do valor da diária que desde 2015 não tinha aumento, o pagamento das verbas rescisórias, e a regulamentação por lei de que no mínimo 60% dos cargos em comissão e funções de confiança sejam ocupados por servidores efetivos.

Leia mais:  Setores hoteleiro e de eventos comemoram reaquecimento da economia durante Copa América

Entre as melhorias citadas pelo gestor ainda estão o aumento da margem consignável e do prazo para até 120 meses para pagamento dos empréstimos consignados, correção monetária sobre os salários escalonados entre agosto de 2017 a outubro de 2019, incluindo o 13° do período, a melhoria da estrutura física de várias secretarias e a priorização no trâmite de processos administrativos para servidores com sequelas da Covid-19.

Ele também ouviu algumas reivindicações dos sindicatos e se colocou à disposição para resolver o que estiver dentro da legislação e das possibilidades de gestão.

Uma das demandas das entidades é em relação ao pagamento da RGA de 2019 que não foi paga devido ao fato de o Estado não ter cumprido os requisitos exigidos em lei. A Seplag esclareceu todos os questionamentos e dúvidas e enviou um documento oficial às entidades com explicações técnicas e legais sobre o tema.

Contudo, o secretário informou que o Governo previu na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022 enviada à Assembleia Legislativa no último dia 28 o pagamento de 5,05% da RGA do próximo ano.

O presidente da Associação dos Sargentos, Subtenentes, Oficiais Adm. e Esp. Ativos e Inativos de Mato Grosso (ASSOADE), Luciano Esteves Correa da Costa, disse que a reunião foi muito proveitosa, pois várias demandas trazidas pela entidade já haviam sido contempladas por iniciativa da própria administração pública.

“Ficamos muito felizes com alguns avanços já obtidos que ocorreram por iniciativa do próprio governo como o pagamento das verbas rescisórias, a ajuda de custo, a representação de comando, a equiparação das diárias, etc. Mas, o mais importante em nossa avaliação é a abertura do diálogo, isso é fundamental”, disse Esteves.

Já a presidente do Sindepo, Maria Alice Barros Martins, avaliou a reunião como positiva e salutar, e disse que encontros como este estreitam a relação entre a administração pública e os servidores. “Às vezes são tomadas algumas decisões administrativas que não entendemos, mas que no final acabam dinamizando o trabalho de todos. Todas as reivindicações que trouxemos para o secretário serão analisadas e assim que possível, ele nos dará um retorno”.

Leia mais:  Indea prorroga prazo para comunicação da vacinação contra a febre aftosa

O presidente em exercício do Sindicato da Carreira de Desenvolvimento Econômico e Social, Claudinei de Oliveira Vieira, elogiou a iniciativa do Governo em se reunir separadamente com as categorias para tratar individualmente as demandas específicas de cada uma.

“Todos os sindicatos tem várias pautas em comum, mas também temos nossas demandas específicas e a abertura desse diálogo individual foi excelente. Nossa avaliação do encontro é extremamente positiva, porque pudemos tratar de assuntos coletivos e individuais da nossa carreira”, finalizou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Aulas para Enem e concurso de redação começam nesta segunda-feira (14) na TV Assembleia

Publicado


A apresentação da trilha formativa do concurso de redação começa nesta segunda-feira (14.06) pela TV Assembleia (TVAL) em dois horários: das 9h às 10h e das 17h às 18h. A trilha formativa é um percurso que prepara o estudante para desenvolver um projeto. Serão aulas de redação, interpretação, literatura e projeto de vida, como preparatório para o Enem.

A emissora pode ser sintonizada nos canais 30.1 e 30.2 pela TV aberta e por meio das parabólicas na frequência do Satélite C2 Star One frequência 3645. Para quem tem internet, o acesso é pelo canal do programa no You tube da Assembleia Legislativa.

Segundo a coordenadora de Ensino Médio da Seduc, Giseli Maciano, como a TVAL atinge todo o Estado por meio de antena parabólica, a expectativa é chegar ao maior número possível de alunos do ensino médio. O trabalho de envolvimento das escolas começa com o concurso de redação do qual participa toda a equipe gestora e profissionais da educação. No atual cenário, Giseli acredita que todos nas escola vão colaborar no atendimento ao aluno, principalmente tirando dúvidas a respeito do concurso de redação.

“Tudo isso é um trabalho preparatório para o concurso de redação cujas inscrições começam no dia 5 de julho”, assinala.

O concurso é destinado aos estudantes do 3º ano do Ensino Médio e o objetivo é estimulá-los a desenvolverem a escrita do texto dissertativo-argumentativo, as habilidades exigidas pelo Enem e a análise crítica frente aos problemas sociais.

Como participar do concurso

As inscrições serão feitas de 5 a 30 de julho. Para participar, o estudante deve se inscrever no canal do Pré-Enem [email protected] MT no You tube da Seduc e assistir às aulas de redação e interpretação de texto: Diferença entre competências e habilidades; Texto dissertativo-argumentativo – introdução; texto dissertativo-argumentativo: desenvolvimento; e texto dissertativo-argumentativo: conclusão.

Leia mais:  Sexta-feira (11): Mato Grosso registra 426.571 casos e 11.366 óbitos por Covid-19

As aulas estão disponíveis na playlist “Inscrição Concurso de Redação”. Após essa etapa, os estudantes terão que preencher o formulário de inscrição com questões relacionadas aos temas tratados nestas aulas.

O link para o formulário de inscrição será disponibilizado no último vídeo da playlist e estará aberto para preenchimento apenas durante o período de inscrição (5 a 30 de julho).

Os estudantes classificados entre o 11º e o 20º lugar receberão menção honrosa. Do 1º ao 10º, haverá premiação (ainda a ser definida pela Seduc – MT) aos estudantes, aos professores de língua portuguesa que os orientaram e à unidade escolar a qual pertencem.

O concurso é organizado pela Superintendência de Educação Básica e Superintendência de Diversidade, ambas da Seduc.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Última etapa das obras de reforma na Arena Pantanal foram paralisadas para realização da Copa América

Publicado


O terceiro andar do setor Leste da Arena Pantanal será a última etapa da reforma do estádio. As obras no local iniciaram com a retirada das portas e troca completa do piso, mas tiveram que ser paralisadas em decorrência do início da Copa América.

No entanto, o setor em questão, onde estão localizados os camarotes Leste, não será utilizado por enquanto, por causa da proibição de público nos jogos oficiais.

A reforma na Arena foi concluída nos setores Oeste, Sul e Norte, faltando apenas os camarotes do estádio.

Vale ressaltar que a Arena Pantanal é uma arena multiuso que passa por constante manutenção, independente da época ou gestão.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Indea prorroga prazo para comunicação da vacinação contra a febre aftosa
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana