conecte-se conosco


MATO GROSSO

Estudantes vencem dificuldades e buscam apostilas até a cavalo

Publicado


Distância não é problema para quem vê nos estudos a oportunidade de ter uma vida melhor.  A 1.065 km a noroeste de Cuiabá, em uma região que ficou conhecida nacionalmente após uma chacina com nove mortos em 2017, a educação é levada a sério.

A Escola Estadual Maria Miranda Araújo, localizada no Distrito de Guariba, município de Colniza, tem cerca de 800 alunos a partir do 5º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio. O diretor da unidade, José Rosa da Silva, afirma que cerca de 98% dos matriculados buscam e devolvem as apostilas, mesmo com grandes dificuldades.

Um exemplo é a estudante do 1º ano do Ensino Médio, Gleiciellen da Silva Souza, 15 anos, que na última semana surpreendeu e alegrou os professores ao chegar à unidade para buscar suas apostilas.

Gleiciellen mora no Distrito de Taquaruçu do Norte, distante 79 km de Guariba e 150 km de Colniza. E não é apenas a distância que ela precisa enfrentar. Como mora do outro lado do rio Panelas, no período de chuva não consegue ir até a escola, porque a região alaga.

Mas na semana passada, com uma trégua das chuvas, Gleiciellen aproveitou para ir até a escola e o meio de transporte disponível foi um cavalo.

A professora Maria Aparecida de Souza afirma que é essa força de vontade dos alunos, o desejo deles voltarem para a sala de aula, para o ensino presencial, o maior incentivo para enfrentar todas as dificuldades na região.

“Já passei por vários lugares e vi muito alunos que têm condições de estar estudando, em melhores condições, mas não estão interessados. E aqui, neste lugar tão pequeno, tão distante, com tantas dificuldades, crianças, adolescentes, jovens que buscam, mesmo com tanto sofrimento, a educação”, destaca a professora.

Leia mais:  Indea prorroga prazo para comunicação da vacinação contra a febre aftosa

Salas anexas

A Escola Maria Miranda Araújo é um exemplo dos desafios da educação no campo em Mato Grosso. Atende estudantes do Distrito de Guariba, chamado pelos moradores da região de Vila, e possui salas anexas em Três Fronteiras (a 160 km do distrito), no Distrito Roosevelt (55 km do distrito), além de Taquaruçu do Norte.

Os desafios são enfrentados por duas professores, a Maria Aparecida e a Madalena da Silva Brito. Elas destacam que internet só tem na escola. Desta forma, o ensino, desde o início da pandemia, tem sido por meio de apostilas. E afirmam que o resultado é satisfatório.

“Os alunos são muito dedicados, esforçados. A distância deixa tudo mais difícil, mas não impede de eles estarem aqui (na escola). Eles retiram e entregam as apostilas”, diz Maria Aparecida.

Além do esforço dos estudantes, as professoras destacam o incentivo dos pais no estudo dos filhos. “A gente fica feliz em saber que podemos ensinar e também aprender com eles, porque é muito aprendizado junto”, finaliza a professora.

Ensino

O material didático adquirido pelo governo do Estado para todos os alunos da rede estadual de ensino acaba de chegar no Distrito de Guariba e o diretor afirma que a expectativa é grande. “Estamos ansiosos de como vai ser e de como poderemos utilizar para que nossos alunos tenham uma melhor qualidade na aprendizagem”, conclui José Rosa.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Onze foragidos da Justiça por crimes sexuais contra crianças e adolescentes são presos pela Polícia Civil

Publicado


A Polícia Civil, por meio da Gerência Estadual de Polinter e Capturas cumpriu em dez dias, 11 mandados contra foragidos da Justiça que estavam com prisões decretadas por crimes sexuais envolvendo crianças e adolescentes.

As prisões foram cumpridas entre 31 de maio e 10 de junho, em Cuiabá e Chapada dos Guimarães e fazem parte da Operação Acalento desencadeada em todo país sob coordenação do Ministério da Justiça para cumprimento de prisões, instauração e conclusão de investigações referentes a crimes sexuais contra crianças e adolescentes.

Entre as prisões cumpridas nesta quinta-feira (10.06) pelas equipes da Polinter está a de um homem de 68 anos, que foi denunciado à Justiça pelo abuso sexual cometido contra a sobrinha de 12 anos. O crime ocorreu no bairro Planalto, em 2011.

Outro foragido que teve o mandado cumprido responde a um processo pelo estupro cometido contra as duas filhas, que tinham 9 e 10 anos, à época, na região do Pedra 90. Os abusos se repetiram por anos, até que a mais nova das vítimas denunciou o crime ao Conselho Tutelar.

Um dos mandados foi cumprido no Centro de Ressocialização de Cuiabá em desfavor de um homem de 35 anos, réu em um processo pelo estupro cometido contra a enteada de sete anos, no bairro Pedra 90, em 2014. A mãe da criança, ao chegar do trabalho, encontrou a menina com a roupa suja de sangue e ao perguntar o que ocorreu, a criança contou como o padrasto havia abusado dela.

Em uma gleba no município de Chapada dos Guimarães, a equipe da Polinter localizou outro foragido, de 75 anos, que responde por crime sexual. Em 2013, ele abusou da sobrinha de 11 anos, no bairro Jardim União.

Leia mais:  Profissionais da educação aprovam programas de saúde e segurança no trabalho da Seduc

Outra prisão realizada em Cuiabá foi a de um homem de 64 anos, que em 2011 abusou da filha adolescente. O crime ocorreu no bairro Jardim Gramado, na Capital.

Todos os 11 homens presos foram encaminhados para a Gerência da Polinter, a fim de formalizar o cumprimento dos mandados de prisão e depois enviados a unidades prisionais da região metropolitana.

A Operação Acalento segue até o dia 17 de julho, quando o Ministério da Justiça fará um balanço das prisões realizadas no período.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Sema completa entrega de barcos e motores para 40 municípios descentralizados

Publicado


Os 40 municípios descentralizados que receberam veículos e instrumentos de campo e escritório do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), já estão com os equipamentos em funcionamento. A última cidade a retirar os barcos e motores disponibilizados foi Apiacás, no mês de maio.

Os equipamentos entregues aos municípios nos últimos anos foram barcos, motores, motocicletas, GPS, computadores, monitores e impressoras. As entregas fazem parte do Kit Descentralização com recursos do Fundo Amazônia/BNDES.

O objetivo do Programa é equipar as Secretarias Municipais de Meio Ambiente para que, de forma descentralizada, realizem serviços de gestão ambiental. O fortalecimento dos municípios do Programa Mato Grosso Sustentável é importante para a eficiência na fiscalização contra crimes ambientais e no licenciamento de empreendimentos de impacto local.

Entrega de Sedes

Entre as ações para fortalecer os municípios estão previstas a entrega de 17 novas sedes de secretarias municipais de meio ambiente. 10 municípios já estão com obras finalizadas e entregues: Juara, Porto dos Gaúchos, Comodoro, Vila Bela da Santíssima Trindade, Brasnorte, Claudia, São Felix do Araguaia, Querência, Ribeirão Cascalheira e Canarana. 

Estão sendo construídas as obras das secretarias municipais de meio ambiente de Guarantã do Norte, Nova Monte Verde, Paranaíta e Apiacás. As obras de Aripuanã e Colider estão em licitação e de Sinop aguardando aprovação do projeto na Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra).

Municípios

Os 40 municípios que receberam o Kit Descentralização são: Água Boa, Alta Florestas, Apiacás, Aripuanã, Barra do Garças, Brasnorte, Campinápolis, Campo Verde, Campos de Júlio, Canarana, Cláudia, Cocalinho, Colíder, Comodoro, Conquista D’Oeste, Cotriguaçu, Cuiabá, Guarantã do Norte, Jaciara, Juara, Lucas do Rio Verde, Nova Monte Verde, Nova Mutum, Nova Nazaré, Nova Xavantina, Paranaíta, Porto dos Gaúchos, Poxoréo, Primavera do Leste, Querência, Ribeirão Cascalheira, Rondonópolis, São Félix do Araguaia, Sapezal, Sinop, Sorriso, Tangara da Serra, Tapurah, Várzea Grande, Vila Bela da Santíssima Trindade.

Leia mais:  Unidade do Ganha Tempo distribui mudas de plantas à população cacerense
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana