conecte-se conosco


MATO GROSSO

Seminário ofertado pela Seciteci capacita centenas de servidores da educação profissional do Estado

Publicado


“Os momentos propiciados pela formação pedagógica nos oportunizaram a integração dos servidores das diferentes escolas que compõem a rede estadual de educação profissional. Além desta troca de experiências, conhecemos novas ferramentas digitais”, disse a professora Leila Aoyama Souza, durante a realização do I Seminário de Formação Pedagógica realizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci).

Além de Leila, que trabalha na Escola Técnica Estadual (ETE), de Rondonópolis, outros 120 profissionais que atuam nas unidades de todo o Estado, participaram do seminário virtual. O foco foi capacitar a equipe para utilizar as ferramentas e programas voltados às aulas remotas, aplicadas no ensino a distância (EAD).

O secretário da Seciteci, Nilton Borgato, explica que a metodologia do projeto foi desenvolvida por meio de aulas expositivas, debates e discussões em grupo. Além disso, foram realizadas palestras por videoconferência pela ferramenta Google Meet.

“A ideia foi facilitar a participação dos profissionais que atuam nas unidades escolares da Seciteci e assim proporcionar o aprimoramento do conhecimento da nossa equipe. Deste modo, teremos mais eficiência nos serviços prestados, e claro, resultando em mais qualidade no ensino das nossas escolas” disse o gestor.

De acordo o superintendente de Educação Profissional e Superior da Seciteci, Aryeh Hessel Craveiro, a equipe que coordenou os cursos, que tiveram 15 dias de duração, recebeu dezenas de relatos que confirmam a importância de investir em qualificação dos servidores.

“Atingimos nosso objetivo de capacitar os profissionais para que eles possam ser mais bem preparados para lidar com as novas ferramentas, além de terem estratégias voltadas ao planejamento e execução de aulas EAD”, disse.

Simey Adriany Alcalá Souza, que é diretora da ETE de Cuiabá, ressalta que o EAD se tornou essencial por conta da pandemia e por isso, os profissionais precisam estar preparados para ofertar ensino de qualidade.

Leia mais:  Projeto de conectividade com tecnologia 5G em área rural é iniciado em Mato Grosso

“A possibilidade de aprender novos métodos e nos aperfeiçoar é muito interessante, pois assim poderemos prover para os nossos colaboradores a oportunidade de aprimorarem as técnicas de elaboração das aulas híbridas, já que estas continuarão a fazer parte de nossas vidas pós pandemia”, disse.

A coordenadora de Desenvolvimento Pedagógico da ETE de Sinop, Debora Malagutti, considerou a importância desta capacitação para os servidores. “Minha experiência com o seminário pedagógico, foi surpreendente. Muito bem planejado, pensado em atender os anseios dos profissionais da educação profissional, super necessário neste momento tão delicado e atípico. Com temas atuais e inovadores, apresentados pelos preletores bem capacitados e com conhecimento técnico”, falou.

De acordo com a coordenadora de Educação Profissional e Tecnológica da Seciteci, Ana Flavia Derze Soares, foram capacitados todos os profissionais que atuam na área de educação, garantindo qualidade no ensino profissional ofertado pelo Estado.

“O seminário superou as expectativas principalmente na questão da participação da grande maioria dos profissionais, pois tivemos mais de 100 pessoas por dia e os conteúdos das palestras foram de grande valia para as práticas pedagógicas. Só temos a agradecer a nossa equipe organizadora e a todos que direta e indiretamente contribuíram para o sucesso desse evento”, comentou.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governo começa a receber máquinas e equipamentos adquiridos para conservação de rodovias

Publicado


O Governo de Mato Grosso começou a receber as máquinas e equipamentos rodoviários adquiridos pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e que serão destinados à conservação de rodovias não-pavimentadas. As máquinas serão alocadas no estacionamento da Arena Pantanal, em Cuiabá, até que sejam repassadas para consórcios intermunicipais e associações, mediante formalização de convênio junto à Sinfra.

No total, o Estado adquiriu 175 máquinas e equipamentos, com investimentos na ordem de R$ 96,5 milhões, cujos recursos são  próprios do Governo de Mato Grosso obtidos após assinatura de contrato de operação de crédito junto à Caixa Econômica Federal (CEF), ainda no ano passado, no valor de R$ 500 milhões.

Com esses recursos, além da compra dos equipamentos, serão substituídas pontes de madeira por pontes com estrutura de vigas metálicas, por aduelas de concreto ou por bueiros metálicos nas estradas municipais e rodovias estaduais. O programa prevê ainda a construção de 65 pontes de concreto de médio e grande portes em todas as regiões de Mato Grosso.

Das 175 máquinas e equipamentos adquiridos, 100 são motoniveladoras, 30 pás-carregadeiras, 30 escavadeiras hidráulicas e 15 pranchas. Desse montante, já foram entregues duas motoniveladoras, 17 pás-carregadeiras e 16 escavadeiras hidráulicas, totalizando 35 equipamentos. A previsão é de que outros equipamentos cheguem a Cuiabá ainda nesta semana, pois eles já foram despachados pela fábrica em Minas Gerais.

“Até o final da semana deveremos receber 18 motoniveladoras de um total de 100 maquinários que chegarão nesta primeira remessa. Hoje Mato Grosso tem uma quantidade muito grande de rodovias não-pavimentadas e, para diminuirmos um pouco das dificuldades que essas rodovias representam, esses maquinários serão repassados“, explicou a engenheira Patrícia Lima, responsável pelo recebimento dos equipamentos.

Leia mais:  Terça-feira (11): Mato Grosso registra 376.305 casos e 10.249 óbitos por Covid-19

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, uma vez adquiridos os equipamentos serão repassados para consórcios intermunicipais e associações, mediante formalização de convênio junto à Sinfra.  Eles serão destinados à manutenção de rodovias estaduais não-pavimentadas.

“Essa aquisição atende a uma determinação expressa do governador Mauro Mendes, de investir em infraestrutura rodoviária e logística. Queremos, com esses novos equipamentos, proporcionar uma melhoria na malha rodoviária não-pavimentada, assegurando a trafegabilidade e diminuindo os problemas de ir e vir por essas rodovias”, disse.

Os consórcios intermunicipais e associações que desejarem formalizar convênios junto à Sinfra para recebimento desses equipamentos devem estar devidamente regularizados, para que possam pleitear a liberação dessas máquinas. Os interessados devem apresentar um pedido junto à Sinfra, detalhando a situação atual do consórcio/associação, a situação de habilitação no Sistema de Gestão de Convênios de Mato Grosso, bem como um plano de trabalho detalhando a quantidade de rodovias, os trechos e extensões nos quais o ente faz a conservação .

Também devem informar a quantidade e descrição das máquinas atualmente existentes, a equipe que opera as máquinas e ainda fazer uma explanação sobre como o consórcio/associação atua junto aos municípios atendidos. A previsão é de que o repasse dos maquinários do Estado aos interessados ocorra no segundo semestre deste ano. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Projeto de conectividade com tecnologia 5G em área rural é iniciado em Mato Grosso

Publicado


O projeto de conectividade com tecnologia 5G chamado 5GSA foi iniciado nesta terça-feira (11.05), em uma fazenda do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMA), em Rondonópolis (a 250km de Cuiabá), em apresentação feita pela TIM e pela Nokia. O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, participou do evento representando o governador do Estado, Mauro Mendes.

“Trazer tecnologia para o campo é sinal de melhoria social, ambiental, econômica, na produtividade do agronegócio mato-grossense. O estado é referência mundial na agropecuária e, com este investimento, terá ainda mais destaque”, disse Miranda. 

O evento contou com a presença do ministro das Comunicações, Fábio Faria, e a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina. A ministra destacou que o Governo Federal trabalha para que a tecnologia 5G chegue a todos os brasileiros.

“Esse leilão [de frequências de operação da nova geração de internet móvel] vai bombar para que essa tecnologia seja democratizada, chegue a todos. É o início de uma estrada do que virá para o agronegócio brasileiro”, disse.

Instalada pela fabricante Nokia, a antena permite o sinal de internet em alta velocidade a partir de uma transmissão gerada pela própria estrutura, é a chamada 5G “pura” ou standalone.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, disse que assim como a 4G revolucionou a vida das pessoas, a 5G vai revolucionar as indústrias. “Para o agronegócio, que é quem está fazendo nosso Brasil crescer, mesmo nessa crise, junto às telecomunicações, será um avanço gigantesco. O 5G vai fazer nosso agro crescer 20%, em média, e esse leilão está muito próximo de acontecer”, ressaltou.

Segundo o ministro das Comunicações, até o fim deste ano serão 20 pilotos de 5G em todo o país. Para a implementação, será realizado leilão das frequências de operação da nova geração de internet móvel.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre ordens judiciais em investigação contra vereador de Lambari d’Oeste

Também estavam presentes o senador Wellington Fagundes, o presidente da Famato, Normando Corral, o superintendente do Imea, Daniel Latorraca, o diretor executivo do AgriHub, Otávio Celidonio, o presidente da Fiemt, Gustavo de Oliveira e a senadora Margareth Buzzetti. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana