conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil desarticula organização criminosa que utilizava transportadoras para enviar drogas de Barra do Garças para Confresa

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma operação com objetivo de desarticular um grupo criminoso integrado por jovens de classe média envolvidos com a logística de entorpecentes dentro do estado de Mato Grosso foi deflagrada pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (11.05), pela Delegacia de Confresa com apoio operacional da 2ª Delegacia de Barra do Garças.

Na operação Cargo foram cumpridos oito ordens judiciais, sendo cinco mandados de busca e apreensão domiciliar e três de prisão preventiva, deferidos pela 3ª Vara Criminal de Porto Alegre do Norte. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Confresa e Barra do Garças, resultando no cumprimento da prisão dos três suspeitos e na apreensão de um simulacro de arma de fogo, porções de entorpecentes e de uma planta de maconha. 

As investigações apontam que os integrantes do grupo criminoso atuavam desde 2020,  utilizando de transportadora de cargas e empresas de ônibus para disfarçadamente enviar entorpecente da cidade de Barra do Garças até Confresa onde a droga era distribuída.

Em Barra do Garças parte da associação era responsável por disfarçar a droga em embalagens que não chamassem a atenção, colocando-as por exemplo em latas de tinta. Os criminosos tinham o cuidado de utilizar CPFs de vários colaboradores diferentes para não levantar suspeitas.

Em Confresa, o restante do grupo, que trabalhava em transportadoras, recebia o material e fazia toda distribuição auferindo o lucro da atividade criminosa. Segundo o delegado responsável pelas investigações, Matheus Soares Augusto, os envolvidos são todos jovens de classe média das suas cidades e que estavam atuando com a atividade ilícita.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Criminoso envolvido em roubo de posto de combustível tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Várzea Grande
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil recupera dois veículos produtos de crimes na região de fronteira

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT                   

Dois veículos de proveniências ilícitas foram apreendidos e três jovens presos pela Polícia Civil, na sexta-feira (11.06),  na zona rural do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Cuiabá). O Toyota Etios e o Jeep Renegade recuperados pertencem a duas empresas locadoras de veículos que funcionam na cidade de Belo Horizonte (MG). 

Os suspeitos de 21, 20 e 20 anos, foram autuados em flagrante pelo crime de receptação. Dois deles, que conduziam os veículos, também responderão por dirigir veículo sem possuir CNH ou permissão para dirigir. 

Durante diligências de combate a criminalidade na região de fronteira deflagradas pela Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Grupo Especial de Fronteira (Gefron), uma equipe de investigadores recebeu denúncia sobre a existência de veículos de origem ilícita adentrando na área rural do município e que seguiam para a Bolívia. 

De posse das informações, os policiais civis passaram a apurar os fatos e a percorrer a região pelas estradas conhecidas como “cabriteiras”. Após chegaram na porteira de uma propriedade rural, foram avistados os dois veículos com as mesmas características mencionadas na denúncia e que vinham na direção da viatura.

Assim que se aproximaram, o Jeep Renegade com dois ocupantes acelerou bruscamente, momento em que foi dado ordem de parada. Ato contínuo foi realizada a abordagem dos veículos, sendo que ambos condutores não possuíam carteira nacional de habilitação (CNH). Durante as checagens foi constatado que o carro Toyota Etios era produto de furto qualificado e o Jeep Renegade produto de apropriação indébita.

Perguntados sobre os fatos, os homens que dirigiam contaram que haviam pego os veículos em Pontes e Lacerda, bem como receberiam a quantia de R4 1,5 mil para levarem até a Bolívia. Já o rapaz que estava como passageiro contou que estava na função de abrir as porteiras e para isso ganharia o valor de R$ 500. 

Leia mais:  Onze foragidos da Justiça por crimes sexuais contra crianças e adolescentes são presos pela Polícia Civil

Diante do flagrante os três envolvidos foram conduzidos até a Delegacia de Vila Bela da Santíssima Trindade, junto com os veículos apreendidos, onde foram interrogados e autuados em flagrante delito. Após a confecção dos autos, o trio foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Duas mulheres envolvidas em crimes de estelionato e tráfico de drogas são presas pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Mais duas mulheres envolvidas em ações criminosas na cidade de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) foram presas pela Polícia Civil, na tarde de sexta-feira (11.06), durante diligências da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município. 

A primeira prisão ocorreu após investigação visando a repressão aos delitos patrimoniais. A suspeita de 29 anos foi autuada em flagrante pelo crime de estelionato, depois de participar de um golpe causando prejuízo financeiro de R$ 117 mil à vítima.

Conforme apurado a vítima reside na cidade de Aparecida de Goiás (GO) e negociou a venda de seu veículo Honda Civic pelo valor de R$ 117 mil. Sendo parte do valor acordado, de R$ 58,5 mil, depositado na conta da suspeita que reside em Rondonópolis. 

Ao ser identificada e abordada pelos policiais civis, a jovem confessou que havia emprestado a sua conta bancária para recebimento das vantagens decorrentes do golpe patrimonial. Diante dos fatos ela foi conduzida para Derf, interrogada e autuada em flagrante por estelionato e associação criminosa.

TRÁFICO DE DROGAS

Dando sequência às diligências de combate aos crimes em Rondonópolis, os policiais civis da Derf realizaram a prisão de uma mulher que foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. 

Durante investigação foi descoberto que a suspeita vinha comercializando entorpecentes na região do bairro Jardim das Flores. De posse das informações, ela passou a ser monitorada, quando na tarde de sexta-feira (11) a equipe realizou a abordagem da investigada. 

Com ela foram apreendidas várias porções de entorpecentes e uma sanduicheira que era utilizada para ocultar as substâncias ilícitas. Questionada, ela confessou a prática criminosa, bem como possuía diversas passagens pela polícia.

Leia mais:  Duas mulheres envolvidas em crimes de estelionato e tráfico de drogas são presas pela Polícia Civil

Em seguida a mulher foi conduzida para Derf, interrogada e autuada por tráfico de drogas, sendo posteriormente colocada à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana