conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

“É quase impossível o presidente ser inocentado na CPI”, diz advogado Kakay

Publicado


source
O advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay
Arquivo pessoal

O advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay

O advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, afirma que existem muitas provas para a  Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid analisar e concluir que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é responsável pela morte de milhares de brasileiros na crise sanitária instalada durante a pandemia da Covid-19. “Eu não tenho nenhuma dúvida que nessa CPI, que o Brasil inteiro está mobilizado, nós teremos, fatalmente, um resultado para demonstrar a responsabilidade do Presidente, do ministro da Saúde e de outros agentes públicos ligados ao Presidente. É quase impossível a defesa do Presidente da República conseguir mostrar que não houve intenção dele em desprezar a crise sanitária e em politizá-la”, afirma Kakay. Para o advogado, as provas e documentos a serem analisados pela CPI vão indicar não apenas a irresponsabilidade de Bolsonaro diante da crise sanitária, mas, principalmente, um ato doloso, que deve ser respondido criminalmente. “Em junho de 2020, quando [ele] tomava aquelas atitudes políticas de dizer que não existia o vírus, que não existia doença, que não precisava usar máscara, ser contra o lockdown, que podia aglomerar, já era uma irresponsabilidade, mesmo sem que tivéssemos noção do tamanho da crise. Agora, com a comprovação de que ele [Bolsonaro] deixou de comprar vacinas, aí já é um ato doloso, que faz com que ele tenha que ser responsabilizado criminalmente por isso”, diz o advogado. “Não vão ser apenas depoimentos e testemunhas. Há prova documental da negativa dele de comprar [vacinas] – aquele momento em que o Ministro da Saúde determinou a compra e que ele desautorizou por questão política. O ministro da saúde também terá que ser responsabilizado, porque o ministro da saúde é quem executa as ordens nessa área”, completa Kakay. “A comprovação da responsabilidade do presidente é acachapante. Tecnicamente, é absolutamente claro”.

Para Kakay, o presidente deverá ser imputado da culpa pelas mortes de, pelo menos, 150 mi brasileiros. “A responsabilidade é dele, e não apenas pela crise em si, nós vamos ter que responsabilizar pelas mortes mesmo. Todas as pessoas com mais de 50 anos que deixaram de tomar vacina e que já poderiam ter tomado, no mínimo a partir de dezembro, podem imputar a ele [Bolsonaro] a responsabilidade. As provas são abundantes”, finaliza.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

China evita falar em prazos para a entrega de insumos e imunizantes ao Brasil

Publicado


source
Servidor da Fiocruz prepara vacina de Oxford/AstraZeneca
Tomaz Silva/Agência Brasil

Servidor da Fiocruz prepara vacina de Oxford/AstraZeneca

Principal fornecedor mundial do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para a produção de vacinas contra a Covid-19, a China evita falar em prazos para a entrega de insumos e imunizantes ao Brasil , devido à forte demanda internacional por esses produtos. O país também alega que é preciso dar um ritmo mais rápido à vacinação da população do país asiático.

Essa foi a mensagem que o embaixador chinês em Brasília, Yang Wanming, passou ao governo brasileiro. O embaixador se reuniu com os ministros da Economia ( Paulo Guedes ), das Relações Exteriores ( Carlos França ) e da Saúde ( Marcelo Queiroga ), além de representantes do Butatan e da Fiocruz.

A conversa, virtual , ocorreu nesta sexta-feira, dois dias depois de o presidente Jair Bolsonaro cometer mais uma gafe envolvendo a China. Sem citar o nome do país, Bolsonaro disse que o coronavírus havia sido criado em laboratório , como parte de uma guerra química, irritando Pequim.

Segundo fontes que acompanharam a reunião, Yang Wanming reiterou que Pequim tem o Brasil como destino preferencial e que trabalha para acelerar os envios. Mas evitou falar em prazos. Os ministros agradeceram a ajuda da China no combate à pandemia de Covid-19. O Itamaraty vem tentando, insistentemente, conseguir a liberação das exportações chinesas. O Brasil espera o fornecimento de IFAs para fabricar 60 milhões de doses da vacina Oxford-AstraZeneca , além de outras 30 milhões de doses do imunizante da Sinopharm. A expectativa é que os produtos sejam entregues ainda neste semestre.

Leia mais:  China evita falar em prazos para a entrega de insumos e imunizantes ao Brasil

Você viu?

Perguntado sobre o tema, o secretário-executivo do Ministério da Saúde , Rodrigo Cruz, disse que o governo brasileiro vem conversando com autoridades chinesas para tentar acelerar a entrega dos produtos. Ele não participou da reunião com o embaixador, mas ressaltou que o assunto é tido como prioritário no governo.

— Não tive a oportunidade de participar da reunião, mas é importante mencionar que ela não é uma iniciativa isolada. A gente está sempre conversando, quer seja com a embaixada brasileira em Pequim , quer seja com o embaixador chinês aqui no Brasil, sempre com o objetivo de garantir que esse IFA chegue ao país. Não temos a confirmação ainda dessas doses (do insumo) — afirmou Cruz.

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Rodrigo Maia vai para o PSD de Kassab e Eduardo Paes, diz jornalista

Publicado


source
Deputado Rodrigo Maia
Reprodução

Deputado Rodrigo Maia

deputado federal e ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) teria batido o martelo e selado sua ida para o PSD. As informações são do jornalista Ricardo Noblat.

O negocia sua saída do DEM desde a derrota de seu candidato à presidência da Câmara, Baleia Rossi. Maia acusou o partido de traição devido à quantidade de votos recebidos pelo rival Arthur Lira (PP-AL), que acabou eleito.

Assim, Maia se juntaria à Kassab e Eduardo Paes, que selou sua ida ao partido na quarta-feira. Ainda segundo Noblat, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, pode ser o próximo a abandonar o partido de ACM Neto para desembarcar no PSD. Ele seria o escolhido para disputar a presidência pelo partido, funcionando como uma alternativa a Lula e Bolsonaro.

Comentários Facebook
Leia mais:  Bolsonaro diz preferir 'morrer lutando do que perecer em casa'
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana