conecte-se conosco


POLICIAL

Cidade da Polícia Civil em Sinop proporciona qualidade na estrutura de trabalho a servidores e atendimento à população

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

O novo complexo que abriga as Delegacias da Polícia Civil em Sinop foi inaugurado nesta quarta-feira (05.05) pelo governador Mauro Mendes, diretoria da instituição e autoridades do Estado e do município.A nova estrutura, que abriga em um mesmo prédio todas as u nidades da Polícia Civil da maior cidade do norte de Mato Grosso, é um marco para a estrutura da instituição no interior do estado.

Foram instaladas na Cidade da Polícia Civil a Delegacia Regional; 1ª Delegacia de Polícia; Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso; a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos e a Central de Flagrantes.

O governador Mauro Mendes pontuou a organização das finanças estaduais, o que possibilitou com que o Estado pudesse incrementar os investimentos na segurança pública, dentro do programa Mais MT. Desta forma, o Governo pode ampliar o número de viaturas, adquirir armamento para as forças e investir nas estruturas das unidades policiais. “Não tem mágica, tem trabalho sério. Tem um Estado que paga seus fornecedores em dia. O fornecedor sabe que entrará em uma licitação do Estado e receberá em dia. Tudo isso é trabalho sério e todo esse trabalho significa economia aos cofres públicos. Ganha o servidor, ganha o cidadão, ganha o Estado”, pontuou o governador. 

Mendes também falou da aquisição para este ano mais três mil pistolas. “Queremos 100% de todo efetivo da Polícia Civil e da Militar equipada com esse armamento. Sabemos que nossos policiais têm uma rotina estressante, cansativa, e merecem trabalhar com o que tem de melhor, pois são profissionais de qualidade e todos vão continuar prestando o melhor serviço de qualidade ao estado de Mato Grosso”, destacou Mendes.

Com quase 4 mil metros quadrados, sendo mais de 2,2 mil de área construída, as delegacias de Sinop têm um espaço amplo e confortável para o trabalho das equipes e atendimento à população. A estrutura conta com 67 salas, 33 banheiros, estacionamento coberto para 16 veículos e aberto para aproximadamente 35 carros, área verde com 700 metros quadrados, além de uma sala destinada à Polícia Militar.

Leia mais:  Foragido da Justiça é preso em ação integrada em Araguaiana

“Para trabalhar e atender, para servir bem, temos que estar bem. Agradeço a confiança da instituição e das equipes que estão conosco que nos permitirão chegar a este sonho de uma sede nova para as delegacias. O cidadão que procurar a Polícia Civil de Sinop será bem atendido em um ambiente digno, assim como o servidor que tem um ambiente salubre para exercer suas atividades. A Polícia Civil é a garantidora dos direitos fundamentais do cidadão e estamos aqui para dar a mão a quem vem nos procurar”, resumiu emocionado o delegado regional de Sinop, Carlos Eduardo Muniz.

Maior cidade do norte de Mato Grosso, Sinop prosperou desde sua fundação baseada no agronegócio e viveu um intenso fluxo migratório, especialmente nos últimos 20 anos, o que demanda das instituições de segurança pública melhor estrutura para fazer frente no combate à criminalidade.

“As estruturas das delegacias da Polícia Civil sempre me desagradaram e realizamos esforços conjuntos para mudar esse cenário. Em 2019 iniciamos tratativas firmes de mudanças aqui para Sinop e após a dedicação de diversas pessoas, estamos aqui hoje concretizando este sonho. Agradeço especialmente às pessoas que se envolveram diretamente nessa mudança, em especial ao delegado Douglas Turíbio, idealizador dessa mudança que muita gente desacreditava. Assim como o atual delegado regional que deu sequência a esse projeto e com sua equipe nos permitiu estarmos aqui nesta data. As portas da polícia Civil estão abertas a quem necessitar de atendimento digno e de qualidade”, afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval.

A aquisição dos equipamentos de tecnologia de informática e mobiliário foi custeada por meio de emenda parlamentar, no valor de R$ 500 mil, destinada pelo deputado estadual Dilmar Dal Bosco.

Leia mais:  Polícia Civil identifica suspeito e recupera motocicleta furtada em Pontes e Lacerda

“Temos orgulho da nossa segurança púbica, da Polícia Civil. A prefeitura abriu as portas para parcerias, assim como o parlamentar Juarez Costa, que com seu trabalho batalharam para que a sociedade seja beneficiada com a estrutura destinada para as delegacias de Sinop e seus servidores atuarem. Um ambiente melhor permite à população ser bem atendida”, pontuou o deputado Dal Bosco, que agradeceu todas as parcerias que auxiliaram a área da Segurança Pública.

O projeto de adequação do prédio, locado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública, foi desenvolvido pela Gerência de Acompanhamento de Projetos, Convênios e Obras, da Diretoria de Execução Estratégica (DEE) da Polícia Civil.

Para abrigar as delegacias no prédio foram realizadas a reforma e adequações na estrutura. O contrato também englobou a climatização de todas as salas, divisórias, construções de celas, pintura e layout com a identidade visual conforme a padronização nacional da Polícia Civil. As obras iniciaram em setembro de 2020, com um valor estimado em R$ 1,5 milhão, que incluiu ainda a construção da Central de Flagrantes.

O secretário de Segurança Pública lembrou os esforços da secretaria para organizar os pagamentos aos fornecedores da área e dos investimentos que estão sendo realizados recentemente. “A partir de agora a sociedade vai colher cada vez mais um serviço público de qualidade. Mais uma vez o tempo e a sociedade são testemunhas de que a competência e a seriedade na gestão quando andam juntas, são capazes de transformar uma sociedade e nos permitem trazer aos nossos policiais mais armamento, tecnologia embarcada, mais mobiliários e equipamentos. Isso é reflexo de uma parceria do Estado com a sociedade civil organizada e prefeituras, que se traduz na qualidade da investigação e do trabalho de nossos profissionais”, destacou Alexandre Bustamante. 

Leia mais:  Polícia Civil prende jovem atuante no tráfico de drogas e homem foragido da Justiça do Estado de SP

Ele enfatizou ainda que neste ano, a Secretaria entregará a cada policial do Estado uma pistola da marca Glock, além de coletes balísticos. “Temos armamento de qualidade para que nossos profissionais possam trabalhar. E crescemos também na aplicação da tecnologia, a exemplo do inquérito eletrônico criado pela Polícia Civil que chegou para ficar, 100% digital e colocando Mato Grosso na vanguarda no País, eliminando o papel nos procedimentos policiais e proporcionando mais economia e segurança na tramitação das peças investigativas”, apontou o secretário de Segurança Pública.

Homenagens

A Delegacia Regional de Sinop fez uma homenagem às autoridades e sociedade civil que colaboraram para que a nova estrutura da Polícia Civil no município se concretizasse: membros do Governo do estado; Conselho Comunitário de Segurança, empresas Inpasa, Sinop Energia, Poder Judiciário, Promotoria de Justiça, Prefeitura de Sinop e o escrivão Gilberto Leal Silva, servidor com mais tempo de carreira na Polícia Civil em Sinop.

Participaram da inauguração da Cidade da Polícia a diretoria da instituição: Daniela Maidel (Execução Estratpegica); Ana Paula Faria (Academia de Polícia); Juliano Carvalho (Inteligência); Walfrido Nascimento (Interior), Fernando Pigozzi (Atividades Especiais); delegados regionais de Juína, de Alta Floresta, Confresa, Rondonópolis, Barra do Garças, Cáceres, Nova Mutum e Guarantã do Norte e equipe da Gerência de Operações Especiais.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Duas mulheres envolvidas em crimes de estelionato e tráfico de drogas são presas pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Mais duas mulheres envolvidas em ações criminosas na cidade de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá) foram presas pela Polícia Civil, na tarde de sexta-feira (11.06), durante diligências da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município. 

A primeira prisão ocorreu após investigação visando a repressão aos delitos patrimoniais. A suspeita de 29 anos foi autuada em flagrante pelo crime de estelionato, depois de participar de um golpe causando prejuízo financeiro de R$ 117 mil à vítima.

Conforme apurado a vítima reside na cidade de Aparecida de Goiás (GO) e negociou a venda de seu veículo Honda Civic pelo valor de R$ 117 mil. Sendo parte do valor acordado, de R$ 58,5 mil, depositado na conta da suspeita que reside em Rondonópolis. 

Ao ser identificada e abordada pelos policiais civis, a jovem confessou que havia emprestado a sua conta bancária para recebimento das vantagens decorrentes do golpe patrimonial. Diante dos fatos ela foi conduzida para Derf, interrogada e autuada em flagrante por estelionato e associação criminosa.

TRÁFICO DE DROGAS

Dando sequência às diligências de combate aos crimes em Rondonópolis, os policiais civis da Derf realizaram a prisão de uma mulher que foi autuada em flagrante por tráfico de drogas. 

Durante investigação foi descoberto que a suspeita vinha comercializando entorpecentes na região do bairro Jardim das Flores. De posse das informações, ela passou a ser monitorada, quando na tarde de sexta-feira (11) a equipe realizou a abordagem da investigada. 

Com ela foram apreendidas várias porções de entorpecentes e uma sanduicheira que era utilizada para ocultar as substâncias ilícitas. Questionada, ela confessou a prática criminosa, bem como possuía diversas passagens pela polícia.

Leia mais:  Autor de furto tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Jauru

Em seguida a mulher foi conduzida para Derf, interrogada e autuada por tráfico de drogas, sendo posteriormente colocada à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil prende jovem atuante no tráfico de drogas e homem foragido da Justiça do Estado de SP

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois homens, sendo um acusado de comercializar entorpecentes e outro foragido da Justiça do Estado de São Paulo, foram presos pela Polícia Civil, no final da tarde de sexta-feira (11.06), em ações da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) realizadas em Cuiabá e Várzea Grande.

No primeiro trabalho operacional foram apreendidas várias porções de droga, mais de R$ 1,1 mil em dinheiro proveniente da venda ilícita, balança de precisão, entre outros materiais usados para o tráfico. Na ocasião, um jovem de 23 anos foi preso e autuado em flagrante delito.

Durante investigação de combate a venda de drogas, os policiais civis identificaram uma residência no bairro Jardim Renascer, na Capital, onde o morador vinha atuando no tráfico. Com base nos indícios, o local passou a ser monitorado, quando no final da tarde de sexta-feira (11) foi avistado o momento em que um indivíduo chega na casa e é recebido pelo investigado. Logo este recebe algo e sai pilotando uma motocicleta.

Ato contínuo o mesmo foi abordado pela equipe e constatado se tratar de um usuário de entorpecente, e na busca pessoal foi localizada uma porção de cocaína. Ao ser perguntado, o rapaz informou que havia comprado do suspeito investigado pelo valor de R$ 40. 

Em seguida os investigadores realizaram a abordagem do morador da casa alvo, que ao perceber a presença dos policiais civis correu para um dos cômodos existentes no fundo do terreno, onde tentou se desfazer de algumas porções de cocaína prontas para a venda. Na residência também foram apreendidas balança de precisão, outras porções de maconha e a quantia em dinheiro de mais de R$ 1,1 mil.

Leia mais:  Duas mulheres envolvidas em crimes de estelionato e tráfico de drogas são presas pela Polícia Civil

Diante do flagrante o jovem foi conduzido para DRE junto com todo material apreendido, interrogado e autuado pelo crime de tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça. 

FORAGIDO DA JUSTIÇA

Na segunda ação os policiais civis efetuaram a prisão de um homem de 41 anos, procurado pela Justiça do Estado de São Paulo por condenação há 18 anos. Ele estava com mandado de prisão em aberto decretado pelo juízo da Comarca de Santos (Unidade Regional de  Departamento Estadual de Execução Criminal).

De posse da ordem judicial de prisão, os policiais civis da DRE passaram a monitorar a região da casa onde o suspeito estava residindo no bairro Imperador, em Várzea Grande, quando no início da noite de sexta-feira (11) avistaram o momento em que ele chegou no imóvel.

Ao ser abordado, o suspeito assumiu que estava foragido do Estado de São Paulo desde o mês de janeiro. Em seguida ele foi encaminhado até a DRE para as providências cabíveis em cumprimento ao mandado de prisão e posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana