conecte-se conosco


CUIABÁ

Secretaria Municipal de Saúde divulga o 14º Informe Epidemiológico de 2021 sobre a Covid-19

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Em 24 de abril de 2021, o Brasil acumulava 14.308.215 casos e 389.492 mortes por Covid-19. Nas últimas semanas houve a estabilização do número de casos e óbitos por Covid-19 no país, o que caracteriza a formação de um novo patamar de transmissão, com a sustentação de valores altos de incidência e mortalidade. Com cerca de 350 mil casos confirmados e 9.308 mil óbitos registrados até 24 de abril, Mato Grosso encontra-se em estabilidade nas taxas incidência e da mortalidade, contudo está entre as Unidades da Federação (UF) com maiores taxas de incidência e em situação ainda considerada crítica.

A situação dos leitos de UTI Covid-19 para adultos no SUS ainda é muito preocupante no país. Mato Grosso, em 19 de abril, configurava entre as UF com maiores taxas de ocupação (98%) e Cuiabá entre as capitais com taxas superiores a 95%.

Diante do quadro epidemiológico e da sobrecarga da rede de assistência na capital apresentados neste e nos últimos informes publicados esse ano é essencial ampliar e fortalecer as medidas de distanciamento físico e social, uso de máscaras e higienização das mãos, difundidas desde o início da pandemia como medidas preventivas eficazes contra a Covid-19. Medidas mais rígidas de restrição da circulação e das atividades não essenciais bem como a testagem oportuna de casos suspeitos e seus contatos continuam sendo fundamentais. Para além dessas medidas e igualmente imprescindível é a urgente aceleração da vacinação na capital.

Desde o registro dos primeiros casos em Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde, com apoio de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso, publica semanalmente o Informe Epidemiológico sobre a Covid-19, com o objetivo de monitorar o padrão de morbidade e mortalidade e descrever as características clínicas e epidemiológicas dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG – pelo SARS-Cov-2 em residentes no município de Cuiabá. Dando continuidade à divulgação de informações sobre a Covid-19 em Cuiabá, esse é o 52º informe produzido, no qual apresentamos as informações desde a data da notificação do primeiro caso em Cuiabá até a 16ª Semana Epidemiológica (SE), compreendendo o período de 14 de março de 2020 a 24 de abril de 2021. Neste informe, destaque especial será dado à mortalidade por Covid-19 em residentes em Cuiabá.                                                                                                                                                                                              Destaques do período de 14 de março de 2020 a 24 de abril de 2021

Leia mais:  Primeira-dama participa de mais uma rodada de entrega da campanha Vacina Solidária

– Foram registrados 74.775 casos de COVID-19 de residentes em Cuiabá, 94,1% recuperados; 7.313 internações e 2.553 óbitos. Nas duas últimas semanas (SE 15 e SE 16) foram notificados 1.426 casos e 219 óbitos.

– A média de casos semanais no mês de abril (1.147 casos/semana) foi menor quando comparada aos demais meses de 2021, mas ainda em patamares elevados.

– A taxa de incidência é mais elevada entre 40 e 49 anos, contudo as taxas em crianças, adolescentes e jovens de 20 a 29 anos foram as que mais cresceram desde a 02 de janeiro de 2021 – 81,4; 96,8% e 70,9% respectivamente, evidenciando aumento superior do risco de infecção nesses grupos etários quando comparado com os demais.

– Entre os pacientes residentes em Cuiabá internados por Covid-19 e vieram a óbito, 91,7% ocuparam leitos de UTI e 63,6% estiveram em leitos de UTI desde o momento da internação.

– Aproximadamente 41,6% dos idosos, 17,1% dos adultos, e 9,7% das crianças e adolescentes internados por Covid-19 foram a óbito.

– A média de idade dos pacientes internados em 2020 era de 56,2 anos de idade (mediana de 57) e em 2021 essa média foi de 54,7 anos (mediana de 55 anos). Entre aqueles que foram a óbito a mediana de idade em 2020 foi de 67 anos e em 2021 de 64 anos, indicando o rejuvenescimento da epidemia na capital.

– A partir de dezembro de 2020 se tem registrado o aumento de mortes, e esse padrão tem persistido nos quatro primeiros meses de 2021 (SE 01 a 16 – 03 de janeiro a 24 de abril de 2021), em que o número de óbitos representou mais da metade (53,4%; 1.364) dos óbitos por Covid-19 em residentes em Cuiabá desde o início da pandemia em março de 2020.

Leia mais:  Pessoas que vivem com HIV devem informar unidades às quais estão vinculados para ser vacinados contra a covid-19 em polo específico

– O número de óbitos semanais no período de 14 de março a 17 de abril de 2021 (SE 11 a 15) apresentou quantitativo maior ao observado no pico de mortes do ano de 2020 (SE 27 a 29 – 28 de junho a 18 de julho de 2020). A média semanal no momento de pico da mortalidade em 2020 era de 99,3 óbitos por semana enquanto no período de 14 de março a 17 de abril de 2021 foi de 144,4 óbitos por semana.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Pra Frente Cuiabá: Pinheiro lança programa com primeira ação de serviços itinerantes do Sine Municipal

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

O prefeito Emanuel Pinheiro lançou na tarde desta sexta-feira (7) o programa Pra Frente Cuiabá, executado pela Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico que pretende transformar o desenvolvimento econômico da capital por meio do investimento em geração de emprego, apoio a agricultura familiar, ao micro e pequeno empreendedor e também qualificação profissional e a aulas de reforço para quem pretende prestar o vestibular do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A primeira ação executada é o Sine da Gente, uma van que levará os serviços de captação e oferta de vagas aos bairros de Cuiabá, levando os serviços da Prefeitura aos que mais necessitam.

“Esse é mais um passo no cumprindo de uma promessa de campanha. A minha gestão não para. Temos que projetar no período pandêmico a Cuiabá para o pós pandemia. E hoje lançamos o Pra Frente Cuiabá e sua primeira ação, o Sine da Gente. Com ele, vamos desenvolver o eixo comercial de onde a pessoa mora, melhorando a oferta e demanda de empregos. Estamos criando uma ponte entre o comerciante e o morador local, para minimizar o tempo de deslocamento também dos trabalhadores”, explicou o prefeito de Cuiabá.

No Pra Frente Cuiabá, a proposta é organizar a cidade em polos e promover o desenvolvimento de forma linear e integrada, estimulando as capacidades de cada setor, se articulando também com a iniciativa privada e terceiro setor. O programa abarca cinco principais ações, que serão anunciadas respectivamente: Sine da Gente, Enem Digital 5.0, Qualifica Cuiabá, Agro da Gente e Cuiabanco.

O CRAS Getúlio Vargas, no bairro Novo Horizonte por exemplo, recebeu a van do Sine da Gente em dia de teste e o sucesso foi comprovado com os vários encaminhamentos para entrevistas de emprego, em poucas horas de atendimento. Muitos ali buscavam a primeira oportunidade de colocação no mercado de trabalho, foi o caso de Kauane Cardoso de Matos, jovem de 18 anos que saiu com um agendamento de entrevista para uma vaga de empacotadora.

Leia mais:  Confira como será a vacinação contra a Covid 19 neste sábado (08) nos cinco polos de vacinação

“Consegui um encaminhamento para entrevista nesta tarde já. Não demorou nem 10 minutos o atendimento e para encontrar uma vaga. Fui bem tratada e agora é ir atrás do dinheiro para ajudar minha família”, disse Kauane.

Coordenados pelo diretor Rafael Miranda, os servidores a bordo do Sine da Gente vão levar até os bairros da capital os serviços de balcão de empregos, cadastro e formalização de Microempreendedores (MEI), captação de vagas no comércio local, orientação para utilização dos aplicativos e plataformas de oferta de emprego, de solicitação de carteira de trabalho que agora é digital e solicitação de seguro desemprego.

“A primeira ação do Pra Frente Cuiabá é o Sine da Gente, que já é comprovadamente um sucesso. Estivemos com a van de serviços em um dia de teste no CRAS Getúlio Vargas e nas primeiras horas de atendimento já tivemos várias pessoas encaminhadas para entrevistas, muitas delas para o primeiro emprego. Nós vamos melhorar o que já é bom. Mesmo na pandemia, com atendimento em home office o Sine dobrou seu número de atendimento e fechamos parcerias que ampliaram a oferta de vagas. Agora, vamos levar os serviços até aqueles que muitas vezes, não conseguem se deslocar até uma agência. É a Prefeitura de Cuiabá, por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro e sua gestão humanizada chegando a todos os cuiabanos, principalmente aqueles que mais precisam”, disse o secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

Estiveram presentes no evento o secretário de Governo, Luis Claudio de Castro Sodré, o secretário-adjunto de Trabalho e Desenvolvimento Econômico Ivo Olavarria, o secretário-adjunto de Agricultura, Gustavo Padilha, os vereadores Mario Nadaf e Eduardo Magalhães e o superintendente regional do Trabalho, Eduardo de Souza Maria. 

Leia mais:  Pra Frente Cuiabá: Pinheiro lança programa com primeira ação de serviços itinerantes do Sine Municipal

Confira um pouco mais das cinco ações do programa Pra Frente Cuiabá:

– Sine da Gente: Implantação de uma unidade móvel que atuará nos bairros para atender a oferta e demanda de emprego por região.

– Enem Digital 5.0: Ensino no modelo híbrido; Suporte técnico e personalizado; 2.000 alunos.

– Qualifica Cuiabá: Programa da Secretaria de Assistência Social, em parceria com SESI, SENAI, SEBRAE e FECOMÉRCIO; Desenvolver as habilidades dos cidadãos para o fomento na geração de renda para família; Preparar a mão-de-obra para o mercado de trabalho.

– Agro da Gente: Fortalecimento do apoio à agricultura familiar; Qualificação técnica na produção do campo; Incentivo à atividade da agroindústria; Programa de incentivo para quatro cadeias produtivas: Peixe, FLV (fruta, legume e verdura), Frango e Leite.

– Cuiabanco: Linha de Crédito para o pequeno empreendedor com juros zero; PAA – Programa de aquisição de alimentos.

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Pessoas que vivem com HIV devem informar unidades às quais estão vinculadas para vacinação contra a covid-19 em polo específico

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

A vacinação contra a covid-19 das pessoas que vivem com vírus da imunodeficiência humana (HIV), que estão na faixa etária de 55 a 59 anos, será no SAE Grande Terceiro, durante o mês de maio. A vacinação em um local específico visa garantir o sigilo do diagnóstico desses pacientes, o que é assegurado por lei e também na nota técnica nº 282/2021 do Ministério da Saúde. 

“Existe toda uma mobilização nacional para que a vacinação seja feita nos SAEs justamente para não expor o usuário. Como ele já é vinculado no Serviço, onde faz o tratamento, ele vai ser vacinado no Serviço. E assim o Ministério da Saúde regulamentou para minimizar a quebra do sigilo do diagnóstico, que é um direito do paciente assegurado por lei”, explica Mariela Padilha, coordenadora do Programa IST/Aids da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). 

Para serem vacinadas no SAE Grande Terceiro, essas pessoas precisam seguir o seguinte passo-a-passo: 

1.Acesse o site cadastro.vacinacuiaba.com.br

2.Clique em “Aceitar e Continuar” no quadro pré-cadastro

3.Selecione a opção “Pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos” e clique em próximo passo

4.Selecione a opção “Centro de Evento do Pantanal – Portaria” e clique em próximo passo

5.Preencha todos os dados do solicitante destacados como “obrigatório”. Na opção “Estabelecimento”, informe qual unidade está vinculado (SAE Grande Terceiro, SAE Regional Norte ou CERMAC) e na seção “Comorbidade Relacionada” selecione a opção “Imunossuprimidos”

6.Clique em “Enviar Cadastro”. 

Após o cadastramento, a pessoa deve aguardar a confirmação do agendamento, acompanhando diariamente no site da campanha “Vacina Cuiabá”, na aba “Consultar Cadastro”. Na data da vacinação, o paciente deverá estar munido dos seguintes documentos: 

– QR Code com as informações de data, horário e local de vacinação

Leia mais:  Prefeitura lança campanha "Cuiabá por Elas" voltada para meninas e mulheres em situação de vulnerabilidade social

– Documento oficial com foto

– Guia de encaminhamento para vacinação assinado por profissional de saúde, disponível no SICLOM, em caso de usuários vinculados na unidade do CERMAC.

Quem já realizou o cadastro e foi agendado para ser vacinado em outro polo de vacinação será atendido normalmente nesses locais. Mas caso a pessoa queira mudar o local de vacinação para o SAE Grande Terceiro, deve entrar em contato com a equipe da unidade, pessoalmente ou pelo telefone (65) 3634-0497. Importante destacar que, mesmo que a pessoa queira o sigilo de seu diagnóstico, também terá esse direito assegurado nos demais polos de vacinação. 

A vacina da covid-19 é contraindicada para pessoas com HIV que sejam menores de idade (lembrando que, no momento, estão sendo vacinadas aquelas com idade entre 55 e 59 anos); que estejam com sintomas relacionados à infecção oportunista ou com sintomas gripais. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana