conecte-se conosco


MATO GROSSO

“Queremos estar juntos para construir uma política ambiental baseada na sustentabilidade”, afirma Mauro Mendes

Publicado


O governador Mauro Mendes afirmou que todos os estados que compõem o Consórcio Interestadual da Amazônia Legal querem unir forças com os EUA para “construir uma política ambiental baseada na sustentabilidade”.

Mauro e os governadores Flávio Dino (Maranhão), Gladson Cameli (Acre), Helder Barbalho (Pará), Antônio Waldez (Amapá), Marcos Rocha (Rondônia), Wilson Lima (Amazonas), Antonio Denarium (Roraima) e Mauro Carlesse (Tocantins) enviaram uma carta ao presidente norte-americano Joe Biden, por meio do embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, nesta terça-feira (20.04).

Na carta, os gestores destacaram o compromisso com os princípios estabelecidos no Acordo de Paris e com os objetivos do desenvolvimento sustentável, bem como o esforço para combater o desmatamento ilegal e para promover uma economia com baixa emissão de carbono e preservação dos biomas brasileiros, em especial a Amazônia.

“Vimos com bons olhos a nova política americana, que se reaproxima do meio ambiente. Os problemas do clima, problemas ligados ao aquecimento global e acordos outrora firmados voltam a ter importância porque tem a ver com o futuro do planeta e da humanidade”, citou.

O governador de Mato Grosso ressaltou que os estados que compõem a Amazônia Legal prestam um grande serviço para a preservação ambiental e os interesses da humanidade.

“Nós, estados que assinamos essa carta, queremos estar juntos com os EUA e juntos com qualquer país, qualquer nação, qualquer estado, qualquer cidadão, que possa nos ajudar em uma nova política ambiental, e reforçar os princípios de uma política ambiental que traga o real sentido de uma economia verde, e uma economia de baixo carbono. Queremos preservar não só pela importância que isso representa para a expansão dos negócios nos mercados internacionais, mas porque temos consciência ambiental”.

Leia mais:  Equipe técnica comprova economicidade e viabilidade da implantação do BRT em Cuiabá e Várzea Grande

Mauro lembrou que Mato Grosso tem investido cada vez mais em produzir alimentos de forma sustentável, sendo a região do planeta que mais produz alimentos com respeito ao meio ambiente. Exemplo disso é que enquanto em 1990 era necessário usar 2,2 milhões de hectares para produzir 4,2 toneladas de grãos, hoje o estado usa 16,8 milhões de hectares para produzir 72,8 milhões de toneladas. Muito mais produção por hectare, evitando o desmatamento.

“O Centro-Oeste tem muito desses ativos ambientais e produz muitos alimentos, assim como os EUA. O Brasil também é um grande produtor mundial e o Centro-Oeste principalmente. Queremos que nossas economias tenham cada vez mais os conceitos de estar produzindo com baixas emissões, e é nesse sentido que queremos cooperar com os EUA, em um relacionamento que respeite a nossa soberania, mas que acima de tudo possa cooperar dentro desses objetivos que trarão um planeta melhor e sustentável para a vida humana”, completou.

O embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, agradeceu o comprometimento dos governadores em colaborar com a agenda ambiental.

“Essa carta mostra que esses governadores são comprometidos a encontrar soluções e isso me alegra muito. Muito importante essa iniciativa, porque eu confio nas autoridades locais. Agradeço que vocês estejam trabalhando conosco e com outros países que tem o mesmo desejo. O Brasil pode ser não só uma superpotência ambiental, mas ‘a’ superpotência ambiental. Vou mandar essa carta ainda hoje ao presidente Joe Biden”, declarou.

Veja a íntegra da carta:

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Regional de Alta Floresta multa e embarga áreas de desmatamento ilegal, garimpos e posto de gasolina em Apiacás e região

Publicado


A Unidade Desconcentrada da Secretaria de Meio Ambiente de Alta Floresta realizou uma operação que resultou na autuação e embargo de áreas de desmatamento ilegal, garimpo e um posto de gasolina. A fiscalização começou na segunda-feira (03.05) e terminou nesta sexta (07.05) nos municípios de Apiacás, Paranaíta e Nova Canaã.

A autuação de desmate ilegal foi no valor de R$ 6,1 milhões e um total de 1,2 mil hectares de área embargada. A operação ocorreu em parceria com a Polícia Civil de Alta Floresta, Apiacás e Monte Verde e resultou na prisão de quatro pessoas.

A equipe formada por servidores da Sema e policiais civis também autuaram e embargaram três garimpos e um posto de gasolina que estavam atuando de forma ilegal, sem licença de operação, em Apiacás.

Dois dos garimpos foram multados em R$ 200 mil cada e o terceiro em R$ 500 mil, 9 motores a diesel foram apreendidos e 2 pessoas foram presas em flagrante durante a operação. A multa no posto de gasolina foi de R$150 mil.

O diretor da Regional de Alta Floresta, Vinicius Rezek, destacou que as ações da Regional estão voltadas para a tentativa de frear o desmatamento, realizando operações de fiscalização e de combate à crimes ambientais na região.

“As ações com apoio policial são muito importantes pois conseguimos atingir os objetivos de forma mais célere, identificando os infratores e levando em flagrante para a delegacia.  Estamos em constante monitoramento pela Plataforma Planet para coibir estes crimes ambientais”, afirmou Vinicius.  

Tolerância Zero

O combate ao desmatamento ilegal faz parte da política pública do Governo do Estado de Mato Grosso de tolerância zero para crimes ambientais.  A meta é que por meio da fiscalização em campo e da Plataforma de Monitoramento da Cobertura Vegetal que utiliza Imagens de Satélite Planet a pasta possa agir de forma preventiva, minimizando os danos e aumentando a celeridade na resposta.

Leia mais:  Ateliê Gestando Arte expõe criações inspiradas no gestar, parir e maternar

A fiscalização que resultou no embargo e autuação de áreas de desmate ilegal de Apiacás e região foram resultados do monitoramento e alertas emitidos pela Plataforma de Satélite Planet. Já as ações nos garimpos foram motivadas por monitoramento das imagens e denúncias.

Denúncia

O cidadão pode denunciar crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838 ou via WhatsApp no (65) 99281- 4144, nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Regional de Alta Floresta

A Regional de Alta Floresta embargou 2,3 mil hectares e aplicou multas no valor de R$14,6 milhões entre janeiro e março deste ano durante operações de fiscalização na região. Também foram realizados 49 autos de infração, 41 termos de embargo, 12 termos de apreensão e 58 notificações nos três primeiros meses do ano.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Governo entrega 3,3 mil cartões do Ser Família Emergencial em Santo Antônio do Leverger e Poconé neste sábado (08)

Publicado


O Governo de Mato Grosso entrega neste sábado (08.05) os cartões do Ser Família Emergencial para moradores de Santo Antônio do Leverger e Poconé. No total, 3.341 pessoas receberão o benefício nos dois municípios.

A secretária de Assistência Social e Cidadania, Rosamaria Carvalho, fará as entregas acompanhada dos prefeitos e de deputados estaduais, entre outras autoridades.

Em Santo Antônio do Leverger, serão entregues 860 cartões e a solenidade será na Secretaria de Assistência Social do município, às 8h30.

Já em Poconé, o evento está previsto para as 11h30, no Ginásio Guido Silva. No município, 2.481 famílias serão beneficiadas com o auxílio financeiro emergencial.

Serviço

Entrega dos cartões do auxílio Ser Família Emergencial em Santo Antônio do Leverger e Poconé

Data: sábado (08.05)

Horários:

8h30 – Santo Antônio do Leverger, na Secretaria Municipal de Assistência Social, Avenida dos Tarumeiros, em frente ao restaurante Largo do Tarumeiro.

11h30 – Poconé, no Ginásio Guido Silva, atrás do Fórum.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo do Estado entrega mais de 7.500 cartões de auxílio financeiro em 12 municípios
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana