conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil prende no Rio de Janeiro autor de tentativa de estupro e feminicídio cometido em Várzea Grande

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

O autor de crimes de tentativa de estupro e tentativa de feminicídio investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande (DEDMCI-VG) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, no domingo (18.04), na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

As investigações contra o suspeito iniciaram no dia 11 de março quando a vítima procurou a Delegacia da Mulher de Várzea Grande para comunicar que sofreu tentativa de estupro seguida de uma tentativa de feminicídio.

Segundo as informações, o suspeito era um conhecido seu que inconformado com o fato dela não ter mantido relações sexuais com ele, a atacou com diversos golpes de faca, causando várias lesões graves por todo o seu corpo.

Durante as investigações, as testemunhas ouvidas confirmaram a ação criminosa praticada pelo suspeito. Diante da gravidade dos fatos e dos indícios de autoria, o delegado responsável pelas investigações, Afonso Monteiro da Silva Júnior, representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi prontamente decretada pelo Poder Judiciário.

Em continuidade ao trabalho investigativo, os policiais da DEDMCI-VG apuraram que o suspeito estava na cidade do Rio de Janeiro, onde teve a ordem de prisão cumprida, no domingo (18), sendo colocado à disposição da Justiça.

Nesta terça-feira (20), foi remetida uma carta precatória para interrogatório do investigado, faltando apenas este procedimento para finalização das investigações e conclusão do inquérito policial, que será remetido ao Ministério Público para análise.

A delegada titular da DEDMCI-VG, Mariell Antonini Dias, destaca que a prisão do suspeito é mais uma resposta rápida da Polícia Civil a crimes de violência contra a mulher, que atentam contra a dignidade e a vida.

Leia mais:  Polícia Civil prende em flagrante mulher que furtou R$ 6 mil de amiga em Várzea Grande

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Duas pessoas envolvidas em esquema de desvio de cargas de soja são presas em flagrante

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Policiais civis de Brasnorte prenderam nesta quarta-feira (05.05) duas pessoas envolvidas em um esquema de desvio de cargas de soja de uma propriedade rural do município. Com apoio da equipe da Polícia Civil e Polícia Militar de Campo Novo dos Parecis, o caminhão que transportava a carga foi abordado no município e recuperada 49 toneladas de soja retiradas do armazém da vítima sem nota fisal emitida pela proprietária dos grãos. 

O proprietário da fazenda desconfiou de que estivesse sendo vítima de um esquema de desvio de cargas de soja e procurou a Delegacia de Brasnorte para registrar a ocorrência. Ele relatou que desde os primeiros meses deste ano deu falta de toneladas de soja do setor de armazenamento da fazenda e suspeitava que carretas retiravam carga de soja com notas frias. 

A partir das informações repassadas pela vítima, o delegado Heberth Hugo Montenegro instaurou investigação para apurar os fatos. 

Nesta quarta-feira (05), o proprietário da fazenda informou a Polícia Civil que uma carga saiu da fazenda e seguiu em direção ao município de Campo Novo dos Parecis, sem documentação fiscal dos grãos transportados. 

Após solicitação de apoio à Delegacia de Campo Novo dos Parecis, o caminhão foi abordado e com o motorista, de 35 anos, foram encontradas notas fiscais falsas. Ele foi preso em flagrante e conduzido à delegacia de Brasnorte. 

Depois da apreensão da carga, os policiais de Brasnorte foram até o escritório da fazenda da vítima onde indagaram uma funcionária sobre o esquema de desvio das cargas de soja. Ela confessou a participação na ação criminosa, detalhando sobre a facilitação e o despacho das notas frias de soja emitidas por ela para que as carretas pudessem sair da fazenda com as cargas. 

Leia mais:  Duas pessoas envolvidas em esquema de desvio de cargas de soja são presas em flagrante

A funcionária da fazenda, de 37 anos, relatou aos policiais que recebia R$ 10 mil por carreta que saía com nota fria da propriedade rural. A suspeita passou mais informações e participação de outras pessoas no esquema, que serão apuradas pela equipe da Polícia Civil de Brasnorte. Na casa dela, os policiais apreenderam um notebook e um celular que será analisado. 

De acordo com o delegado, as cargas desviadas da propriedade causaram um prejuízo estimado pela vítima em R$ 1 milhão. A carga aprendida nesta quarta-feira está avaliada em 135 mil reais.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil prende em flagrante mulher que furtou R$ 6 mil de amiga em Várzea Grande

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Uma mulher suspeita de furtar R$ 6 mil de uma colega de trabalho foi presa em flagrante pela Polícia Civil, na quinta-feira (06.05), em trabalho investigativo realizado pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG). A suspeita de 25 anos e portadora de tornozeleira eletrônica, foi autuada em flagrante pelo crime de furto qualificado pelo abuso de confiança.

As investigações iniciaram após a vítima de 24 anos procurar a Derf-VG para registrar a ocorrência, em que narrou que a suspeita foi até a sua residência no bairro Jardim Aeroporto e furtou a grande quantia em dinheiro.

A vítima contou que o dinheiro era das suas economias e que ela estava guardando para comprar uma moto. Ela disse que confiava na amiga e achava que poderia contar com ela, uma vez que já tinham morado juntas e eram colegas de trabalho na região do zero, em Várzea Grande.

Com base nas informações a equipe iniciou as diligências para esclarecer os fatos envolvendo duas colegas de trabalho. Segundo as investigações, a suspeita ao tomar conhecimento da quantia guardada no apartamento da vítima, planejou o crime antecipadamente e cometeu o furto do dinheiro.

Durante as investigações, os policiais civis conseguiram as imagens do condomínio que mostram toda a ação da suspeita, a qual retira uma cópia da chave do apartamento de dentro do baú de uma moto e entra no prédio, logo após a vítima sair de casa. 

Diante das evidências, a suspeita foi detida em flagrante e conduzida até a Derf-VG, onde foi interrogada pelo delegado André Eduardo Ribeiro e negou o crime, porém no celular da vítima foram encontraram diversas mensagens logo após o furto, constatando que ela fez compras e pagou dívidas com o dinheiro subtraído.

Leia mais:  Polícia Civil e Ipem checam bombas de abastecimento em postos da Capital

A mãe da suspeita chegou a falar para filha devolver o dinheiro, pois ela não precisava disso para viver. A suspeita que possui passagens por organização criminosa, estelionato, roubo e faz uso de tornozeleira eletrônica, foi autuada em flagrante por furto qualificado pelo abuso de confiança.

Após a confecção dos autos a presa foi colocada à disposição da Justiça. Ela responderá por mais esse crime, podendo pegar pena de 2 a 8 anos de reclusão.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana