conecte-se conosco


CUIABÁ

Parceria entre Secretarias de Agricultura e da Mulher levam políticas públicas até zona rural de Cuiabá

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

Seguindo pelo bairro Pedra 90, vinte e três quilômetros de estrada de chão já fora do perímetro urbano se encontra o assentamento 21 de Abril, zona rural de Cuiabá. Do outro lado, seguindo a MT-040 sentido Santo Antônio do Leverger, chegamos a comunidade Nova Esperança. Na última quinta-feira (22), os moradores das duas regiões receberam equipe da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico e Secretaria da Mulher para dialogar sobre políticas públicas que vão transformar a vida no campo, levando capacitação profissional, emprego, renda e auxílio jurídico, dentre outras ações por meio dos programas “Agro da Gente” e “Mulher no Campo – uma caminhada em busca da cidadania”.

“Vamos lançar nos próximos meses um programa de fortalecimento das atividades produtivas do campo. Temos uma região muito rica em Cuiabá ali no Cinturão Verde e arredores que é preciso investir, capacitar. Estamos unindo forças, entre Secretarias, com instituições parceiras para levar políticas públicas a essa região que vão transformar o setor na capital, projetando Cuiabá para o futuro”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

Neste primeiro momento, técnicos da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico fazem o mapeamento das regiões para identificar as potencialidades da vegetação e aptidão da população para desenvolvimento das atividades econômicas, como piscicultura, apicultura, avicultura, produção de leite e cultivo de folhas, verduras e legumes, para então apresentar as ações da gestão Emanuel Pinheiro de fomento a essas atividades.

“É uma determinação do prefeito Emanuel Pinheiro que os programas da Prefeitura de Cuiabá cheguem a todos e por isso estamos aqui. Nossa capital tem um grande potencial no campo que precisa ser explorado, 92% do território de Cuiabá é rural, 8% apenas é perímetro urbano e temos hoje 80% dos produtos comercializados na Central de Abastecimento de Cuiabá vindos de fora da cidade, de outros estados. Estamos trabalhando para mudar isso, pra fomentar o campo, fortalecer as cadeias produtivas do leito, do peixe, do frango, das frutas, verduras e legumes, capacitar e oferecer apoio ao produtor local para que desenvolva suas atividades e gere emprego e renda”, disse o secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo.

Leia mais:  Secretaria de Saúde recebe doação de insumos hospitalares dos empresários de materiais de construção

O objetivo é que cada comunidade receba uma versão dos projetos da gestão Emanuel Pinheiro, pois cada uma é única em suas necessidades e capacidades. No assentamento 21 de abril, por exemplo, a Associação de Mulheres locais, presidida pela dona Maria Auxiliadora Montalvão, de 68 anos, se organiza para construir a tão sonhada sede. No espaço, as mulheres da comunidade idealizam uma cozinha industrial para produção de pães, bolos e doces para venda e também um salão para cursos profissionalizantes.

“Nós aqui queremos ajuda para melhorar a renda familiar. A pandemia deixou a situação mais difícil e nossas necessidades são urgentes. Queremos condições para gerar renda e colocar comida na mesa com mais facilidade. Também precisamos de ajuda com a documentação da Associação e orientação quanto a aposentadoria”, explicou Dona Maria.

Goiana e moradora da região há 20 anos, Dona Maria veio para Cuiabá com o esposo, seu Sebastião Montalvão depois que os filhos se mudaram para a capital mato-grossense. Mudou de cidade, mas sempre permaneceu na lida com a terra.

Buscando atender as demandas apresentadas, a secretária da Mulher, Luciana Zamproni explicou ao grupo sobre o “Mulher do Campo – Uma caminhada em busca da cidadania”, programa da gestão Emanuel Pinheiro, com apoio da primeira-dama Marcia Pinheiro que oferece apoio jurídico e qualificação profissional às mulheres do campo.

“É muito gratificante encontrar uma associação de mulheres organizadas e interessadas em transformar a realidade de sua comunidade. Nós da Secretaria da Mulher estamos à disposição para auxiliar no desenvolvimento desse grupo, seja com auxílio jurídico, seja levantando as demandas da comunidade nas áreas de saúde, educação e também para oferecer momento de acolhimento com as rodas de conversa com as mulheres e equipe técnica da Pasta, com psicólogos e assistentes sociais. Em parceria com a Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, estamos aqui para dar apoio também as mulheres que queiram empreender e mudar esse estigma da mulher no campo apenas como do lar e colocar essa mulher em posição mais ativa no planejamento familiar”, disse Zamproni.

Leia mais:  Luis Claudio de Castro Sodré

Durante a tarde, a equipe da Secretaria de Agricultura, juntamente com o vereador Mario Nadaf e técnicos do Instituto Nacional de Educação para Defesa e Preservação do Meio Ambiente (Indeppa), estiveram na comunidade Nova Esperança, localizada próximo ao limite intermunicipal com Santo Antônio do Leverger. Lá está situado o apiário do seu Joãobion Gonçalves Duarte.

Na propriedade, seu Joãobion desenvolve de tudo um pouco, tem criação de porco, de frango, de peixe. Sobre o poço de peixe, ele explica que como não choveu o suficiente, o nível está muito baixo e vai acabar secando. A solução para a questão, é retirar os peixes que ainda estão no local e retirar a lama que ficou na base do poço, preparando para o próximo ano, quando a chuva vier. O pedido do produtor é por auxílio do poder público com empréstimo de maquinário para realizar a limpeza do poço.

Há quatro anos, seu Joãobion vem investindo também no cultivo de abelhas com o auxílio técnico do Indeppa e seu presidente, Manoel Pedro Galvão, que dá o suporte desde o manejo até a entrega de material, como as caixas para as abelhas. De acordo com seu Manoel, a colheita do apiário de seu Joãobion é feita a cada 90 dias e rende cerca de 60 kg por período.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Artistas regionais deixam sua marca no Viaduto Murilo Domingos; obra será entregue na segunda-feira (10)

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Com entrega marcada para a próxima segunda-feira (10), o viaduto Murilo Domingos, localizado na Avenida Manoel José de Arruda (Av. Beira Rio), é mais uma estrutura que conta com as atividades do programa Cidade Viva. No local, todos os pilares de sustentação recebem a pintura de elementos símbolos da história tricentenária de Cuiabá.

O processo é executado por sete artistas plásticos regionais que, desde a última semana, deixam sua marca na estrutura. Sob a coordenação de Fred Fogaça, participam desse trabalho os artistas Régis Gomes, Benedito Silva, Gilda Barrados, Babu 78, Vitório “Nico” e Sérgio Venny.

“Somos parceiros da Prefeitura de Cuiabá em diversos projetos espalhados pela cidade. Nas praças, canteiros e nos outros viadutos também estão a marca dos nossos artistas. Estar presente em mais essa importante obra para a cidade nos deixa muito honrados”, comenta o coordenador da equipe artística Fred Fogaça

Pelas mãos talentosas de cada um desses artistas, o cinza do concreto armado do viaduto é substituído pelo colorido, transformando a nova estrutura de mobilidade urbana também em um verdadeiro museu a céu aberto. Igrejas, animais, personagens e objetos típicos da cultura cuiabana compõem esse cenário.

“O prefeito Emanuel Pinheiro preza pela qualidade em cada uma das etapas das obras executadas por sua gestão. Com o viaduto Murilo Domingos não é diferente. Todos os detalhes foram pensados para garantir que a estrutura cumpra com sua função principal, mas também deixe nossa cidade mais bela”, explica o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

DATA DE ENTREGA

Na tarde de quarta-feira (05), o prefeito Emanuel Pinheiro realizou uma nova vistoria no local e solicitou à empresa contratada para execução dos trabalhos a realização de alguns reparos. Segundo observado pelo gestor há a necessidade de efetuar o recapeamento nas vias ao em torno da estrutura e também pequenas intervenções na pista de rolamento do viaduto.

Leia mais:  Luis Claudio de Castro Sodré

Por conta desses ajustes, o chefe do Executivo municipal transferiu a data de inauguração para a próxima segunda-feira (10). “Nessa vistoria, percebi que falta terminar e melhorar acabamento, como alguns buracos ao em torno, pista de rolamento precisando ser finalizada com mais segurança e com mais qualidade”, disse Pinheiro.

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Estado não cumpre decisão e Prefeitura de Cuiabá pede bloqueio, intimação e multa de R$ 100 mil

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), ingressou na Justiça com um pedido de intimação ao Governo de Mato Grosso, a respeito do não cumprimento da decisão judicial que determinou o repasse do cofinanciamento dos leitos de UTI covid de forma antecipada.“… requer de forma subsidiária, a intimação imediata do Estado de Mato Grosso, para o fim de cumprir em 24h o disposto no item III da decisão de ID nº 50436681, sob pena de bloqueio via BACENJUD de tais valores e aplicação de multa diária de R$ 100.000,00 ao gestor responsável e ao ente público, sem prejuízo das sanções criminais, civis e processuais cabíveis”, consta no pedido assinado pelo procurador-geral adjunto, Alisson Akerley Silva.

A decisão assinada no dia 5 de abril pelo juiz da 5ª Vara Especializada da Fazenda Pública, Roberto Teixeira Seror, determina que o Governo altere os procedimentos de avaliação e financiamento dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Capital. Deste modo, o Estado além de ter que realizar o pagamento dos recursos de forma antecipada, também deve se abster de realizar qualquer ato tendente a suspender o cofinanciamento estadual dos leitos de UTI destinados aos pacientes acometidos pelo vírus. No entanto, até o presente momento, o Governo não cumpriu a decisão já que não realizou o repasse dos recursos, que já estão na importância aproximada de R$ 11,7 milhões.

“O não cumprimento intencional da decisão proferida nos autos, ocasiona enorme prejuízo ao Município de Cuiabá, que continua a suportar sozinho as despesas de custeio e manutenção dos leitos de UTI para pacientes COVID, ente federativo que sabidamente enfrenta os maiores e muitas vezes insuperáveis gargalos fiscais no Brasil, sem a capacidade econômica e financeira dos demais entes, colocando em risco a própria higidez de todo seu sistema de atendimento médico-hospitalar, em um dos momentos mais críticos de notório recrudescimento dos números de infecções, internações e mortes pela COVID-19”, diz em trecho do documento.

Leia mais:  Prefeito lamenta morte do professor Welson Mesquita pela Covid

A Prefeitura informa que consta em aberto os repasses referentes aos meses de abril e maio, o que demonstra de forma evidente o descumprimento voluntário da decisão judicial. Além disso, a PGM ressaltou que a situação ocasiona um grande prejuízo ao planejamento e manutenção de todas as ações que o Município de Cuiabá se vê obrigado a enfrentar no âmbito da saúde pública em especial no que se refere o combate ao COVID-19. “A urgência na presente hipótese é ínsita ao próprio objeto da ação, posto estarmos lidando com leitos de UTI pediátrica e adulto destinados a pessoas acometidos pela COVID -19, situação que dispensa maiores delongas”, diz.

Cuiabá atualmente dispõe de 155 leitos exclusivos de UTI Covid, sendo 15 leitos pediátricos, que somente a Capital possui. Além disso, há ainda 211 leitos de enfermaria exclusivas para pacientes com covid-19, sendo 18 na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Verdão, 25 leitos na Policlínica do Verdão, 26 na UPA Sul, que fica no bairro Pascoal Ramos, 40 no Hospital São Benedito e 102 no antigo Pronto-Socorro, o que totaliza 366 leitos entre UTI e Enfermaria para pacientes acometidos pelo vírus.

A taxa de ocupação dos leitos do Hospital São Benedito desta quinta-feira (6), por exemplo, está em 60,8% para UTIs, sendo que do total de pacientes, 38 são do interior do Estado e 21 residentes da capital.

“Há meses Cuiabá vem atuando, estruturando sua rede, ampliando leitos de UTIs, dobrando leitos de enfermarias, reforçando  a atenção básica para garantir o atendimento às pessoas em um momento tão dificil.  Há uma falta de atenção para com os municípios, com o interior e isso reflete diretamente na capital. Sempre digo que todo gasto com saúde, a gestão Emanuel Pinheiro não vê como uma despesa, mas um investimento para salvar vidas, para preservar a saúde e a vida das pessoas”, afirmou Pinheiro.

Leia mais:  Vereador presta homenagem à Assistência Social de Cuiabá e concede homenagem para gestoras

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana