conecte-se conosco


MATO GROSSO

MT registra aumento de 31% em apreensão de drogas no primeiro trimestre

Publicado


Quase cinco toneladas de drogas foram apreendidas nos três primeiros meses deste ano em Mato Grosso. O resultado é 31% maior do que o mesmo período do ano passado, quando 3,7 toneladas foram apreendidas pelas forças de segurança. Ao todo, 4.963 mil quilos de drogas foram retirados de circulação do dia 1º de janeiro a 31 de março deste ano.

Desde 2019, Mato Grosso vem aumentando os índices de apreensão de drogas em todo o estado, sendo que no primeiro trimestre do ano citado 2,6 toneladas foram apreendidas. Os dados são do Observatório de Segurança da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

“Mesmo no período de pandemia, este crescimento dos índices desde 2019 mostra o trabalho das forças de segurança em todo o estado. Essas apreensões se devem ao fortalecimento do trabalho das inteligências das polícias Militar, Civil e do Gefron, que têm atuado de forma integrada e dinâmica com todas as forças. Além, é claro, do trabalho operacional das instituições”, pontuou o secretário adjunto de Integração Operacional, coronel PM Victor Fortes.

Fortes ainda destaca que a Sesp-MT continuará fortalecendo as instituições para o enfrentamento e combate ao tráfico de drogas, seja ele o tráfico doméstico, encontrado nas pequenas bocas de fumo, mas também nas grandes apreensões, realizadas também na região da fronteira com a Bolívia.

Entre os entorpecentes mais comuns apreendidos este ano estão a maconha, responsável por 2.475 toneladas; seguido da cocaína, com 2.406 toneladas e da pasta base, com 80 quilos. Em apenas uma semana, a Polícia Militar retirou de circulação mais de uma tonelada de entorpecentes. As ocorrências foram registradas na segunda semana de março.

Leia mais:  Educadora financeira orienta servidores sobre os cuidados com o orçamento doméstico em tempos de pandemia

No dia 9 de março, policiais do 9º Batalhão retiraram de circulação 412 quilos de maconha. O caso aconteceu no bairro Lagoa Azul, região do Coxipó, em Cuiabá. Já no dia 11 do mesmo mês, mais 475 quilos de maconha foram apreendidos no bairro Doutor Fábio, em uma operação das Inteligências do 1º e 3º Batalhões. A droga foi encontrada dentro de sacas de adubo, em um galpão utilizado como depósito.

“Paralelo a outras operações desenvolvidas pela Polícia Militar, nós destacamos a Operação Salutem, que tem por objetivo combater o tráfico doméstico de drogas. E baseados em denúncias e na produção de conhecimento da nossa Inteligência, nós conseguimos obter êxito na apreensão de grandes quantidades de drogas, em especial na Baixada Cuiabana”, avaliou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis.

Somado ao esforço das demais forças de segurança, a Polícia Judiciária Civil (PJC) por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), atua não só no combate ao tráfico local, como também nas investigações qualificadas de combate ao tráfico regional e até mesmo interestadual. Somente este ano, a delegacia já incinerou quase duas toneladas de drogas apreendidas na Região Metropolitana.

“Este aumento das apreensões de drogas em relação ao ano passado é fruto do esforço coletivo da Segurança Pública, ainda mais sendo Mato Grosso um estado que faz fronteira com a Bolívia. Temos que destacar a dedicação dos profissionais de segurança, em especial da DRE, responsável pelas investigações qualificadas no combate ao tráfico de drogas”, destacou a delegada-titular, Juliana Chiquito Palhares.

Incineração de drogas realizada pela DRE em março deste ano

Tráfico internacional de drogas

Com os olhos voltados para a fronteira de Mato Grosso com a Bolívia, a Sesp-MT combate diariamente o tráfico internacional de drogas. No local atuam de diversas forças de segurança, entre elas o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron). De acordo com o coordenador, tenente-coronel PM Fábio Ricas, o investimento do governo em Segurança Pública tem sido fundamental para buscar estes resultados.

Leia mais:  Trabalho ostensivo prende dois homens com armas de fogo e identifica desmatamento ilegal

“Esse aumento vem calçado pela evolução técnica do efetivo policial da unidade, que vem se especializando cada vez mais nas atividades de policiamento de fronteira. Tanto a Sesp quanto o Governo Federal, têm disponibilizado recursos financeiros para as operações na faixa de fronteira, propiciando um aumento da nossa capacidade operacional”, disse Ricas.

O coordenador do Gefron também destaca o fortalecimento de operações integradas, uma das premissas da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), como fator de contribuição para os índices positivos apresentados.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Trabalho ostensivo prende dois homens com armas de fogo e identifica desmatamento ilegal

Publicado


Dois homens de 31 e 40 anos foram presos nesta sexta-feira (07.05), por porte ilegal de arma de fogo na zona rural da cidade de Novo Mundo (a 785 km de Cuiabá). Na ação, foram apreendidos uma espingarda calibre 36, um revólver calibre 38 e sete munições de ambos os calibres.

A região vem sendo monitorada pela equipe do 15º Comando Regional devido a denúncias de intimidação por parte de grileiros que vem ameaçando moradores da localidade.

Em diligências constantes foram identificados desmate ilegal e construções de barracos e um trator sem numeração. Durante os trabalhos, três homens armados foram vistos. Um deles fugiu, abandonando uma espingarda. Ele não foi localizado.

Com a dupla que ficou foi apreendido o revólver. Um deles alegou que estava construindo uma estrada para ter acesso ao seu lote, onde vai construir uma casa.

Foram anexadas no boletim de ocorrência as imagens do desmatamento ilegal na área para as devidas providências.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Sexta-feira (07): Mato Grosso registra 371.781 casos e 10.076 óbitos por Covid-19
Continue lendo

MATO GROSSO

Auxílio estará disponível a partir deste sábado (08); Veja lista dos estabelecimentos credenciados

Publicado


O valor de R$ 150 do Ser Família Emergencial será creditado nos cartões do programa a partir deste sábado (08.05). Por cinco meses, as famílias beneficiadas com o auxílio poderão adquirir alimentos em mais de 700 estabelecimentos cadastrados. A lista dos supermercados está disponível no site da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

As famílias contempladas com o auxílio emergencial deverão usar o benefício para a compra exclusiva de alimentos, sendo proibida a aquisição de bebidas alcoólicas, produtos a base de tabaco, cosméticos e combustíveis.

O estabelecimento que for identificado comercializando produtos que não sejam de gênero alimentício, através do cartão do Ser Família Emegencial, poderá ser descredenciado, e a situação relatada aos órgãos de controle.

Em todo o Estado, serão beneficiadas 100 mil famílias mato-grossenses que vivem abaixo da linha da pobreza. O auxilio emergencial foi criado pelo Governo do Estado após pedido da primeira-dama Virginia Mendes. 

Os contemplados fazem parte do Cadastro Único das Políticas Sociais Brasileiras do Ministério da Cidadania (CadÚnico), e recebem até R$ 70 per capita por mês.

Para tornar possível o programa Ser Família Emergencial, o Governo contou com o apoio da Assembleia Legislativa e do senador Jayme Campos. Serão mais de R$ 75 milhões destinados para ajudar famílias em situação de vulnerabilidade social. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Novo single de Paula Shaira está disponível nas plataformas streaming
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana