conecte-se conosco


POLÍTICA MT

MT é referência em trabalhos de busca, resgate e salvamento com cães do Corpo de Bombeiros Militar

Publicado


Foto: SAMANTHA DOS ANJOS / Assessoria de Gabinete

Os integrantes do 2° Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), localizado em Várzea Grande, recepcionaram o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), nesta última terça-feira (27). Na oportunidade, o parlamentar conheceu a metodologia aplicada pelos militares na busca, resgate e salvamento de vítimas com uso de cães e os importantes avanços obtidos com essa atividade que garantiu que o Estado se tornasse referência no país.

Inicialmente, o diretor operacional que coordena as operações com cachorros, coronel Agnaldo Pereira, explica que essa é uma atividade recente da corporação, em que já foram realizados uma série de trabalhos que incluíram treinamentos, cursos e qualificações. “É um processo que o major Marcondes começou em Colíder, no ano de 2012. Ele foi nosso pioneiro e precursor e tivemos várias turmas formadas na busca e resgate com cães em Mato Grosso. É um trabalho que exige uma dedicação a mais do militar”, explica.

Ele conta que hoje, Mato Grosso é referência no país devido um esforço da equipe. “A visita do deputado é uma oportunidade para conhecer o nosso trabalho. Muitos conhecem só através da mídia. Quem vê de fora, vê o resultado. Uma busca bem sucedida, a dinâmica é saber conduzir em um cenário de operações. É um trabalho, em particular, que almejo que consiga alavancar e fortalecer”, ressalva Pereira.

Avanços – O major Rafael Marcondes realizou uma apresentação para que o deputado tivesse um panorama dos trabalhos com cães realizados pela instituição, em Mato Grosso. Ele explica que em 2012, foi quando iniciou os trabalhos nesta área, em que houveram muitas dificuldades. Logo, no ano de 2015, com apenas um cão, receberam a primeira Certificação Nacional pelo bom desempenho do animal. No ano seguinte foi inaugurado o canil no 2° Batalhão e, assim, a atividade começou a ser trabalhada de forma mais séria com a promoção de capacitações e treinamentos.

Leia mais:  Pavimentação do Distrito Industrial de Campo Verde é discutida no Ministério de Desenvolvimento Regional

Ele acrescenta que em 2018, Mato Grosso foi pioneiro na realização da Certificação Regionalizada e garantiu, neste mesmo ano, a primeira Certificação Nacional na Modalidade Rastreio. “Essa foi uma modalidade específica, no Paraná, o cão teve um bom desempenho. Era uma modalidade nova, a nível de bombeiro militar. Conseguimos destaque e a melhor nota”, ressalva Marcondes.

Emenda – O coronel Pereira explicou ao deputado que cada militar cuida do seu cão, em que realiza todo o custeio dos animais com vacinas, ração, consultas, cirurgias, suplementos vitamínicos, coleiras, comedouros, remédios, entre outras despesas. Perante essa informação, o parlamentar se dispôs a analisar a destinação de emendas para o próximo ano, ao reconhecer a importância da execução da atividade para atender a sociedade.

“Conheci o trabalho dos cães que é muito importante junto com os nossos guerreiros do Corpo de Bombeiros Militar. Eles tiveram em Brumadinho e realizam importantes ações com estes animais. Já assumimos o compromisso com emendas para o custeio dos cães, sendo que fui informado que já está em tramitação a doação dos cães para o governo estadual e, assim, ficará mais fácil formalizar a destinação de recursos para podermos contribuir. Já aproveito para pedir aos meus colegas parlamentares para ajudarmos a instituição com estes cães”, anuncia Claudinei.

Brumadinho – Com o rompimento da barragem de rejeitos de minério de ferro do Córrego do Feijão, no município de Brumadinho (MG), em janeiro de 2019, ocasionou a morte de mais de 250 pessoas. Alguns corpos ficaram desaparecidos por causa da quantidade de lama que necessitou da atuação diária de bombeiros militares para o resgate das vítimas. “Foram 127 dias de operação. Mantivemos equipes com dois cães, com revezamento a cada 10 dias. Fomos o Estado que mais tempo permaneceu no apoio e que mais enviou binômios (cão e bombeiro militar), sendo no total 10. Eles tinham a especialidade de identificar cadáveres. Não bastava ser cães só para resgate”, salienta o major.

Leia mais:  Pessoas com autismo deverão ser cadastradas pelo governo de MT

Além da Operação Brumadinho, outros tipos de ações realizadas com cães são de busca de pessoa viva, apoio à Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC), cursos, estágios e certificações, entre outros. De acordo com Marcondes, neste ano de 2021, está previsto para acontecer em Mato Grosso, a primeira Certificação de Equipes do Brasil promovido pelo Comitê Nacional de Busca, Resgate e Salvamento com Cães (CONABRESC), em Cuiabá. “A gente vai receber binômios de outros estados brasileiros. Certificar equipes. É um evento de três dias com simulação que vai ocorrer na capital”, adianta.

Referência – Em Mato Grosso, já são 17 cachorros certificados que garante o Estado ser considerado referência no país, seguido do Paraná, Goiás e Santa Catarina. Também, ainda há oito raças em fase de treinamento. O CBMMT possui cinco tipos de raça que são o Labrador, Pastor Belga de Malinois, Bloodhound, Blue Heeler e Border Collie.

Além de Cuiabá, outros municípios mato-grossenses que têm cães para trabalhar na busca, resgate e salvamento são Cáceres, Barra do Garças, Jaciara, Sinop, Confresa, Nova Mutum, Sorriso, Pontes e Lacerda.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Dr. Gimenez destaca importância do Programa Ser Família Emergencial à Região Oeste

Publicado


Deputados Dr. Gimenez e Valmir Moretto

Foto: Rose Domingues Reis / Gabinete do deputado Dr. Gimenez

Foto: Rose Domingues Reis / Gabinete do deputado Dr. Gimenez

Em agenda em Pontes e Lacerda nesta sexta-feira (07), o deputado estadual Dr. Gimenez (PV) destacou a importância do Programa Ser Família Emergencial que vai contemplar aproximadamente 12,6 mil famílias dos 22 municípios da Região Oeste de Mato Grosso.

Esta é mais uma ação conjunta do Governo do Estado com o parlamento estadual no enfrentamento à pandemia. “Participei com orgulho da entrega simbólica dos cartões a algumas famílias beneficiárias em Pontes e Lacerda que estão passando por extrema necessidade, esse recurso vai garantir alimento à mesa do cidadão”, comemorou.

A cerimônia de entrega de cartões de auxílio a 349 famílias ocorreu na Câmara Municipal de Vereadores, com a presença do secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, do deputado estadual Valmir Moretto, do prefeito Alcino Barcelos, dos vereadores e demais autoridades de Pontes e Lacerda.

“Nossa primeira-dama Virginia Mendes está de parabéns pela iniciativa, que contou com o apoio irrestrito dos 24 deputados. Como recurso assegurado pelo governo e o parlamento, vamos disponibilizar o auxílio de R$ 150 às famílias pelos próximos três meses”, acrescentou Dr. Gimenez.

Também nesta sexta-feira, a equipe do Dr. Gimenez participou da entrega de cartões às famílias em outros municípios da região, entre eles, Mirassol D’Oeste e Curvelândia, onde 1.194 famílias serão contempladas, segundo a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc).

“Estamos muito felizes com o apoio do Governo e da primeira-dama a Mirassol D’Oeste, porque estamos vivendo um momento bastante difícil, de crise econômica, de saúde pública e as prefeituras realmente não têm condições de fazer frente a tantas demandas, toda ajuda é bem-vinda”, agradeceu o prefeito Héctor Alvares Bezerra.

Leia mais:  ALMT aprova projeto para estimular empreendedorismo entre vítimas de violência doméstica

No total, 100 mil famílias em situação de pobreza e extrema pobreza serão atendidas pelo Programa Ser Família Emergencial, em todos os 141 municípios. Do total de R$ 45 milhões investidos, R$ 10 milhões são do Legislativo, que devolverá parte do duodécimo de 2021. Além disso, a Casa de Leis pretende distribuir cerca de 30 mil sacolões de alimentos para famílias de baixa renda no estado.

O parlamento estadual vem atuando de maneira proativa no enfrentamento à pandemia da Covid-19, com a aprovação de mais de 50 leis e investimentos que superam R$ 34 milhões. Em 2020, foram mais de R$ 14 milhões, dos quais R$ 10 milhões para abertura de novos leitos de UTI para pacientes Covid e R$ 4 milhões doados aos hospitais filantrópicos, entre eles, o Hospital de Câncer.

Ser Família Emergencial – Confira o número de famílias beneficiadas na Região Oeste, segundo a Setasc: Araputanga (729), Cáceres (5.331), Campos de Júlio (579), Comodoro (574), Conquista D’Oeste (140), Curvelândia (242), Figueirópolis D’Oeste (89), Glória D’Oeste (291), Indiavaí (24), Jauru (180), Lambari D’Oeste (416), Mirassol D’Oeste (952), Nova Lacerda (335), Porto Espiridião (190), Reserva do Cabaçal (195), Rio Branco (231), Salto do Céu (66), São José dos Quatro Marcos (453), Sapezal (152), Vale do São Domingos (202), Vila Bela da Santíssima Trindade (615).

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA MT

Botelho destaca importância de projeto que garante certificação de qualidade dos alimentos artesanais

Publicado


A sessão plenária desta semana foi marcada pela aprovação do projeto de lei 51/19 que estabelece a necessidade de criação de mecanismos para a certificação de qualidade dos alimentos artesanais produzidos pelas microempresas e pela agricultura familiar. De autoria do primeiro-secretário da Mesa Diretora, deputado Eduardo Botelho (DEM), a proposta vai ajudar os pequenos produtores, já que engloba produtos alimentícios artesanais produzidos com características tradicionais, culturais e regionais.
“Aprovamos essa lei sobre os produtos de microempresas e artesanais, para facilitar e que possam colocar nos mercados para comercializar. É uma proposta que vai ajudar muito, especialmente a agricultura familiar, aquele que produz o frango caipira, o doce caseiro. Enfim, vai ajudar muito. É mais uma atitude nossa em favor dos pequenos produtores e artesãos. É isso que estamos fazendo para ajudar os que precisam!”, afirmou Botelho, ao destacar a parceria com o deputado Wilson Santos (PSDB). 
Objetivo, segundo o parlamentar, é incentivar a agricultura familiar tradicional e o processo produtivo artesanal, preservando suas características conforme a cultura regional e a atividade produtiva de microempresas e da agricultura familiar. Aguardando a sanção do governador Mauro Mendes, a nova lei determina também o estabelecimento de critérios de qualidade, garantindo a segurança alimentar.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Leia mais:  Incra pode conceder área para Universidade Federal de Rondonópolis
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana