conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Karol Conká sobre ‘BBB 21’: “Quando notei, eu também tava me cancelando”

Publicado


source
Karol Conká fala sobre vida após o
Reprodução/Instagram

Karol Conká fala sobre vida após o “BBB 21”

Karol Conká participou do programa “Saia Justa” na noite desta quarta-feira (28) e comentou como foi sair do “BBB 21” e lidar com a grande rejeição do público. A rapper também falou sobre o documentário  “A Vida depois do Tombo” e disse que na produção do Globoplay ela ainda não tinha assimilado tudo o que aconteceu no reality show.

“No doc, eu ainda estou montada na soberba como uma forma de disfarçar a dor que eu estava sentindo. Eu tinha noção dos meus erros, mas não da proporção; Os dias foram passando e fui tomando mais noção e fui sofrendo muito. Eu só queria sumir. Lidar com a rejeição é doloroso até pras pessoas que se sentem fortes. Sempre cantei muito sobre isso”, diz.

Karol falou sobre a onda de cancelamento que veio após o reality show. A cantora disse que foi muito difícil lidar com a rejeição e saber que ela decepcionou “milhares de pessoas e de amigos”. Porém, a artista fala que o pior de tudo foi lidar com a própria rejeição. “Quando vi as cenas, tive que lidar com a minha rejeição comigo mesma. Foi uma dor tão maior quanto lidar com a rejeição do público. Comigo mesmo foi mais amargo. Tô num processo de me perdoar, entender, já passou. Eu não posso contribuir para uma cultura da qual eu não concordo. Quando notei, eu também tava me cancelando”, conta.

Leia mais:  Luan Santana convida Juliette para estrelar clipe de nova música

A ex-BBB diz que assistiu cenas do programa, mas fica incomodada com alguns momentos que viveu na casa mais vigiada do país, como as brigas com Lucas e Juliette. “Tem umas (cenas) que eu me choco, eu fico extremamente incomodada, envergonhada, arrependida, deprimida. Entendo que faz parte de mim, eu sempre procrastinei esse lance da saúde mental, nunca levei muito a sério. Tenho a impressão que entrei e me autossabotei para chamar atenção para esse tipo de assunto”, comenta.

Karol diz que já pediu desculpas muitas vezes por tudo o que fez no “BBB 21”, mas está se questionando se tudo o que viveu no reality tem o mesmo peso das atitudes que as pessoas têm no mundo real. “Se as pessoas me cobram que eu me trate e tenha sanidade, eu também posso cobrar isso delas”, fala.

“Hoje eu tô melhor que ontem, tô me vendo dessa forma. Tenho que fazer um esforço enorme para sentir graça de viver. Apesar de serem só 2 meses, para mim parece que são 3 dias. Hoje eu estou arrependida, mais madura e entendendo que ou eu ficava definhando em decepção, ou eu enxergaria esse momento de tombo como um convite para enxergar uma possibilidade de me tornar uma pessoa mais madura”, conclui.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Paulo Gustavo: ator será cremado em cerimônia para família

Publicado


source
Paulo Gustavo, ator e humorista
Reprodução Instagram

Paulo Gustavo, ator e humorista

O corpo do ator e humorista Paulo Gustavo será cremado nesta quinta-feira, em cerimônia restrita para família e alguns amigos. Por causa da pandemia, a hora e local não foram divulgados para evitar aglomerações. Paulo Gustavo morreu na noite de terça-feira, aos 42 anos, por complicações de Covid-19 . Ele ficou 53 dias internado em um hospital da Zona Sul do Rio.

Foi cogitado que o velório, também fechado, acontecesse no Theatro Municipal do Rio, mas, a pedido da família , o evento não foi realizado. Os fãs puderam se despedir e homenagear o humorista com um aplausaço na noite de quarta-feira, marcado pelas redes sociais. Brasileiros de diversas cidades do Brasil – principalmente Niterói, onde ele nasceu – celebraram a vida do ator com palmas nas janelas. Thales Bretas , marido do ator, registrou homenagens:

“Foi tão lindo e emocionante! Como todos te amam! Eu sempre vou te amar, por toda a minha vida”, escreveu ele.

Paulo travou uma longa batalha contra a doença desde a sua internação, no dia 13 de marçoo. No dia 2 de abril, seu estado de saúde se agravou e a equipe médica decidiu iniciar terapia por ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), que funciona como um pulmão artificial.

Ele estava intubado desde o dia 21 de março e vinha apresentando melhoras discretas em seu quadro. Entre domingo e segunda-feira, porém, o ator teve sua situação agravada em decorrência de uma fístula bronquíolo-venosa, que permitiu a passagem de bolhas de ar na corrente sanguínea, causando uma embolia, incluindo o sistema nervoso central.

Leia mais:  Ex-BBB Antonela Avellaneda revela que já teve um affair com Cauã Reymond

Você viu?

Nas últimas semanas, amigos, familiares e fãs do comediante se mobilizaram na torcida pela sua recuperação. O marido de Paulo Gustavo, o médico Thales Bretas, fez um desabafo em seu perfil no Instagram, afirmando que estava passando por “dias difíceis” e pedindo orações para o comediante. Nos comentários, ele recebeu muitas palavras de apoio de artistas como Larissa Manoela, Bruna Marquezine, Monique Alfradique, Giovanna Lancellotti e Ludmila Dayer.

A morte foi confirmada pela assessoria do ator, na noite de terça-feira (4). Paulo Gustavo deixa o marido, Thales Bretas, com quem era casado desde dezembro de 2015, e dois filhos, Romeu e Gael, de um ano e oito meses.

Homenagem em Niterói

Nascido e criado em Niterói (RJ), Paulo Gustavo pode ganhar uma homenagem da cidade, proposta pelo prefeito Axel Grael. Em uma publicação no Instagram, Grael diz ter decidido abrir uma consulta pública para ouvir a população sobre a troca do nome da Rua Coronel Moreira César, no bairro de Icaraí, para Rua Paulo Gustavo.

“A genialidade e o amor de Paulo Gustavo por Niterói marcaram sua trajetória. Nada mais justo do que a cidade retribuir demonstrando toda a admiração por seu trabalho e a dor que sentimos neste momento”, diz Axel Grael.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Porteiro de Paulo Gustavo: “Nunca deixou de receber fãs na portaria”

Publicado


source
Porteiro de Paulo Gustavo
Reprodução Instagram

Porteiro de Paulo Gustavo

Paulo Gustavo, que morreu por conta da Covid-19  na terça-feira (04), morou até seus 35 anos em um apartamento em Niterói, no Rio de Janeiro. O porteiro Cristino da Silva revelou que o artista nunca deixava de receber os admiradores na porta do edifício.

“Ele era sempre divertido, alegre e carismático no tratar com as pessoas. Uma pessoa simples, comum. Ficamos muito tristes com a partida dele. A portaria ficava lotada de fãs e ele atendia todo mundo na medida do possível porque nunca estava em casa”, disse Cristino da Silva à revista Quem. 

Após o casamento com Thales Bretas,  Paulo Gustavo se mudou para a Zona Sul do Rio, na Praia de Icaraí. Entretanto, o porteiro não esquece que enquanto morava em Niterói, o ator não ficava muito tempo só.

“Ele morava no nono andar e foi o último lugar que ele morou em Niterói. O apartamento tem quatro quartos, é bem grande porque são dois por andar. Mas ele nunca estava sozinho. A casa vivia sempre muito cheia. A Samantha Schmutz era uma que estava sempre com ele. Ele não fazia barulho, era superdiscreto, politicamente correto”, comentou o funcionário .

“Em 2015, a Xuxa passou aqui na portaria com uma câmera nas costas, dizendo que ia fazer uma entrevista e era a Xuxa que estava com a câmera e eu não percebi. Ela estava disfarçada. Dona Déa não sabia de nada, mas ela seria a entrevistada do dia”, continuou ele.

Na última terça-feira (04), Paulo Gustavo morreu por conta de complicações da Covid-19. Ele deixou o marido, Thales Bretas, e dois filhos. A cidade de Niterói declarou luto de três dias em homenagem a ele. Ao falar sobre a morte do ator, o porteiro encerra. “Ele era uma pessoa simples, amiga, generosa. Vai fazer muita falta”.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana