conecte-se conosco


MATO GROSSO

Irregularidades e falta de enquadramento são principais motivos para negativa de crédito emergencial

Publicado


Dos 3.608 pedidos de linhas de crédito emergencial analisados pela Desenvolve MT entre 11 de março e 16 de abril deste ano, 95,15% foram negados por diversas irregularidades e falta de enquadramento dos proponentes (confira a tabela ao final da matéria).

O crédito emergencial foi criado pelo Governo de Mato Grosso para socorrer bares, restaurantes e setor de eventos em Mato Grosso por conta da pandemia, bem como microempreendedores Individuais (MEI), micro e pequenas empresas.

Foi autorizado um aporte de R$ 55 milhões para a concessão de empréstimos, sendo R$ 45 milhões do Governo e R$ 10 milhões da Assembleia. Desse montante, R$ 4,32 milhões estão em processo de liberação para 175 empresas que tiveram os pedidos de crédito aprovados.

Dentre os motivos para a rejeição de 95,15% das solicitações, a maior parte (35,95%) ocorreu pela falta de enquadramento nas linhas de crédito disponíveis, que são voltadas a capital de giro para minimizar os prejuízos causados pela covid-19.

Segundo a Desenvolve MT, esses pedidos foram negados pois visavam obter o empréstimo para fazer investimentos; outros em razão de as empresas terem menos de 1 ano na atividade de bares, restaurantes e eventos; e também houve rejeição porque proponentes MEI não apresentaram os faturamentos fiscais de 2020.

Outra parcela de pedidos foi rejeitada por diversas irregularidades: documentação incorreta (28,96%); restrição no Serasa (14,14%); falta de regularidade fiscal (12,50%); empresa inscrita em outro estado (1,75%); atividade econômica que não se enquadra nos setores beneficiados (1,30%); e falta de capacidade de pagamento do empréstimo (0,55%).

O presidente da Desenvolve MT, Jair Marques, explicou que as análises estão sendo feitas em tempo recorde, considerando a estrutura da agência de fomento, e os pedidos podem ser feitos inclusive de forma virtual, de forma a evitar burocracia. Além disso, os juros são muito abaixo do mercado e, nos casos de MEI, o juro é zero se as parcelas forem pagas em dia.

Leia mais:  Professores de Várzea Grande destacam qualidade do material didático fornecido pelo Governo de MT

Porém, ele ressaltou que a Desenvolve MT é obrigada a exigir os requisitos estabelecidos pelo Banco Central para a concessão dos créditos, sob pena de fechamento da agência e responsabilização dos diretores. Para saber o passo a passo de como solicitar o crédito, acesse o link: http://www.desenvolve.mt.gov.br/-/16738123-portal-de-credito-da-desenvolve-mt-esta-operando-normalmente

Confira o panorama dos pedidos analisados até o momento:

CLIENTES ANALISADOS

QUANTIDADE

PERCENTUAL

CRÉDITO APROVADO

175

4,85%

DOCUMENTAÇÃO INCORRETA OU AGUARDANDO CORREÇÃO

1.045

28,96%

SEM CAPACIDADE DE PAGAMENTO

20

0,55%

ATIVIDADE ECONÔMICA OU NATUREZA JURÍDICA DIVERSA DOS SETORES BENEFICIADOS

47

1,30%

EMPRESA INSCRITA EM OUTRO ESTADO

63

1,75%

IRREGULARIDADE FISCAL

451

12,50%

RESTRIÇÃO NO SERASA

510

14,14%

NÃO SE ENQUADRA NAS LINHAS DE CRÉDITO DISPONÍVEIS

1.297

35,95%

TOTAL

3.608

100,00%

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Casal é pego com R$ 63 mil em dinheiro sem procedência e são conduzido à Delegacia

Publicado


Um homem e uma mulher foram encaminhados à Delegacia nesta quarta-feira (05.06) por ocultação de bens e valores, durante uma abordagem policial.

Os policiais do 5º BPM de Rondonópolis foram informados que um VW Jetta branco estaria circulando na estrada que liga as cidades de Guiratinga e Rondonópolis, com objetivo de abordar caminhoneiros.

Em diligência pelo bairro Liberdade, o carro foi identificado e na ordem de parada, um homem estava na direção e uma mulher de passageiro.

Na ficha do cidadão constaram passagens criminais por roubo e tráfico de droga. No nome da mulher constou um crime por roubo. No assoalho do carro, os policiais encontraram um saco preto com R$ 63 mil em dinheiro e mais R$ 2 mil no bolso do homem.

Questionado, disse que levaria o dinheiro para a casa do seu pai. Durante o procedimento, o seu celular não parava de tocar e o pai também esteve no local da abordagem. Ele disse que o dinheiro seria da venda de um veículo Toyota Corolla e se comprometeu em levar o comprovante da negociação na Delegacia.

Até o fim do registro da ocorrência, no entanto, o homem não se apresentou com o referido documento alegado.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  MT Hemocentro promove campanhas de doação de sangue no mês de maio
Continue lendo

MATO GROSSO

Cartões do Ser Família Emergencial serão entregues nos municípios da Região Oeste a partir desta quinta-feira (06)

Publicado


A partir desta quinta-feira (06.05), famílias de 10 municípios da Região Oeste de Mato Grosso vão receber mais de dois mil cartões de auxílio financeiro do Programa Ser Família Emergencial. A ação segue até sexta-feira (07.05) e será realizada pelo secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Nilton Borgato, que ressalta a importância deste benefício para auxiliar famílias carentes neste momento de pandemia.

“Este programa do Estado vem ao encontro das necessidades de milhares de famílias que realmente precisam de apoio, pois estão em situação de vulnerabilidade por conta da pandemia. Graças a iniciativa da primeira-dama, Virgínia Mendes, juntamente com a equipe da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Setasc), este auxílio foi viabilizado e conquistado para as famílias, e, com certeza, vai fazer a diferença na vida de todos” reforçou Borgato.

As cidades que serão atendidas são: Araputanga (com a entrega de 709 cartões), Lambari D’Oeste (355) Jauru (155), Figueirópolis D’Oeste (68), Indiavaí (19), Porto Espiridião (181), Curvelândia (226), Rio Branco (221), Salto do Céu (65) e Glória D’Oeste com a entrega de 217 cartões, somando um total de 2.216 cartões entregues para as famílias desta região. 

Em todo o Estado, serão mais de 100 mil famílias atendidas, no qual receberão um valor de R$ 150 por cinco meses, sendo que a primeira parcela será depositada dia 08 de maio. São famílias que ganham até R$ 70 reais per capita, inclusas no Cadastro Único da Assistência Social.

O auxílio financeiro foi implementado após pedido da primeira-dama Virginia Mendes, ao governador Mauro Mendes. Ao todo, serão investidos mais de R$ 75 milhões, que irão ajudar as famílias de Mato Grosso. O Governo contou com o apoio da Assembleia Legislativa e do senador Jayme Campos nesta ação.

Leia mais:  Rosamaria Carvalho entrega cartões de auxilio emergencial para 5 mil famílias no Nortão

Nesse momento de pandemia, o Governo do Estado também promoveu a entrega de mais de 400 mil cestas básicas para as famílias necessitadas, por meio do projeto Vem ser Mais Solidário, que também é coordenado, de forma voluntária, pela primeira-dama Virgínia Mendes e é uma parceria com associações, entidades, igrejas e prefeituras.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana