conecte-se conosco


CUIABÁ

INCLUIABÁ: Prefeitura de Cuiabá é exemplo com inciativa contra todas as formas de violência e de discriminação

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

“Mesmo tendo feito diversos cursos de qualificação, a minha filha nunca teve a oportunidade de demonstrar suas habilidades. E agora, por essa porta aberta pela Prefeitura de Cuiabá, Maria vai ter a chance de mostrar o seu melhor. Com certeza, todos vão aprender muito com minha filha e ela também vai aprender muito com vocês. Só tenho a agradecer. Muito obrigado mesmo”, disse a mãe da mais recente contratação do Executivo, a funcionária Marina Alzenaida da Silva de 29 anos. Marina participa do projeto Incluiabá, iniciativa é pioneira em todo o país no que é atinente à criação de vagas e ingresso ao mercado de trabalho da população LGBTQIA+, a pessoa com deficiência, imigrantes e outros grupos sociais.

Essa mesma demonstração de gratidão foi evidenciada por todos os demais trabalhadores que foram escolhidos para trabalharem nessa primeira etapa do Projeto Incluiabá lançado oficialmente pelo prefeito Emanuel Pinheiro e pela primeira-dama, Márcia Pinheiro, nesta quinta-feira (22), no Palácio Alencastro.

Maria Auxiliadora de Souza, 62 anos, também foi uma das selecionadas. Com mais de um ano sem trabalhar, o último serviço que foi chamada para trabalhar como empregada doméstica foi sem carteira assinada, o que dificulta o acesso a aposentadoria. “Já estava sem esperanças pois por conta da idade,  já um pouco avançada, as pessoas acham que não temos mais capacidade. E agora, além de trabalhar, vou ter carteira assinada. Estou muito entusiasmada, um pouco ansiosa e nervosa. Tenho certeza que estou bem preparada para executar minhas tarefas. Sou muito grata ao nosso prefeito e a nossa primeira-dama. Que Deus possa abençoar a vida deles cada vez mais para ajudar outras pessoas que também precisam”, contou Maria Auxiliadora.  

Leia mais:  EP03: Websérie destaca participação de 300 meninas no projeto de fanfarra do Siminina

Após muitas negativas, calcadas no  preconceito, Denner Raul, de 25 anos, conta que chegou a pensar que era vítima de um ‘trote’ após receber um telefonema informando do projeto Incluiabá. Denner Raul,  representante da população LGBTQIA+,  considera a iniciativa da Prefeitura como propulsor de iniciativas que ampliem o acesso e assegurem uma vaga no mercado formal de trabalho. “Novas ações iguais a essa devem ocorrem para inclusão dos grupos pertencentes as minorias, que possam adentrar ao mercado de trabalho. Por um longo período não conseguia acreditar. Só passei a ver que era real após os cursos de qualificação, mas hoje, no dia do lançamento é que tenho a certeza de que sou o mais novo colaborador da Prefeitura de Cuiabá. O meu muito obrigado”, reforçou.

Nicolas Miguel, homem trans, 24 anos, veio de Uberlândia em busca de novos horizontes, no entanto, a barreira imposta pelo preconceito, se mantinha. No entanto, a Prefeitura de Cuiabá vem transformando esse cenário. “Há dois anos decidi abrir para a sociedade como me sinto e me aceito. Desde então,  as dificuldades ficaram ainda maiores, mas há um ditado que diz assim: ‘quem espera sempre alcança’. E foi isso que eu fiz. Acreditei e agora vou começar a trabalhar. Que mais empresas, instituições pensem como a Prefeitura de Cuiabá. Todos devem respeitar o próximo como a si mesmo. Dessa forma o mundo será muito melhor”, desabafou.

O prefeito Emanuel Pinheiro, relembrou que o projeto  é organizado  pela primeira-dama Márcia Pinheiro e, coordenado pela equipe técnica da Secretaria Adjunta de Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência da Secretaria Municipal de Assistência Social. Relembra que é apenas o início. “Quilombolas, pessoas com síndrome de down, imigrantes, negros, autistas, pessoas com deficiência, ou seja, por todos aqueles que de uma forma ou de outra, por incrível que ainda pareça, em pleno século XXI, ainda se deparam com a arrogância e a falta de respeito entre muitos da sociedade civil organizada, poderão trabalhar. Com esse projeto, o  Incluiabá – Inclusão, Respeito e Oportunidade lançado oficialmente pela Prefeitura Municipal, uma ação inédita em todo o Brasil no que se refere a inclusão social das minorias, ao chegar ao Palácio Alencastro irão se deparar com a Cuiabá por inteiro. A partir do momento que vocês entrarem na recepção, do térreo ao sétimo andar, vão perceber a diferença de uma gestão que tem como marca a humanização e a busca incessante de melhorias a fim de proporcionar qualidade de vida e dignidade para aqueles que mais precisam”, finalizou o chefe do Executivo Municipal.

Leia mais:  Prefeito e primeira-dama ‘inauguram’ viaduto Murilo Domingos a bordo de Miura Saga 787;Veja Fotos

INCLUIABÁ

Inicialmente foram contratadas dezesseis novos servidores, que já passaram por capacitação técnica para iniciarem as atividades já na próxima segunda-feira (26). A empresa Bem Estar- Prestadora de Serviços é a responsável pela contratação e acompanhamento dos trabalhos. A meta é a contratação de até 50 trabalhadores.

Além da lotação dessas pessoas na estrutura do Gabinete do Prefeito e nas Secretarias lotadas no Palácio Alencastro, os novos trabalhadores também irão atuar nas demais unidades do município.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Grupo de 50 a 54 anos com comorbidades começa a ser vacinado a partir desta quarta-feira (12)

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

Pessoas de 50 a 54 anos com comorbidades que já estão cadastradas no site começarão a ser vacinadas a partir desta quarta-feira (12), em Cuiabá. A Secretaria Municipal de Saúde – SMS decidiu antecipar este grupo prioritário devido ao baixo número de cadastramentos do grupo de 55 a 59 anos com comorbidades no sistema.

De acordo com o diretor de TI da SMS, Gilmar Cardoso a quantidade de pessoas de 55 a 59 anos que se cadastraram no site está muito abaixo do esperado e, caso não diminua a faixa etária para comorbidades, muitas vagas para vacinação ficarão ociosas. “Temos cinco pontos de vacinação em Cuiabá, e uma capacidade para vacinar entre 4 e 5 mil pessoas por dia, mas a procura está baixa. Por isso vamos abrir a agenda para acelerarmos a imunização”, disse Cardoso.

Outro motivo desta antecipação é a vacina da Pfizer, que tem características peculiares e precisa ser aplicada de maneira mais célere. “As doses estão guardadas a -20 graus e ela pode ficar até 14 dias nessa temperatura. Após sair deste freezer ela pode ficar guardada entre 2 e 8 graus durante cinco dias. Estamos buscando diariamente apenas as doses para aplicação para cada dia, para evitar desperdício de vacinas. Precisamos usar cada remessa da Pfizer em até 14 dias, por isso foi preciso ampliar o grupo prioritário neste momento”, explicou a coordenadora da campanha de vacinação, Valéria de Oliveira.

ATENÇÃO: As pessoas que se cadastraram no site e que fazem parte dos grupos contemplados (50 a 59 com comorbidades, gestantes e puérperas a partir de 18 anos, Síndrome de Down a partir de 18 anos e pessoas com deficiências permanentes a partir de 50 anos) devem entrar no site da vacinação no período noturno e consultar o cadastro para verificar se a agenda está disponível. No dia da vacinação a pessoa deve levar o QR Code do agendamento impresso, juntamente com o laudo impresso OU a declaração de comorbidades assinada e carimbada pelo médico, pois estes documentos serão retidos no registro. Também é necessário levar um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá.

Leia mais:  Projeto incentiva a participação de estudantes da rede pública municipal de ensino nas atividades pedagógicas remotas

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Cadastros de segunda dose da Coronavac serão reagendados para evitar fraudes

Publicado


Reprodução

Clique para ampliar

Devido à grande procura pela segunda dose da vacina Coronavac em Cuiabá por pessoas de todo o estado de Mato Grosso, a Secretaria Municipal de Saúde precisou reorganizar as datas da imunização dos grupos que vão receber a vacina do laboratório Butantan. Sendo assim, as pessoas que vão tomar a segunda dose de Coronavac deverão obrigatoriamente levar o QR Code da segunda dose que vai aparecer no cadastro no site da vacinação.

“Esta reorganização foi necessária pois estamos recebendo um número muito grande de pessoas de outras cidades tentando receber a segunda dose da Coronavac em Cuiabá, inclusive tentando fraudar o cadastro no site para burlar o sistema. Se dependesse da nossa vontade, vacinaríamos todo mundo, mas infelizmente as doses que recebemos é para imunizar as pessoas que tomaram a primeira dose na capital, por isso estamos fazendo uma varredura em todos os cadastros e possivelmente a data da aplicação da segunda dose da vacina possa sofrer alteração”, disse a secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix.

Outro motivo para as mudanças no calendário de vacinação é a logística de aplicação das vacinas da Pfizer. Com a chegada de mais uma remessa deste imunizante, que tem um prazo pequeno para ser aplicado, a prioridade neste momento é dar vazão a estas doses, para que não se corra o risco de perdas. “Esta é uma vacina bastante melindrosa, que requer um cuidado maior e mais tempo no preparo para a aplicação. E o grupo de comorbidades, para qual ela foi destinada, também demanda um tempo maior na conferência da documentação. Por isso decidimos priorizar a aplicação da Pfizer neste momento”, explicou Valéria de Oliveira, coordenadora da campanha de vacinação.

Leia mais:  Projeto incentiva a participação de estudantes da rede pública municipal de ensino nas atividades pedagógicas remotas

ATENÇÃO: As pessoas que estão com a segunda dose da Coronavac marcadas no cartão de vacinação, não devem mais seguir pela data que está indicada lá. Elas precisam olhar o seu cadastro no site da vacinação e imprimir o QR Code da segunda dose. A data e horário corretos são os que estiverem no QR Code. Ele deverá ser impresso e entregue no local de vacinação. O agendamento estará disponível à noite no site. Caso a agenda da segunda dose ainda não tenha aparecido, ela será disponibilizada nos dias subsequentes.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana